O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Administradora cancelou uma assembleia por conta própria pois ela não foi favorável a eles.

Por Leticia
Perguntou há mais de 1 ano

Na última assembleia um morador questionou vários custos superfaturados da administradora e acabamos por não aprovar as contas do prédio, formando uma comissão de moradores para fazer uma previsão orçamentária paralela, a fim de provarmos que o condomínio não tinha necessidade de aumento de taxa (iria aumentar mais de 100 reais).

Isso constou em ata, mas o representante da administradora até hoje (1 mês depois) não liberou para os moradores pois disse que a ata não corresponde com a realidade (na verdade, ele não quer soltar a ata porque o presidente da mesa exigiu que os fatos fosse descritos da forma como acontecem e não como o corpo diretivo quer). Hoje ficamos sabendo que ele cancelou a assembleia por conta própria, alegando que nada lá foi útil e resolvido e que irá refazer a assembleia afim de impor o aumento na taxa do condomínio e tirar a comissão formada (a que ficou de fazer uma previsão paralela) da jogada,

Estamos preocupados, pois tudo o que já tentamos para colocar o condomínio nos eixos não deu certo, e se o administrador pode cancelar uma assembleia desfavorável a ele, ele pode fazer tudo aqui dentro. Agora convocamos 1/4 dos condôminos para assembleia emergencial, mas temos medos deles cancelarem. Existem possibilidades disso ocorrer?

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (2)

Ordenar:

Osni - Assembleia.Click
Osni - Assembleia.Click

Respondeu há mais de 1 ano

Sra. Letícia. Com todo o respeito que a senhora merece, me permita responder citando duas coisas.
PRIMEIRA: A LEI 10.406 Artigo 1.347. A assembléia escolherá um síndico, que poderá não ser condômino, para ADMINISTRAR o condomínio, por prazo não superior a dois anos, o qual poderá renovar-se...... portanto quem administra é o Sindico!
SEGUNDA: Quando um condomínio deixa que a empresa de administração tome conta e deixe de ser uma empresa prestadora de serviços pata ter mais autoridade que o Sindico e os Condôminos, a coisa está totalmente errada.
Empresa de Administração é uma empresa que presta serviços ao condomínio assim como a empresa que arruma os portões, antena, limpa fossa, etc etc.
Enquanto os condôminos (e síndico) continuarem a dar poderes muito maiores que as empresas de administração devem ter, a coisa tende, sempre, a piorar.

Em tempo: Sou Sindico em 2 prédios e administro outros 3.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (2)
Leticia
Leticia

Comentou há mais de 1 ano

Osni, infelizmente em meu prédio os moradores são, falando de forma muito franca, uns covardes. Abaixam a cabeça para tudo o que a administradora e a síndica falam. Tanto é que, mesmo convocando essa assembleia, a maioria disse que não vai porque não querem criar confusão. E nessa o condomínio pulou de 395 para 500 reais, o que é incabível, uma vez que já levantamos as contas e o prédio não necessidade elevar a taxa, pelo contrário.

A síndica passa de porta em porta arrancando procuração dos moradores sem avisar pra qual é a finalidade e aproveita e difama os moradores que sã contra ela. Muita gente já nos virou a cara. Ela tem um poder impressionante, tudo arranja, no entanto, pelo representante da administradora que chega a ser agressivo.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Comentou há mais de 1 ano

Prezado Osni,

A Lei 10.406/02 já foi alterada e a lei atual é 10.931/2004.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Leticia,

Voces não têm sindico? se tem corpo diretivo tem sindico e o que ele diz disso? por acaso ele é a administradora?

Quem assina a ata é o presidente da mesa se ele não está querendo assinar a ata por questões de irregularidades, a administradora só pode cancelar se algum morador entrar com ação por irregularidade.

Para ver se o reajuste procede, peguem uma pasta mensal, somem as despesas, veham quano entr da cotas condominiais para testar se as despesas estão maiores do que receitas. Isso é um pequeno passo,

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Leticia
Leticia

Comentou há mais de 1 ano

A síndica aqui tem laços estreitos com o administrador, inclusive ela não fala nada nas assembleias, ele é quem fala por ela. O que ela faz aqui é pegar procuração dos moradores pra conseguir viabilizar tudo aqui dentro, tanto que já está há 10 anos no poder e há 10 anos atua essa administradora. Eles são unha e carne. Tanto que eles têm um macete que impedem outras chapas de ganhar as eleições. E ela tem um poder incrível de fazer a cabeça dos moradores...

O presidente da mesa corrigiu a ata e assinou, mas o administrador junto com a síndica decidiu que a ata não correspondia aos fatos (eles queriam que a ata omitisse o fato de ambos desrespeitarem os moradores, a maioria aqui é idoso e mulher e o presidente negou).

As contas já fizemos. Há serviços sendo cobrados 3 vezes o valor normal de mercado, gastos excessivos e falta de notas fiscais. Por isso convocamos assembleia emergencial, pedindo explicações. Mas ela já deixou bem claro e anda avisando aos moradores que essa assembleia não é válida e que é para eles não comparecerem.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.