O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Fabricio Paiva

Qual a melhor maneira de anular atas?

Por Fabricio Paiva
Perguntou há mais de 1 ano

Em caso de voto de inadimplente, é melhor anular nas pequenas causas?, pedir liminar em processo já existente de cobrança por fração ideal? ou apresentar as atas pedindo anulação em audiência desse mesmo processo?

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (2)

Ordenar:

Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Fabricio,

Se já tem um processo por fvração ideal, não pode misturar as coisas.
Tem que fazer outro processo de anulação das atas.
Mas que quer anular as atas e não solicitar que a AGE seja considerada nula?
Qual é o problema?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Angelina Somolanji R. Oliveira
Angelina Somolanji R. Oliveira

Respondeu há mais de 1 ano

Fabrício:
Acho que pedir anulação só vale a pena se o voto do inadimplente foi importante para a aprovação ou reprovação de algo. Se retirando o voto do inadimplente não muda nada, eu acho que é perda de tempo seu e do juiz que provavelmente dará ganho de causa do condomínio com um "puxão de orelha" para ficar atento com isto (voto de inadimplente).

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.