O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
Vanessa

Proibir entrada companheira do um senhor que é curatelado

Por Vanessa
3 anos

No meu condominio existe um casal de idosos que são companheiros e vivem há 30 anos. Acontece que o homem foi curatelado pelo filho que brigou com a companheira dele e notificou o condomínio a proibir de deixar a companheira do pai entrar no prédio. Podemos proibir a sua entrada ou não, só com ordem judicial?! As duas partes insistem que vão entrar contra o condomínio caso proíbam ou não proíbam a entrada da senhora. E agora?

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (12)

Geraldo Majella da Silva
Geraldo Majella da Silva respondeu
3 anos

Vanessa - Não entra nessa. Só aceita esta restrição se houver uma ordem judicial. No meu condomínio a esposa brigou com o marido e mandou uma carta ao condomínio proibindo a entrada dele o idiota do Síndico mais o porteiro barraram o marido da mulher. Este entrou com uma ação contra o condomínio e o condomínio na época desembolsou um bom dinheiro por danos morais. 0k

Fonte: Pessoal

Geraldo Majella da Silva

Paulo Miller
Paulo Miller respondeu
3 anos

Se um morador autoriza alguém a entrar, o condomínio não pode barrá-lo.

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez respondeu
3 anos

Claro que não. Que fosse essa senhora uma invasora e ainda assim o condomínio não interferiria. E o dono não poderia botar o invasor para fora.

Só com ordem judicial, ok? Que não será dada assim de uma hora para outra que juiz não é besta.

Gestora de Imóveis - Graduada Universidade CESUMAR. Pós Graduada SENAC. Mediação e Arbitragem TASP.
contato: mari.marta_imoveis@hotmail.com "

Leonardo Soares
Leonardo Soares respondeu
3 anos

Deixa eu pegar um gancho na pergunta aqui, gente...

E em caso do proprietário do apartamento proibir a entrada de visitantes do filho adolescente (mesmo que o adolescente autorize), o que faz o porteiro?

Fonte: opinião

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez respondeu
3 anos

Isabela não é função do porteiro ou responsabilidade do condomínio selecionar quem VISITA as unidades.

Veja quais são as regras do seu prédio no tocante às visitas. Se por acaso está determinado que o porteiro interfona para a unidade e a unidade autorizando a vista entra então eu mandaria que o condômino em questão se entendesse com o filho dele e não com o porteiro. Até porque se o "aborrecente" descer e liberar a entrada não há nada que o porteiro possa fazer a respeito.

Abraços

Gestora de Imóveis - Graduada Universidade CESUMAR. Pós Graduada SENAC. Mediação e Arbitragem TASP.
contato: mari.marta_imoveis@hotmail.com "

Paulo S.
Paulo S. respondeu
3 anos

Respondendo à Isabela: veja como funciona as regras do seu condomínio. No meu, menor de idade NÃO autoriza ninguém a entrar.

Fonte: .

Fabio Rezende da Silva
Fabio Rezende da Silva respondeu
3 anos

Aconteceu algo parecido no meu prédio. O condomínio não pode proibir nem a senhora nem o filho. O condomínio é parte neutra , deixe que eles disputem na justiça e enquanto isso não proíba quem for morador de entrar no prédio.

Fonte: Experiência pessoal

Geraldo Magela Gouveia
Geraldo Magela Gouveia respondeu
3 anos


Fonte: Se ela é companheira do homem há mais de 30 anos, tem todos os direitos de mulher casada. É vista pela sociedade e pela justiça como companheira legítima e a bem da verdade deveria ser ela a curadora do marido e não o filho. O filho não pode impedi-la de entrar no condomínio pois ela será a 1ª herdeira (meeira) dos bens. Talvez o filho saiba disso e f já quer afastar a companheira para não ter que dividir a herança em caso da morte do pai. Afastá-la de vez do condomínio é um recurso. segue-se a influencia do filho para um possível testamento excluindo-a da herança, já que ela estaria afastada da vida do pai.

Geraldo Magela Gouveias

Gilberto A. Scopinho
Gilberto A. Scopinho respondeu
3 anos

Salvo uma ordem judicial ao condomínio, qualquer condômino responsável ou o SÍNDICO e seus prepostos, podem autorizar a entrada de qualquer pessoa.
Neste caso, mesmo que ambos os condôminos tivessem dado ordem para não entrar, o Síndico poderia autorizar a entrada.
Isto porque, os acessos até até a porta da unidade é de responsabilidade exclusiva dele (Síndico). O condômino só tem autoridade dentro de sua unidade, neste caso.
Extrapolando um pouco, mas tem lá uma certa analogia, seria como determinar ao prefeito que proíba uma pessoa de utilizar a via pública para que ela não tenha acesso a sua casa.


Fonte: Entendimento próprio.

Julio Idalino Caon
Julio Idalino Caon respondeu
3 anos

Cada caso é um caso,e como tal deve ser analisado sob os aspectos legais.Imaginemos o contrário: O proprietário deu uma ordem por escrito para que determinadas pessoas fossem proibidas de entrar nas dependências do condomínio.A ordem é descumprida e determinado atentado é cometido.Como fica a questão?Quem será incriminado?

Fonte: Esperiência de vida.

julio idalino caon. Síndico do Condomínio do Edifício Stendhal,Vila Velha,ES.

Luiz Leitão da Cunha
Luiz Leitão da Cunha respondeu
3 anos

A curatela tem limittes. Se o casal coexiste há trinta anos, existe aí9 uma união estável, donde, não vejo possibilidade de o curador ter o direito de probir a companheira de entrar no prédio e no imóvel.

Fonte: Luiz Leitão da Cunha

Luiz Leitão da Cunha
lmleitao@outlook.com
luizleitao.wordpress.com

Gilberto A. Scopinho
Gilberto A. Scopinho respondeu
3 anos

RATIFICO minha posição: Independentemente de R.I., condição social ou qualquer outra objeção, o Síndico tem autoridade para liberar a entrada de qualquer pessoa, assim como qualquer condômino responsável, salvo ordem judicial contrária. Ainda, vale o inverso para o Síndico. É desnecessário dizer, mas... a responsabilidade é de quem liberou ou não.

Fonte: Entendimento próprio.

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

111.294 Compradores
347.818 Cotações
2.769 Fornecedores

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...