O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Reclamação por barulho infundada.

Por Fillipe da Silva Polak
Perguntou há mais de 1 ano

Ontem de madrugada a vizinha de baixo reclamou com o porteiro sobre barulho de televisão em meu apto. Porém, não havia nada ligado e estavamos dormindo desde as 22:30hr. O porteiro interfonou 3 vezes no meu apto, e a vizinha subiu para bater na minha porta. Ela insistiu que o barulho vinha do meu apartamento e disse que nós costumamos arrastar móveis de madrugada, o que não é verdade, pois todos os móveis do apto são embutidos. Vou conversar com a síndica hoje sobre o ocorrido, e gostaria de saber que procedimento posso tomar em relação ao porteiro e a vizinha?

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (12)

Ordenar:

Angela Merici Grzybowski
Angela Merici Grzybowski

Respondeu há mais de 1 ano

Filipe, o importante é saber de onde vem o barulho, só assim para resovler o problema, o porteiro atende à solicitação dos moradores, ele não pode sair da guarita para verfiicar se há baulho mesmo, então ele interfona, acreditando que o reclamante tem razão.
Peça para a sua vizinha provar que o barulho é oriundo da sua unidade.
OK?!

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Fillipe da Silva Polak
Fillipe da Silva Polak

Comentou há mais de 1 ano

O problema é que o porteiro sem ter ido verificar afirmou que o barulho era do nosso apartamento. Nós mostramos para a vizinha que não havia barulho em nosso apartamento, porém, ela insistiu que era. Sou obrigado a receber chamada no interfone as 3 horas da madrugada?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Eduardo Gimenez Junior
Eduardo Gimenez Junior

Respondeu há mais de 1 ano

Tem pessoas que não conseguem identificar a direção do barulho.O que voce pode fazer é conversar com a sindica a respeito desta sua vizinha de baixo, e fique atenta aos sons das redondesas.Quanto ao porteiro, não tem muito o que fazer, talvesz pelo horario ele tenha interfonado baseado na reclamação da sua vizinha, ele não tem culpa de nada.
Acho que antes dela reclamar de barunho e acionar a portaria, deveria ter escrito no livro preto e fazer uma ocorrencia la.
Ja vi caso de uma vizinha de cima do meu apto que achava que a vizinha do lado soltava fumaça de cigarro atraves da parede.Percebe o problema...

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Fillipe da Silva Polak
Fillipe da Silva Polak

Comentou há mais de 1 ano

Enquanto isso eu tenho que aguentar chamadas no interfone as 3 horas da madrugada?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Dadam Síndico Profissional
Dadam Síndico Profissional

Respondeu há mais de 1 ano

Sr. Filipe

Primeiramente teve se verificar de onde provém este barulho.
Depois sim deve-se tomar uma medida para inibir o mesmo.

Sobre o porteiro ele NÃO pode sair, jamais de seu posto. Desta forma somente poderá interfonar porém nada provar.

Sobre a vizinha, bom. Bata na porta dela num domingo as 3:00 da madrugada falando que tem barulho no ap dela, constando que não tem, peça desculpas e volte a dormir... (brincadeiras a parte)

Uma boa conversa sempre se resolve as coisas.


Att

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
sonia maria bueno martins
sonia maria bueno martins

Respondeu há mais de 1 ano

Sr. Fellipe,
Aconselho ao Sr. enviar uma comunicação ao Síndico, por escrito, relatando o ocorrido, e solicitando que ele entre em contato com a moradora que reclamou do barulho e diga-lhe para provar suas afirmações através de filmagens e gravações com áudio e, dê ordens à portaria que não passe ligações após determinado horário para sua unidade. O que resultar apurado destas providências, deverá o Sindico responder, por escrito a ambos, com vistas a resolver o problema.Este tipo de atitude, de incomodar sem razão alguma, os vizinhos após as 22:00 horas, poderá causar ao mesmo, perturbações de toda ordem, inclusive psicológicas, e, passível de propositura de ação contra o condominio.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Angela Merici Grzybowski
Angela Merici Grzybowski

Comentou há mais de 1 ano

Sonia, vou discordar de vc, ação contra o condomínio?!?! Se um morador reclama de barulho o porteiro no máximo pode é atender à reclamação e interfomar ao dito barulhento, agora, isso não signifca que o condomínio será responsável se o barulho não está vindo dessa unidade, afinal, o porteiro não pode sair da guarita para verificar se o barulho vem de lá mesmo.
Cabe reclamação da unidade acusada indevidamente e "processo" entre eles, agora o condomínio não pode ser responsabilizado não.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ligia Maria Viegas
Ligia Maria Viegas

Respondeu há mais de 1 ano

Sou a favor de uma comunicaçao por escrito à sindica relatando o ocorrido.
Desde a possivel saida do porteiro de sua posiçao ate as irreverências faladas pelo outro morador.
E apresentaçao de provas.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Fillipe da Silva Polak
Fillipe da Silva Polak

Comentou há mais de 1 ano

Sim, vou conversar pessoalmente com a sindica relatando o ocorrido, sobre o porteiro ter deixado o posto de trabalho para adentrar ao apartamento da minha vizinha à fim de verificar daonde vinha o tal barulho, até a afirmação (sem provas) do mesmo de que o barulho era da minha residência. Vou pedir para que a síndica converse com a moradora reclamante para que ela prove de alguma forma que o barulho vem do meu apartamento, e para que a mesma registre reclamação no livro ao invés de solicitar ao porteiro para interfonar 3 horas da manhã nos acordando, pois, caso ela mantenha essa atitude vou mover uma ação contra ela no juizado especial.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
ANGELICA THOMAZ
ANGELICA THOMAZ

Respondeu há mais de 1 ano

Filipe.
Relate o fato ao síndico por escrito e que a moradora comprove o que ela o acusou. Quanto ao porteiro ele deve somente comunicar a reclamação ao morador e se o morador afirmar que o barulho não é proveniente de seu apartamento, o porteiro deverá relatar no livro de ocorrência ao síndico.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Felipe,

É importante sabe quem é que está fazendo esse barulho para o sindico não mande, de forma inadvertida, uma advertência para voc~e. Mostre seu apto. ao sindico provando que seus móveis são embutidos e peça ao sindico para manar um funcionário fazer a constatação de onde vem o barulho.

Brigas entre vizinhos não é competência do sindico se envolver.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marcelo Eugênio de Almeida
Marcelo Eugênio de Almeida

Respondeu há mais de 1 ano

Nem toda a notificação que o síndico manda a um apartamento tem que ser advertência. Tente falar sobre o problema com o síndico para ser resolvio da maneira mais amigável. O mesmo ainda,caso seja necessário,mandar um comunicado ao apartamento reclamante explicando que o barulho não vem do seu ap. Quanto a interfonar 3 vezes na madrugada,acho que faltou sensibilidade do porteiro,ou o mesmo não acreditou em você. Uma interfonada seria o suficiente e,após,relatar tudo em livro de ocorrência. Lembre-se Cabe a quem acusa o ônus da prova.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
rosemary celestino de moura
rosemary celestino de moura

Respondeu há mais de 1 ano

Felipe estou com o mesmo problema em minha unidade, um senhora mudou-se a menos de tres meses e esta me causando muito transtorno pois alega que meus filhos cuja idade sao de 30, 28 e 23 anos estao andando de skat em minha unidade sendo que ela ja veio aqui em minha porta reclamar e estava apenas eu e mu filho de 30 anos em casa mais mesmo assim ela insiste em dizer que tem gente andando de skat em minha unidade agora me veio um notificaçao, ja ta me causando transtorno em minha casa pois meu marido fica muito nervoso ja nao sei o que fazer, caso vc tenha resolvido o seu problema me da dicas pois estou muito nervosa com isto, sem mais, rose

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Juliana Viotto
Juliana Viotto

Respondeu há mais de 1 ano

Tenho sofrido reclamações infundadas de barulho excessivo desde que me mudei para o condominio em questao.
Tenho 3 crianças e qualquer barulhinho é motivo para ligarem reclamando.Um carrinho no chão, um pote de massinha, uma bola de plastico, as 18 horas é motivo para reclamações. E as reclamações começaram aparecer por qualquer coisa sem motivo algum. Acusações das crianças correndo de madrugada, de moveis arrastando, entre outras absurdas. Outro dia abri a porta do apartamento, chegando do trabalho e o interfone tocou. Eu não tinha nem entrado em casa ainda, e a fala do porteiro foi de que havia barulho em meu apartamento. Não há tolerância, não há relações interpessoais, não ha cordialidade. Meu filho mais velho fica coagido com medo das reclamações. Absurdo. Me sinto perseguida, não tenho liberdade dentro da minha casa. Isso caracteriza assedio moral? Sou eu quem não quero permanecer nesse local, mas preciso esperar pelo tempo de carência do contrato.
O sindico não faz uma mediação. Ele apenas recebe as reclamações e me acusa. Não se dispõe a ouvir e intermediar de forma coerente. Fiz por escrito toda a problemática que vinha acontecendo e ele se recusou a receber. Disse que deveria encaminhar a administradora do condomínio. Como devo proceder? Estou sendo incomodada e invadida.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Luciano Ribeiro
Luciano Ribeiro

Respondeu há mais de 1 ano

Tenho uma empresa de modernização de condomínios, que conta com um aparelho pequeno de 8 cm de diâmetro, que monitora áreas comuns e salões de festas, gerando um relatório de ruído acima do permitido em horários estabelecidos , com isso é possível provar a violação do barulho e também não gerar atrito entre moradores e vizinhos , visto que o sistema gera um alerta via SMS e e-mail automático para portaria por exemplo, a partir do 3 º alerta já é possível enviar uma multa. . Abraços

Fonte: Monitoramento de Ruídos resolvem esse tipo de problema.

Assinatura: Abraços,
Luciano Carneiro Ribeiro
44 988360957

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marlene Felix de Matos
Marlene Felix de Matos

Respondeu há 80 dias

Quando o morador pesiste em reclamação sem provas, e sem que outros reclamem, oriento ao porteiro não interfonar até que se prove ou que tenha outras unidades reclando. Barrunho em condomínio engana muito. Mesmo que seja difícil sair do seu apartamento pra procurar barrunho que só você ouve. É mais correto procurar do que acusar sem conseguir provar. Ademais quando um morador tem implicância com outro tudo que acontecer vai dizer que é esse seu vizinho.

Fonte: Sou síndica e recebo várias reclamação como essas.

Assinatura: Marlene

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.