O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

uma obra de interfone no valor de 34.000,00 pode ser aprovada pelo corpo diretivo ?

Por Ricardo Garcia Vieira Reis
Perguntou há mais de 1 ano

Foi aprovado a obra em assembleia e um orçamento
na qual a empresa contratada recebeu o valor da obra e não a concluiu
mas o valor aprovado era de 17.000,00 e agora o corpo diretivo fez tres orçamentos e entre eles mesmo aprovaram um orçamento de 34.000,00 sem aprovação de assembleia com a aprovação dos condominos

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (8)

Ordenar:

Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Ricardo,

Que trabalho caro hein?
O conselho não tem autoridade para votar uma obra desse porte, em termos de valortes. Obrigatoriamente tem que ser aprovado em assembléia, já que são 3 empresas diferentes e o valor dobrou.

Não está correta a decisão desses senhores e nem podce ser dessa maneira.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Angela Merici Grzybowski
Angela Merici Grzybowski

Respondeu há mais de 1 ano

Ricardo, a assembleia aprovou numa situação anterior a atual e com empresa diferente da que vai realizar a obra agora, então agora começa tudo do Zero de novo. O síndico deve coletar os orçamentos e chamar novamente a assembleia e explicar o que aconteceu e especialmente por que o valor agora é o dobro do anterior para que vocês possam aprovar ou não essa obra.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
marcelo soares yaralian
marcelo soares yaralian

Respondeu há mais de 1 ano

negativo tem de fazer a assembleia para aprovaçao

duvidas ,SINDICAPROFISSIONALE @HOTMAIL.COM

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
marcelo soares yaralian
marcelo soares yaralian

Respondeu há mais de 1 ano

DESCULPA O IMAIL,SINDICOPROFISSIONALE@HOTMAIL.COM

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Bianca Lunetta Panariello
Bianca Lunetta Panariello

Respondeu há mais de 1 ano

Obviamente tem que fazer cumprir a decisao em assembleia, mas acho a diferença interessante. Procure bo sindico e o corpo diretivo para explicar o porque da mudanla da empresa e o motivo de precisar usar o dobro. Com certeza haverá uma expliocaçao;;;;

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
RAPHAEL DE OLIVEIRA ALVES
RAPHAEL DE OLIVEIRA ALVES

Respondeu há mais de 1 ano

Ricardo,

Tinha ouro nesse Interfone? Os monofones são banhados a ouro?

Rapaz, fique esperto!

Cabe sim uma A.G.E., a fim de se trazerem à tona todos os acontecidos, bem como os porquês do projeto não ter prosperado.

Convoque os Condôminos, e solicitem explicações! Neste caso, três orçamentos na praça, bem como todos os requisitos (qualidade, melhor preço, serviço, etc) devem ser analisados antes da aprovação.

Corpo Diretivo se acha dono da grana agora??

Fiquem de olho!

Att.,

Raphael Alves

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Jussara Cunha
Jussara Cunha

Respondeu há mais de 1 ano

Todos já postaram: um valor desses - é um carro do BOM ZERO! - tem que ter AG.
Mas vejamos alguns aspectos:
* Empresa que venha consertar o que outra anterior não tenha feito, normalmente cobrará mais.
Porém porque o contrato com a anterior não foi honrado? E não existe multa por não conclução da obra contratada? Deixa de fazer e fica por isso mesmo? Vaca no pasto?
* Interfones estão sendo instalados pela primeira vez? Não existiam anteriormente? Só um volume desses justificaria um valor de R$ 17 mil em cerca de 600 pontos de interfones pelo condomínio. Uma excelente reforma, garantidamente colocando TODOS os pontos funcionais, R$ 20,00/ponto + interfone estaria um preço bem razoável!
* Se a outra empresa cobrou o DOBRO para continuar a obra, o que a outra fez? NADA? Terá que refazer TUDO que a outra fez (ou não fez)?
* O valor de R$ 34 mil só se justificaria (pelos meus valores) em um condomínio com cerca de 1700 pontos (aptos e área comum) - é um condomínio bem grande (existem maiores). para a instalação DO ZERO.
*

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
E. Rui Franco
E. Rui Franco

Respondeu há mais de 1 ano

Ricardo, sem entrar no mérito do valor, pois não conheço seu condomínio, nem quantas torres e a distância da implantação, principalmente se for partir do zero. ou troca de eletrodutos e calhas além dos cabos e aparelhos. Mas se foi aprovada a contratação por R$17 mil, qual a base dessa aprovação. Os cuidados com a contratação do executante foi bem falha, essa conta os contratantes tem que pagar pois erraram na escolha e escolheram mal, nem sempre o orçamento mais barato é o melhor. Enfrento isso diariamente pois comercializo Grupos Geradores ( aqueles que me acompanham devem saber que sou Síndico. não pelo R$ que recebo ). E na grande maioria dos casos, há preços e preços. Se querem pagar pouco, recebem o que compram se querem pagar o justo, recebem o que precisam ( perco muitos negócios por causa de não sacrificar a qualidade e fornecer o que precisam ). Um pulo que chega ao dobro, demonstra algúm problema e talvez seja esse o porque da que não concluiu ter parado o serviço. Mas devem procurar receber de volta o que pagaram, ou da Empresa se ela existir, ou dos Administradores que a contrataram sem os devidos cuidados. Sugeriria uma nova Assembléia e que antes da contratação, um conselho de obras, fizesse o B - A - Bá de qualquer contratação. Verificar quem e como e porque ! O Corpo diretivo terá que se explicar. A menos que esteja sobrando dinheiro no caixa.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

7.146 Compradores
14.703 Cotações
6.000 Fornecedores
Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.