O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

-As contas do condominio não foi aprovada!

Por Francisco Vieira da Silva
Perguntou há mais de 1 ano

-As contas do condominio não foi aprovada.
-Entre os membros do conselho constava uma unidade, que por um longo tempo analizou as contas recusadas, que respondia processo judicial movido pelo condominio para prestação das contas de sua unidade.

-Em assembleia determinaram um novo conselho e um prazao para conferir das contas recusadas. O prazo para confeir começa a contar a partir da data em que foi realizada a assembleia ou a data do registro em cartorio da ata.

-Qual a forma ou critério, (informações do perfil de sua pessoa e sua unidade relacionados a idoneidade) utilizado para escolher um novo Corpo Diretivo ( sindico, sub sindico e os conselheiros) numa nova eleição e tambem um novo conselho, para reconferir as contas recusadas, entre eles Conselheiro Suplente sem que nenhum dos conselheiros que conferiu as contas recusadas pedisse demissão. E entre os novos conselheiros um conselheiro que faz parte conselho que analizou as contas recusadas.

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (2)

Ordenar:

Eduardo Gimenez Junior
Eduardo Gimenez Junior

Respondeu há mais de 1 ano

Quando as contas são recusadas, o sindico deve ser afastado ou destituido, assim como o conselho fiscal.Elege-se um novo sindico e novos conselheiros para poder aprovar a contratação de uma auditoria independente para avaliar as contas.Neste caso amadorismo só causa duvida e é melhor um profissional analisar e te dar um parecer concreto a respeito da documentação.
Se alguem contestar e os moradores aceitarem, contrata-se uma nova auditoria, mas tem que ser profissional.
Não dá pra avaliar o carater de ninguem baseado na ficha limpa do SERASA, somos seres humanos e dependendo do carater do cidadão(a) o poder pode lhe subir a cabeça.E se voce mora em um condominio em que voce não possa confiar ao menos naquele louco(a) que se candidatou a ser o homem ou mulher que vai ser chamado de ladrão e vai assumir toda a responsabilidade em um cargo que mexe com o dinheiro alheio, a egos inflados e pessoas que gostam de intrigas, melhor se mudar para uma ilha deserta.Desculpe.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Caro Francisco,

Se as contas do sindico não foram aprovadas, o correto é o morador ou os moradores pedirem explicações ao sindico. Se ele não der, faz-se uma destituição do mesmo através de abaixo assinado por um 1/4 dos moradores adimplentes.

Quanto ao conselho fiscal, eles podem nem ter analisado as pastas, por isso, não é necessário destitui-los por esse simples fato. As pessoas não têm tempo mesmo.
Quem aprova as contas são os proprietários, cabendo aos conselheiros apenas dar um parecer que a assembleia segue se quiser. Os moradores precisam acompanhar a gestão do sindico e não ficar dependendo do conselho.

Além de destitui o sindico o que vocês podem fazer é votar, na mesma assembleia que destitui o sindico ou uma auditoria ou um grupo de moradores que entendem de balancetes para verificar as pastas em grupo de 2 ou 3 pessoas.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

7.146 Compradores
14.703 Cotações
6.000 Fornecedores
Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.