O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Carlos Roberto Venier

Indadimplência de cotas condominiais

Por Carlos Roberto Venier
Perguntou há mais de 1 ano

Bom dia. Quando há inadimplência de duas unidades no condomínio, praticamente iguais em valores, uma está sendo cobrada judicialmente, enquanto a outra não, O condomínio pode ser acionado por discriminação e falta de isonomia entre os dois devedores? Há arbitrariedade do síndico em razão de não haver deliberação em AG? Obrigado.

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (6)

Ordenar:

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura

Respondeu há mais de 1 ano

Bom dia! Não há nada de concreto sobre isso, mas compete aos condôminos resolverem isso internamente ,inclusive destituindo o sindico.

Fonte: 12

Assinatura: paulorodrbiguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Sem conhecer todo o histórico não tenho como te orientar.

Assinatura: Gestora de Imóveis - Graduada Universidade CESUMAR. Pós Graduada SENAC. Mediação e Arbitragem TASP.
contato: mari.marta_imoveis@hotmail.com

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Eliasar Pereira Eduardo
Eliasar Pereira Eduardo

Respondeu há mais de 1 ano

Carlos, bom dia. Não, poder até pode. Mas a cobrança é liberalidade do síndico.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Geraldo Majella da Silva
Geraldo Majella da Silva

Respondeu há mais de 1 ano

Carlos - Não existe esta possibilidade, processar o condomínio, porque este processou um condômino inadimplente e não processou o outro condômino inadimplente. Você sabe o que está ocorrendo? Será que um prometeu pagamento ao Síndico ou solicitou um prazo para que o mesmo salde a divida dele? Ou o mesmo aceitou um acordo proposto pelo Síndico, até mesmo verbal. O Síndico não precisa de autorização de Assembleia para realizar as cobranças das cotas condominiais e se o condômino não efetuar o pagamento, o síndico poderá usar a Justiça para receber o que o condômino deve. Isto é a consequência de atuação sobre um débito devido a alguém, por qualquer pessoa, até mesmo um condômino.
Esta exigência o Código Civil determina nas obrigações de um Síndico.

Artigo 1.348 o Código Civil VII - cobrar dos condôminos as suas contribuições, bem como impor e cobrar as multas devidas; 0k

Fonte: Pessoal

Assinatura: Geraldo Majella da Silva

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Target Administradora
Target Administradora

Respondeu há mais de 1 ano

Olá Carlos,


Precisa verificar as informações dos dois condôminos.


TARGET | Administradora de Condomínios LTDA
Tel: (11) 2896-1582 ou (11) 95164-9457
Site: www.targetadm.com.br
E-mail: contato@targetadm.com.br
Facebook: @targetcondominios

Assinatura: TARGET Administradora de Condomínios - - Site: www.targetadm.com.br -- Email: contato@targetadm.com.br

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Fabio Pereira Arruda
Fabio Pereira Arruda

Respondeu há mais de 1 ano

Olá Carlos!
Cada caso é um caso. Muitas vezes um condômino inadimplente sinaliza um pagamento, viabiliza um acordo, demonstra interesse em regularizar seus débitos, enquanto outros são displicentes, arredios, mal educados, não demonstram preocupação e nem interesse em regularizar seus débitos, são enrolados, etc... Um bom escritório de cobrança/jurídico detecta isso facilmente. Um síndico bem orientado acertará nas providências com ambos, seja ela no âmbito extrajudicial ou judicial.

Assinatura: Fábio Pereira Arruda
fp.arruda@gmail.com

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.