O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Dario Alberto Endler

Qual é a lei que garante a confidencialidade das imagens do CFTV?

Por Dario Alberto Endler
Perguntou há mais de 1 ano

Existe uma lei que obriga a colocação de placas no condomínio informando que as imagens são confidenciais e protegidas por lei (Lei municipal Nº 13.541, de 24 de março de 2003). Mas qual é a lei que protege as imagens e define essa confidencialidade?

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (4)

Ordenar:

ANTONIO CARVALHO JR
ANTONIO CARVALHO JR

Respondeu há mais de 1 ano

Desconheço lei específica sobre o tema. Todavia, você pode se fundar na "Lei Maior", nossa Carta Magna: A Constituição.
Em seu art. 5º, X, ela defende a vida privada.

Fonte: Constituição da República Federativa do Brasil - 1988. Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Comentou há mais de 1 ano

Bom meu amigo, eu não reparei, e eu sempre verifico de onde é a pessoa. Hoje mesmo respondi para uma pessoa do Rio de Janeiro que ele deveria verificar no sindicato do Rio.
Neste caso, resta e ele verificar na cidade dele, ok?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Dario,
É essa lei mesmo. A partir do momento que ela diz que é obrigatória a colocação das placas informando que as imagens são confidenciais ela está legislando sobre esse assunto. O sindico só pode olhar as imagens quando tiver algum caso de dano às coisas do condominio ou quando solicitado por morador para confirmar situações, porém não pode mostrar para qualquer pessoa. As imagens são confidenciais e o sindico responderá pela divulgação das mesmas.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
ANTONIO CARVALHO JR
ANTONIO CARVALHO JR

Comentou há mais de 1 ano

Maria Telma, lamento mas as suas considerações não são válidas para o colega que fez a pergunta.

A lei citada é municipal e, portanto, somente é válida no município onde foi editada, qual seja o município de São Paulo. O Colega é de São Caetano do Sul, conforme o cadastro dele aqui indica.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Hello!!! Essa lei inclusive foi assinada pela Marta Suplicy e vale só em SAMPA.

Você precisa verificar a legislação na sua cidade, na minha por exemplo é "vale tudo".

FUI

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maurício Souza Pereira
Maurício Souza Pereira

Respondeu há 6 meses

Caros, além do artigo 5° da Constituição, e também acima das leis municipais, está a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD ou LGPDP), Lei nº 13.709/2018, é a legislação brasileira que regula as atividades de tratamento de dados pessoais. Imagens entram como dados pessoais biométricos de pessoa natural, claramente previsto na referida legislação.

Fonte: LGPD ou LGPDP), Lei nº 13.709/2018

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.