O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Pinheiro

O zelador pode ser sindico no mesmo predio que atua.

Por Pinheiro
Perguntou há mais de 1 ano

O mesmo adquiriu no predio 2 apartamentos + 2 em outras edificações proximas, ele não abre mão de ceder sua atribuição como zelador para outra pessoa, não paga aluguel no predio que atua, além de ser sindico tambem.

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (5)

Ordenar:

Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Pinheiro,
Uma pessoa não pode assoviar e chupar cana. Ou ele é zelador ou ele é sindico. Como pode ele ser chefe dele mesmo?
Cabe aos moradores escolherem outra pessoa para ser sindico. O fato dele ter dois aptos. não obriga o condominio a aceitá-lo como zelador e sindico.
É por isso que ele já tem 4 imóveis!!!!!!!!!!!

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Central Medica
Central Medica

Comentou há mais de 1 ano

Obrigado Telma, não é no edificio que resido mas este elemento tem assustado os locatorios dizendo que irá vender o apto com vista a aumentos abusivos!

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Oi Pinheiro

Embora possa ser eticamente questionável o acumulo das funções de síndico e funcionário, LEGALMENTE falando nada impede. Se a situação incomoda à comunidade, basta a mobilização para a desitutição do síndico.

Axé

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Comentou há mais de 1 ano

Minha querda Marisa,

Acho questionável esse acumulo de funções, pois não são acumulos, como o cara que é zelador e faz parte de jardinagem. ELE É O SINDICO E O ZELADOR""!!!!!! Eu não oriento ninguém nesse sentido, pois isso não é normal e não deve ser legal.
Isso é um perigo para a comunidade. Imagine só o que esse homem tem nas mãos!!!!!!!

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Angela Merici Grzybowski
Angela Merici Grzybowski

Respondeu há mais de 1 ano

Pinheiro, cabe a vocês decidrem se querem esse zelador como síndico ou como zelador, se ele já deixou claro que não vai deixar de ser zelador, então está claro que não devem elegê-lo síndico, pois não dá pra atuar nas duas pontas (como empregado e empregador) ao mesmo tempo.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Edvaldo santos santos
Edvaldo santos santos

Respondeu há mais de 1 ano

esse é o cara, e se ele comprou e pagou , se foi eleito como sindico e cumpre as obrigações, pq não, afinal ele deve ser bem preparado para os dois cargos,

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
ANDRÉ LUIZ DOS SANTOS CRUZ
ANDRÉ LUIZ DOS SANTOS CRUZ

Respondeu há mais de 1 ano

Caro amigo Pinheiro,


Vou tentar ser singular, assuntos distintos, ele é funcionário do Condomínio e também proprietário, é importante aplicar o bom senso, se ele mora no prédio e também possui apartamento no mesmo prédio, é interessante que ele passe a morar em seu apartamento, assim, ele deverá entregar a moradia funcional, consoante a possuir moradia própria no mesmo prédio. Em relação ao acumulo de função de Síndico ou Zelador, deveremos aplicar o mesmo bom senso, já que não existe proibição para exercer a função de síndico e funcionário, ele poderá acumular as duas funções, quem caberá decidir essa situação é a assembleia.

Fonte: Lei 10.406/02

Assinatura: André Cruz - Gerente de Condomínio Administradora CINOCRED Imóveis

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.