Roberto Piernikarz

Comunicação em condomínio

Para tecnologia ajudar, ideal é usar canais já acessados no dia-a-dia

Por Mariana Ribeiro Desimone

sexta-feira, 16 de novembro de 2018


Por Roberto Piernikarz*

Hoje abordaremos um tema de extrema importância em qualquer condomínio: a comunicação! 

Este assunto sempre foi relevante para uma boa gestão de condomínios.

Saber o que o seu público, ou melhor, os seus condôminos desejam, suas reclamações, dúvidas e incertezas, pode contribuir muito para a boa convivência em sociedade, e para escalar prioridades de gestão, fazendo com que seu trabalho seja mais focado e melhor avaliado e percebido.

Antigamente não existiam tantas maneiras de se comunicar em tempo real, os problemas iam se acumulando até que chegassem aos ouvidos dos gestores, e muitas vezes quando chegavam já era tarde demais para corrigir ou evitar prejuízos, para tomar uma atitude a respeito de determinado assunto, e assim por diante.

Com a evolução da tecnologia, celulares de última geração e aplicativos cada vez mais integrados e incorporados à nossa rotina, isso mudou completamente! Hoje é possível tratar os problemas em tempo real, na hora, com muito mais agilidade e foco no que interessa.

Em contrapartida, somos muito mais cobrados para resolver as coisas em tempo relâmpago, pois nos acostumamos a saber de tudo em "real time", e a termos resposta pronta para qualquer assunto, ainda que seja uma resposta rasa.

O primeiro desafio que encontramos é que, apesar de existirem hoje ferramentas poderosas e acessíveis de comunicação, nem sempre isso significa que vai facilitar nossa vida. Com o número de novas tecnologias lançadas a cada ano, ficamos resistentes a novos aplicativos, não queremos acessar uma coisa em cada lugar, ter de atualizar várias plataformas, etc. 

Muitos condomínios têm hoje diversos canais de comunicação, tais como telas em elevadores e aplicativos próprios ou das administradoras, mas na maioria das vezes não estão integrados e acabam por dificultar o dia a dia dos condôminos à medida em que estes precisam checar e monitorar todos esses canais ao mesmo tempo, perdendo a eficiência e o objetivo por trás disso tudo: A rapidez e a praticidade.

E como podemos contornar esse problema?

Simples, a primeira medida é tentar se utilizar de canais que já acessamos no nosso cotidiano, como whatsapp que já temos, e/ou sites que já acessamos periodicamente, como link para pagamento do boleto do condomínio por exemplo.

Como usar, de forma positiva, o Whatsapp em condomínios

O primeiro passo é saber usar aplicativos "messengers", tais como o whatsapp por exemplo, que já se tornou a ferramenta mais utilizada de comunicação em tempo real hoje em dia!

Esse recurso pode ser muito útil para enviar comunicados urgentes, informar sobre questões emergenciais como uma queda de energia, ou manutenção na rede de água e esgoto, etc.

Contudo, é preciso ficar atento, pois grupos permitem a interação entre os próprios condôminos, podem acabar se desvirtuando e expondo determinado morador, que pode se sentir acuado ou exposto e acabar gerando uma discussão ou até briga de fato, e por muitas vezes se tornando até caso judicial.

Isso, entretanto, pode ser mitigado se utilizarmos configurações do própiro Whatsapp como a opção chamada "listas de transmissão", por exemplo. Dessa forma, quando um grupo é criado com essa configuração, apenas o administrador pode interagir e enviar mensagens.

Imagine você recebendo pelo whatsapp durante seu expediente, mensagem avisando que vai haver manutenção e corte de energia no seu prédio. Ora, você pode então ir tomar uma cerveja com os amigos ou até jantar com a família para voltar depois que acabar a manutenção!

Outros canais de comunicação

Além disso, também é importante também criar um canal oficial de comunicação do condomínio, onde todos participem, como fazem os apps e sites para condomínios

As possibilidades de se usar essas plataformas em conjunto são infinitas, e por isso separamos aqui algumas dicas de como comunicar e o que comunicar dentro do seu condomínio:

Fique atento

Utilize à vontade esses canais de comunicação, mas sempre com cautela a fim de não gerar conflitos.

Comunicar é essencial e muito produtivo quando se sabe falar com seu público e em qual momento, mas pode ser um grande transtorno se gerar mal entendidos ou confusões, fique atento pois de nada adianta usar a tecnologia a seu favor, se não souber qual o assunto e como deseja abordá-lo!!

"Só depois que a tecnologia inventou o telefone, o telégrafo, a televisão, a internet, foi que se descobriu que o problema de comunicação mais sério era o de perto."

Millôr Fernandes

 

(*) Roberto Piernikarz é Diretor Geral da BBZ Administradora de Condomínios; Bacharel em Administração de Empresas pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Atua no setor há mais de 17 anos, tendo sido responsável pela implantação de mais de 300 condomínios, e participado da capacitação de mais de 1000 síndicos profissionais, além de ter colaborado com diversas matérias publicadas nos principais meios de comunicação do país. Colunista do Site do IG.