O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Condomundo

Não parece, mas incomoda: Barulho de salto, móveis, etc.

Campanha de conscientização para condôminos

A campanha “Não parece, mas incomoda” é uma maneira bem humorada de conscientizar os moradores que fazem barulho sem perceber – seja de salto alto, móveis, ruídos de crianças – depois das 22h.

Pois é, aquele barulho que achamos que não incomoda ninguém, pode estar atrapalhando, e muito, a vida dos seus vizinhos!

Fala a verdade: você imaginaria que um simples sapato de salto alto ou um calçado com sola de madeira poderia incomodar, e muito, os seus vizinhos, principalmente se o local não tiver carpete?

... Que as vezes eles estão naquele momento gostoso, quase dormindo, e começam a ouvir um toc, toc, toc, toc... E que aí ninguém consegue relaxar, até o barulho parar?

... Ou então aquela TV um pouco mais alta, para ouvir quando saímos da frente do aparelho para ir até a cozinha, rapidinho, e não perder nada do programa???

É.. isso pode estar deixando seus vizinhos malucos!

Muitas vezes, em condomínio, incomodamos e nem sabemos! Ou então não dimensionamos o incômodo que causamos nas unidades vizinhas. E sabemos como é importante ter um bom relacionamento com eles.

Por isso, lembre-se: evite o uso de salto dentro da unidade, de TV alta, de barulho de criança e de arrastar móveis – pelo menos entre as 22h e as 07h!

Sem incomodar, cuidamos do condomínio como um todo. Pense nisso!

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...