Coluna: De Olho no Mercado

Venda da inadimplência pode ajudar a evitar aumento da cota

Começo do ano é um bom momento para planejar a gestão do período

Por Mariana Ribeiro Desimone

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019


A inadimplência, sabemos, é uma das grandes questões a ser enfrentadas pelo síndico. Porém, não é, nem de longe, o único ponto com o qual o gestor precisa se ocupar.

Com a assembleia de início de ano, aprovação de contas do último ano e a previsão orçamentária, e a inadimplência em alta em muitos condomínios, pode ser que um reajuste no valor da cota condominial se faça necessário. 

É certo que, em muitos empreendimentos, um reajuste da cota é necessário. Porém, naqueles em que a inadimplência é alta, pode haver uma outra alternativa: a venda da mesma para uma empresa que faça a gestão dessas cobranças.

“É uma forma de começar o ano com dinheiro no caixa e diminuir uma demanda para o síndico, que não vai precisar mais gerir o assunto”, explica Hadan Palasthy, sócio da empresa CreditCon, especializada nesse tipo de serviço.

Dessa maneira, o dinheiro entra no condomínio e o síndico pode concentrar suas energias em administrar outras áreas do condomínio.

Benefícios da venda de inadimplência do condomínio

Se o seu condomínio tem mais de R$ 50 mil em cotas condominiais atrasadas, o síndico pode entrar em contato com a empresa, que irá fazer um estudo do caso específico do condomínio, com base da lista atualizada dos inadimplentes do condomínio.

“Esse dinheiro entrando em caixa faz com que o condomínio muitas vezes não precise mexer no valor da cota, e também pode ajudar a dar uma entrada em uma obra de melhoria, negociar uma indenização ou qualquer outra demanda financeira do condomínio”, exemplifica Hadan.

Além de pagar o que está atrasado para o condomínio à vista, a empresa fica responsável pelo recebimento e cobrança das cotas futuras de todos os condôminos.

Dessa forma, o síndico não tem mais a preocupação de cobrar os moradores e nem fica responsável por gastos com advogados, peritos e custas de processos contra os devedores.

“A empresa fica responsável por toda a parte de cobrança, e o síndico recebe, todo mês, com pontualidade, as cotas devidas”, argumenta ele.

Como funciona a venda da inadimplência

Depois do contato, a empresa envia uma proposta para o condomínio. A mesma deve ser votada e aprovada em assembleia. Com a anuência dos condôminos, então, o condomínio envia os documentos necessários para a venda da inadimplência.

“Todo esse processo costuma demorar, em média, 30 dias. Porém, se o condomínio estiver com seus documentos em dia, pode chegar à metade do prazo”, compara Hadan.

A empresa cobra um percentual do condomínio para efetuar esse trabalho.

“Conseguimos trazer um resultado bastante positivo para os condomínios. Procuramos trabalhar sempre com um cenário de justiça e com foco em recuperar o dinheiro do condomínio”, finaliza ele. 

Saiba mais

CreditCon ou 0/xx/11/ 3862-3388 

Nota: a coluna “De olho do mercado” se refere a informes publicitários. Esse tipo de texto publicitário serve para que um anunciante escolhido pela equipe do SíndicoNet explique como funciona seu produto ou serviço de maneira diferenciada. O SíndicoNet não trabalha com matérias pagas, e essa é a nossa maneira de lhe dizer que esse conteúdo é publicitário, e que foi escolhido cuidadosamente para você, nosso leitor. Caso tenha dúvidas sobre outros conteúdos publicitários no nosso portal, por favor, nos escreva aqui. Isso reafirma o nosso compromisso com a transparência do nosso conteúdo.