O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
Thiago José Mendes Ferreira

Bateram no meu veículo estacionado, como proceder?

Por Thiago José Mendes Ferreira
6 anos

Boa noite amigos.

No dia 19 de janeiro adquiri um carro novo, e o trouxe para o condomínio onde moro, para pegar alguns papeis necessários para a vistoria, seria uma parada rápida, pois sairia logo, para dar andamento ao restante dos trâmites para transferência do veículo.

Como ainda não havia conseguido vender o veículo antigo que possuia, este ficou ocupando minha única vaga do condomínio. Resolvi então, estacionar o novo veículo adquirido fora da vaga, pois fiquei com medo de deixá-lo na rua, já que ele estava sem seguro. O deixei estacionado fora da vaga por aproximadamente 30 minutos.

Quando voltei, estava lá meu carro com a porta toda amassada. Fui falar imediatamente com o pessoal da portaria, me informaram que a informação seria passada para o Zelador, e que possivelmente as imagens das câmeras me seriam fornecidas.

Voltei a falar com o pessoal de 2 a 3 dias depois, para saber como estava o andamento da solicitação, para minha surpresa o rapaz que estava na portaria não sabia de nada, e também não havia registrado a informação no livro de ocorrências.

Neste dia, cobrei uma posição, e pedi para que fosse registrado no livro de ocorrências do condomínio a informação da colisão, constando horário e data do ocorrido. Referente as imagens, falaram que o rapaz que cuida do circuito de câmera seria contatado, e que assim que tivessem novidades me avisariam.

Pois bem, no outro dia, voltei a portaria novamente, para saber se o ocorrido realmente estava registrado, não obtive acesso ao livro de ocorrências, mas a informação é que o porteiro relatou o acontecimento.

Aguardei alguns dias, e nada do rapaz das câmeras aparecer, então resolvi eu mesmo procurar na garagem, veículos próximos com amassados ou ralados, encontrei um veículo e logo desconfiei. Então, descobri o apartamento onde essa pessoa morava e joguei o popular "verde". Fui até o apartamento da pessoa, e falei que o circuito de câmeras mostrava o veículo dele batendo no meu. O mesmo acabou confessando que foi a sua esposa, e disse que gostava das coisas certas, porém reclamou também pelo fato de eu ter largado o carro fora da vaga, e que segundo ele dificultava para mulher dele estacionar. Mesmo assim, ele disse que gostaria de ver as imagens, e que se tivesse as imagens falaria comigo depois para acertarmos tudo, sem as imagens, apesar dele não ter falado claramente, deu a entender que não pagaria.

Passou mais de 1 semana, e ele não me procurou para acertarmos o valor do conserto. Resolvi então, cobrar o pessoal da portaria referente ao fornecimento da imagem. O pessoal da portaria me enrolou durante 14 dias, só então hoje, o rapaz que controla as câmeras veio me procurar, e me informou que havia ocorrido um problema no HD e que as imagens não poderiam ser fornecidas.

Aí, estou aqui, com o carro amassado e sem saber o que fazer.

Diante do exposto, fiquei com algumas dúvidas e gostaria da ajuda de vocês.

Perguntas
1 - O porteiro registrando o ocorrido, e assinando já é o suficiente ou eu, como vítima, deveria assinar também? O fato do registro ter sido realizado apenas 3 dias depois, porém mencionando a data e o horário do ocorrido é o suficiente ou o registro deveria ter sido feito no mesmo dia, conforme relatei, imediatamente ao porteiro?

2 ? Vou fazer o boletim de ocorrência amanhã, e se o morador que bateu no meu veículo não pagar, pretendo ingressar nos pequenas causas, agora lhes pergunto, será que vale a pena? Nunca entrei na justiça contra ninguém, não sei o quão burocrático é isso, alguém tem alguma experiência com ações nos pequenas causas? O conserto do carro ficou em 300 reais.

3 - Caso o morador não pague o prejuízo, poderia eu nessa ação judicial, acionar o condomínio na justiça, e fazê-los pagar o prejuízo por não fornecer as imagens do circuito de câmera, por conta de um sistema ineficiente?

4 - Como eu poderia provar, que a moradora realmente bateu no meu veículo, sendo que não possuo as imagens das câmeras, e também não tenho testemunhas? A única prova que tenho são as fotos do carro amassado e o boletim de ocorrência que vou abrir amanhã, quase 15 dias após o ocorrido.

Caso queiram passar informações adicionais que podem me ajudar eu agradeço.

Obrigado.

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Conteúdos relacionados

Respostas (8)

Ordenar:

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...