O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Morador ilegal

Jovem que ocupava unidade em condomínio é preso por furtar água e luz

Publicado em: quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Universitário é detido por furto de água e energia em condomínio no Parque 10

O delegado disse que o jovem e a família ocupavam irregularmente o apartamento há quase 10 anos Policiais civis da Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS) prenderam em flagrante, nesta segunda-feira (19), o universitário Andrei Serrão de Alencar, 26, por furto de água e energia elétrica. O delegado Alfredo Dabella disse que Andrei e a família ocupavam irregularmente o apartamento em um condomínio no bairro Parque 10 de Novembro, na zona centro-sul de Manaus, há quase 10 anos. Nesse período, não se regularizaram perante a instituição bancária responsável pelo financiamento.

“Há cerca de um ano, a instituição bancária colocou o imóvel em leilão que foi comprado por um casal. Os novos proprietários foram fazer a inspeção do local e verificaram que o serviço de água e energia elétrica estava irregular. Com isso, eles entraram com uma representação criminal na delegacia”, contou Dabella.

Os policiais constataram que o universitário possuía uma dívida de R$ 4 mil na concessionária de água e no prazo de um ano o abastecimento do serviço já havia sido suspenso por duas vezes. Em relação à energia elétrica, o contador não fazia o registro do consumo. Em depoimento, Andrei informou que mora no apartamento com um irmão e sua cunhada e os dois também devem ser indiciados no crime de furto, porque se beneficiavam da água e energia elétrica consumidas de forma ilegal. O universitário foi liberado após o pagamento de fiança.

Crime previsto em Lei

O crime de furto corresponde ao Artigo 155 do Código Penal Brasileiro, prevendo pena de um a quatro anos de reclusão e multa. A lei diz que o crime é uma ação de “subtrair para si ou para outrem coisa alheia móvel”.   Para denunciar crimes dessa natureza, a população pode entrar em contato com a Polícia Civil nos telefones da DECFS: (92) 3622-7837 ou pelo Disque-Denúncia da Secretaria de Segurança Pública, número 181.

Fonte: http://new.d24am.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...