Coluna: De Olho no Mercado

PROAD: certificação para administradoras de condomínio

Entenda como funciona o programa, que tem a missão de certificar as empresas com base em critérios de padrão de qualidade

Por Inês Pereira

23/10/19 02:48 - Atualizado há 46 dias


O segmento condominial tem uma profusão de administradoras atuando sem um padrão definido, prestando serviços de muito bons a muito ruins; por vezes, sem critérios de transparência, diretrizes ou procedimentos. 

Essa situação causa uma disparidade enorme entre as administradoras, praticamente deixando os síndicos sem nenhuma referência para fazer a sua escolha”, avalia Omar Anauate, diretor de condomínio da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC). 

Como, então, fazer a escolha certa da administradora? 

O Programa de Autorregulamentação da Administração de Condomínios (PROAD) – um selo que garante a excelência na administração de condomínios – foi criado justamente para ajudar o síndico nesse desafio.

Como funciona a certificação PROAD  

Com a realização do Sindicato da Habitação (Secovi-SP) e da AABIC, o programa avalia minuciosamente todos os serviços de cada empresa. No final do processo, emite o selo de certificação àquelas que atendam as normas e os procedimentos estabelecidos no regulamento do programa.

Tudo auditado pelo grupo internacional Bureau Veritas, fundado em 1828, líder mundial em certificações. 

A AABIC e o Secovi-SP atuam no conselho de ética e credenciamento do PROAD. De acordo com Marco Gubeissi, diretor de administradoras do Secovi-SP, cabe às entidades fixar as diretrizes, fiscalizar a execução, examinar e deliberar sobre as questões relativas ao cumprimento do regulamento do programa.

Requisitos para certificação PROAD

Entre os requisitos exigidos, a administradora precisa:

Benefícios para todos do segmento de condomínios

Ao elevar os padrões de qualidade necessários em prestação de serviços para condomínios, todo o setor atinge um novo patamar de qualidade, por consequência.

Bom para os síndicos, que contam com um selo de certificação que atesta a credibilidade e a competência da empresa escolhida. 

“Contratar uma empresa que está fora desses padrões é colocar em risco a vida do condomínio”, diz Anauate.  

Para as administradoras, investir no PROAD é importante, principalmente se buscam constantemente melhorias em suas atividades e almejam um lugar de destaque no mercado competitivo.

Validade da Certificação PROAD 

O selo tem validade de dois anos, para que as administradoras de condomínio mantenham o mesmo padrão de qualidade ao longo do tempo.

A empresa certificada passará por novo processo de auditoria do Bureau Veritas depois de um ano, para a verificação da manutenção da certificação.

Essa é a missão do PROAD: deixar para trás aquilo que já não cabe mais ao mercado, para valorizar e expor as boas práticas”, resume Anauate.  

Nota: a coluna “De olho do mercado” se refere a informes publicitários. Esse tipo de texto publicitário serve para que um anunciante escolhido pela equipe do SíndicoNet explique como funciona seu produto ou serviço de maneira diferenciada. O SíndicoNet não trabalha com matérias pagas, e essa é a nossa maneira de lhe dizer que esse conteúdo é publicitário, e que foi escolhido cuidadosamente para você, nosso leitor. Caso tenha dúvidas sobre outros conteúdos publicitários no nosso portal, por favor, nos escreva aqui. Isso reafirma o nosso compromisso com a transparência do nosso conteúdo.