O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Inquilino sindico

Por Daniela Pantano
Perguntou há mais de 1 ano

No meu condominio o sindico atual é inquilino, mas ja nao mora mais no condominio, se mudou sem nem avisar os moradores e descobrimos e estamos fazendo uma assembleia pra novo sindico, mesmo ele sendo inquilino e nao morando mais no condominio ele tem direito de continuar recebendo o salario do sindico ate ser decidido o novo sindico? nao assumiria o vice sindico???

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (4)

Ordenar:

E. Rui Franco
E. Rui Franco

Respondeu há mais de 1 ano

Daniela, a Figura do Sub, substitui o Síndico em sua ausência. A gestão do atual está no fim ou acabou ? Se ele abandonou, pode ser processado, pois assumiu um compromisso. Essa assembléia foi requerida por 1/4 dos condôminos ? Se ele está exercendo suas funções, tem direito a receber. Um síndico pode ser qualquer pessoa física ou jurídica e morar ou não no condomínio. Se ele como inquilino, foi eleito, era porque tinha procuração do Proprietário e estava quite com o condomínio. Bem pelo menos é o que eu espero. Pois se não for assim, está tudo errado .

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Daniela,

Quaslquer pessoa pode ser sindico e no caso do inquilino, somente se ele estiver quite com as cotas condominiais.
Mesmo ela tendo se mudado, pooderá continuar sendo síndico, pois não é necessário morar no condomínio. Veja o caso do spindico profissional.
Agora, se ele foi embora, não deu nenhuma satisfação e desapareceu, aí vocês têm que tomar providencias.
Tendo subsindico, ele assume até resolver essa pendencia, o que pode ser resolvido logo.
Se ele não abandonou o condomínio e era pago, poderá requerer o pagamento alegando que foi nomeado por AGE ou AGO.
Sugiro que procure esse sindico, esclareçam a situação com ele para não se virem com ação nas costas.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Daniela

Ao pé da lei sub síndico n��o existe portano,a menos que esteja muito claro na Convenção ou na Assembleia que o elegeu que sub síndico assume o préido, ele não vai conseguir representar em juizo ou bancos, e não tem legitimidade para fazer cobranças, não é um bom negócio certo?.

PORTANTO, o melhor mesmo é fazer tudo de acordo com a lei. Síndico não precisa ser dono ou morar no prédio, haja vista a quantidade de síndicos profissionais. Nenhum problema, legalmente falando, que o síndico continue na função até o final do seu mandato. E claro está que se ele tinha um salário para isso ele continua recebendo esse salário.

Se ele não está administrando bem o prédio, então vocês podem, com 1/4 ds condominos, chamar uma assembliea para a devida prestação de contas e, se for o caso, eleição de um novo síndico MAS você só PODE depor o síndico com o voto favorável da METADE DOS CONDÔMINOS.

Se ele mesmo está chamando a assembleia fica mais fácil, OK? Ele responde pelo prédio até a posse do novo síndico, repito, sub sindico só tera amparo legal para representar o prédio, assinar cheques, etc, se consta isso claramente na convenção e após o síndico sair, por enquanto ele não abandonou o barco.

Abraços

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Jussara Cunha
Jussara Cunha

Respondeu há mais de 1 ano

O síndico poderá ser condômino ou pessoa física ou jurídica estranha ao condomínio, salvo se a convenção dispuser diferentemente.

O subsíndico apenas assume na AUSÊNCIA do síndico de suas funções. Caso a síndica tenha se mudado MAS continuou trabalhando, não haveria motivos p/ o subsíndico assumir.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.