Coluna: De Olho no Mercado

Crédito focado para condomínios

Benfeitorias podem acontecer com aporte externo

Por Mariana Desimone

02/07/19 12:18 - Atualizado há 44 dias


A inadimplência nos condomínios só aumenta. Segundo a Abadi (Associação Brasileira de Administradoras de Condomínios), antes da crise, a inadimplência média nos condomínios era de 5%. Hoje, a média é de 12%.

Assim, manter a saúde financeira dos condomínios em geral fica um desafio cada vez maior. Fazer melhorias que impactarão positivamente no local e que podem, inclusive, ajudar a diminuir o valor da taxa seguem mais inacessíveis.

Muitos condomínios preferem guardar dinheiro por um período para conseguirem fazer frente a custos desse tipo – o que nem sempre é possível.

Pensando nesse tipo de cenário, a Empresta Capital, instituição financeira pioneira em serviços do tipo para condomínios, desenvolveu linhas de crédito para empreendimentos com dois diferenciais: não há necessidade de garantias do condomínio e nem avalista.

“Nossa missão é oferecer crédito de forma inovadora e sustentável para os condomínios”, explica Rodrigo Daniel, gestor de risco e compliance da Empresta Capital.

Um dos créditos mais procurados pelos condomínios hoje, de acordo com a empresa, é para viabilizar a implementação de portaria remota.

Como funciona a tomada de crédito para portaria remota?

Trocar a portaria convencional pela remota é uma decisão que muitos condomínios têm tomado, principalmente nos grandes centros urbanos.

Porém, os custos envolvidos no primeiro momento podem pedir um fôlego que o condomínio não apresenta no momento.

“Cabeamento, câmeras dos modelos certos, gastos com serralheria, e até mudanças na infraestutura do prédio podem ser bastante representativas para as finanças do condomínio”, aponta Rodrigo.

Foi o que aconteceu no condomínio onde Wilson Cândido de Souza é síndico profissional. 

“No total, nosso aporte foi de R$ 80 mil. Utilizamos para a portaria remota e o sistema de CFTV”, explica o síndico, que parcelou o total em 24 vezes.

O gestor contou que a ideia de implementar a portaria remota já havia sido discutida e que foi bem recebida em assembleia. 

“Gostei porque todo o processo com a empresa foi claro e transparente. Foi a negociação com juros mais em conta que encontramos. Se fôssemos fazer de outra forma, sairia mais caro”, calcula Wilson.

Para tomar o crédito, o condomínio entra em contato com a empresa, que pede alguns dados para a análise, como os últimos balancetes, nível de inadimplência, etc.

O parcelamento pode ser feito em até 48 vezes, com a carência da primeira parcela em até 4 meses. 

Geralmente, o que mais tende a demorar para a liberação do crédito é a aprovação assemblear, necessária devido ao valor significativo. 

Com a anuência dos condôminos, o dinheiro é liberado rapidamente para o condomínio.

Outro ponto que dá tranquilidade para quem toma um crédito da Empresta Capital é o cuidado tomado com as informações pessoais.

“Seguimos muitas diretrizes de segurança a respeito dos dados sigilosos e do banco de dados dos nossos clientes. Temos muita responsabilidade quanto à gestão desse tipo de informação”, explica Wilson.

Outros serviços

Além da portaria remota, a Empresta Capital oferece também crédito para situações emergenciais. O valor é de até R$ 40 mil e é liberado com a anuência do conselho, dispensando a aprovação prévia assemblear.

Importante lembrar que na próxima assembleia o síndico deverá justificar para os condôminos o motivo de ter pedido esse crédito.

Saiba mais

Empresta Capital ou 0/xx/11/3284-9816.

 

Nota: a coluna “De olho do mercado” se refere a informes publicitários. Esse tipo de texto publicitário serve para que um anunciante escolhido pela equipe do SíndicoNet explique como funciona seu produto ou serviço de maneira diferenciada. O SíndicoNet não trabalha com matérias pagas, e essa é a nossa maneira de lhe dizer que esse conteúdo é publicitário, e que foi escolhido cuidadosamente para você, nosso leitor. Caso tenha dúvidas sobre outros conteúdos publicitários no nosso portal, por favor, nos escreva aqui. Isso reafirma o nosso compromisso com a transparência do nosso conteúdo.