Coluna: De Olho no Mercado

Crédito para obras emergenciais em condomínios

Síndico não precisa adiar obras que coloquem em risco a segurança dos moradores. Há meios de financiamento sob medida para o segmento condominial

Por Inês Pereira

29/10/19 12:11 - Atualizado há 40 dias


A recente tragédia ocorrida no dia 15 de outubro, com o desabamento do prédio de sete andares, localizado num bairro nobre de Fortaleza, ainda está fresca na memória da sociedade. E é muito importante que esteja. Imagine o síndico e, portanto, responsável pela segurança do condomínio, vivenciando uma situação como esta. Nem dá para cogitar, não é mesmo?

Infelizmente, a síndica do Edifício Andréa não pôde testemunhar sobre os motivos que levaram à queda da construção. Conforme noticiado, ela foi a última das nove vítimas fatais localizadas entre os escombros

De acordo com o engenheiro responsável pela obra, que seria realizada em alguns dias, foram detectados mais de 100 pontos com falhas estruturais. Mas o que saltou aos olhos de moradores e funcionários foi o estado das pilastras, com as ferragens aparentes e alto grau de corrosão.

No mundo ideal, qualquer síndico minimamente responsável levaria os problemas do condomínio à assembleia e rapidamente resolveria a questão. Ocorre que, na vida real, a falta de condições de se criar um fundo é uma situação comum. Assim, as soluções eficientes acabam sendo substituídas por medidas paliativas. 

Falta de verba inviabiliza manutenção

Se a manutenção fosse realizada conforme pedem as boas práticas de gestão, ou seja, preventivamente, a tragédia do Edifício Andréa seria evitada. O entrave que determinou o adiamento do reparo mais urgente, de acordo com as notícias, foi o valor de R$ 22 mil. 

Quando o condomínio não consegue formar um  fundo de obra ou de reserva, tem que lidar com consequências. A começar pela desvalorização do patrimônio e, daí para frente, os problemas se tornam mais graves até colocar em risco a vida das pessoas.

Por outro lado, recorrer a empréstimos bancários pode trazer um novo problema, caso o condomínio não tenha um fluxo de caixa saudável. Mesmo com o suporte de uma administradora e de um escritório de contabilidade muito competentes, é complicado lidar com dívidas.

A Empresta Capital vai além dos serviços oferecidos pelos bancos convencionais. Por trabalhar única e exclusivamente com o mercado de condomínios, conhece as peculiaridades desse universo. 

“Somos a única instituição financeira com o DNA do mercado condominial, totalmente focada e inserida no dia a dia dos condomínios. Por isso temos condição de oferecer consultoria financeira que possibilite valorização e economia”, resume Alexandre Balaton, diretor de Novos Negócios da Empresta Capital. 

Propostas customizadas para condomínios

Não há um perfil específico de condomínio mais adequado aos produtos/serviços da Empresta Capital. Pequenos ou grandes empreendimentos, todos podem usar o crédito e para qualquer necessidade – desde obras e intervenções emergenciais até antecipação de projetos como retrofit, ou outras melhorias

“Temos um modelo exclusivo de oferta, totalmente desburocratizado, que oferece aos síndicos muita tranquilidade e segurança na tomada do crédito. Sem garantia e ou burocracia, com segurança e confiabilidade da origem do capital, já que nossa instituição é homologada pelo Banco Central”, explica Balaton.  

O que as linhas de crédito oferecem:

Conforme os especialistas do SíndicoNet alertam exaustivamente, os protocolos de segurança como inspeções periódicas na estrutura do condomínio e a manutenção periódica são condições obrigatórias e de total responsabilidade do síndico. Se esses procedimentos ainda não fazem parte da sua agenda de síndico, é fundamental se organizar e incluir. E se identificar problemas, aí sim lance mão dos recursos disponíveis para realizar a obra de reparo o quanto antes. 

Para facilitar o caminho de uma decisão, caso necessário, a Empresta Capital oferece um aplicativo de simulação de empréstimos. É só escolher o valor que o condomínio precisa e dá para ver na hora o orçamento e as opções de parcelas. 

Com a certeza da viabilidade, você se sentirá mais seguro para convocar a próxima Assembleia e levar uma boa proposta para os moradores.

Nota: a coluna “De olho do mercado” se refere a informes publicitários. Esse tipo de texto publicitário serve para que um anunciante escolhido pela equipe do SíndicoNet explique como funciona seu produto ou serviço de maneira diferenciada. O SíndicoNet não trabalha com matérias pagas, e essa é a nossa maneira de lhe dizer que esse conteúdo é publicitário, e que foi escolhido cuidadosamente para você, nosso leitor. Caso tenha dúvidas sobre outros conteúdos publicitários no nosso portal, por favor, nos escreva aqui. Isso reafirma o nosso compromisso com a transparência do nosso conteúdo.