O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Subsindico pode cobrar inadimplentes?

Por Jaqueline Giulietti
Perguntou há mais de 1 ano

Gostaria de saber se subsindico tem amparo legal para cobrar inadimplentes, ou se esta e uma atribuição exclusiva do atual sindico? Obrigada!

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (3)

Ordenar:

Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Jaqueline,

O sindico pode delegar poderes a outras pessoas. Se, em assembleia, ele deu esse poder, tudo bem, se não, subsíndico não faz nada há não ser quando o sindico ou viaja, ou adoece, ou morre.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Se houver previsão convencional ou delegação de poderes, nenhum problema.

Abraços

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Eduardo Gimenez Junior
Eduardo Gimenez Junior

Respondeu há mais de 1 ano

Melhor deixar esta função para sua administradora, ela é paga para isso.
Caso seja auto-gestão e se lhe foi delegada esta função, sim voce pode.Mas tem que estar documentado em ata.
Lembre-se, primeiro cartas de cobrança e depois processo.Cuidado com o assedio moral no trato com cobrança de inadimplentes e na frente de quem voce vai cobrar.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.