O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

taciana primo

Cálculo da guia do síndico remunerado - Percentual e dia de recolhimento

Por taciana primo
Perguntou há mais de 1 ano

Guia de INSS do síndico remunerado. Posso recolher o INSS do síndico junto com a guia dos funcionários dia 20? ou tenho que recolher a guia o síndico separada no código 1007 dia 15? se a resposta for recolher separado, como fica o percentual que recolho (dia 15 recolhe 11% que foi descontado do síndico) e na guia dos funcionários os 20% da parte do condomínio?
E como fica no SEFIP? deve-se informar o síndico?
Desde já agradeço a orientação.

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (1)

Ordenar:

Paulo de mendonça Pitta
Paulo de mendonça Pitta

Respondeu há mais de 1 ano

O INSS do sindico é recolhido na guia do INSS em conjunto com os demais funcionários, o valor entra como autônomo.

O sindico receber o valor de seu pró-labore menos os onze por cento, do INSS.

Nesta mesma guia do INSS, é colocado o valor dos onze por cento do síndico e também os vinte por cento recolhidos do condomínio sobre o pró-labore pago ao sindico e os demais encargos existentes. O recolhimento é até dia vinte do mês seguinte ao recebimento

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.