O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Marlene

Sobre a publicação da ABNT NRB 16.280

Por Marlene
Perguntou há mais de 1 ano

Olá,
O morador começa de uma hora para outra a furar sem aviso, parede ou teto, como vou saber se é furadeira de impacto ou não.
Na norma diz reparos hidraúlicos e elétricos que necessitem de ferramentas de impacto necessita de engenheiro elétrico , também requerem ART ou RRT.
Aí diz também que pequenos reparos hidraúlicos e elétricos, que não mexam na parte estrutural não precisa de ART/RRT.
Como saber ?? Não temos conhecimento sobre isso???
E morador quando quer ser sacana é, outro dia um Eng.Eletricista queria assinar para retirada de piso.
Muito confuso....Minha pergunta no caso de morador que irá furar parede posso Pedir Aviso de Manutenção no Apartamento.
Fico no aguardo obrigada

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (4)

Ordenar:

Compliance Sindico Profissional
Compliance Sindico Profissional

Respondeu há mais de 1 ano

Vc é a sindica?

Assinatura: Compliance Sindico Profissional
carvavalho32valmir@gmail.com
Atende: grande São Paulo e Interior.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura

Respondeu há mais de 1 ano

Boa tarde! Nem o poder público define o nome do profissional técnico imagene a norma de cunho privado a norma citada é um excelente manual técnico.

Para ser responsável técnico é profissional técnico habilitado,a lei Cód Civil já resposabiliza o condômino por possível danos causados artigo 1.336.

Está faltando diálogo por parte do condômino que está fazendo manutenção.

Fonte: 12

Assinatura: paulorodriguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Paulo Miller
Paulo Miller

Respondeu há mais de 1 ano

Normas da ABNT só são obrigadas a serem seguidas se alguma lei ou a convenção a invocar.

Fonte: eu

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Koala Engenharia e Consultoria
Koala Engenharia e Consultoria

Respondeu há mais de 1 ano

Marlene, boa tarde!

Esse tipo de dúvida têm sido comum, a Norma de Reformas muitas vezes abre o leque para diversas interpretações.

No geral, os condomínios têm autorizado o início das obras apenas após o fornecimento da documentação técnica em conformidade com a NBR 16.280 por parte do interessado na reforma.

O Condomínio deve verificar quem está assinando os projetos e/ou preenchendo as ARTs, muitas vezes os profissionais indicados pelo Condômino não tem capacidade técnica para realizar os procedimentos previstos e muitas vezes estão previstas nos projetos alterações que podem afetar os sistemas da edificação como um todo.

Por tal razão, recomendamos sempre que o Condomínio conte com a consultoria de um Engenheiro que verifique a documentação fornecida, fornecendo análises e informando ausências na documentação enviada, afinal, o síndico muitas vezes é leigo na área de Engenharia.

Att.

Assinatura: Guilherme Arantes
Engenheiro Civil
E-mail: contato@koalaengenharia.com.br
Tel.: (11) 2574-8525

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

7.146 Compradores
14.703 Cotações
6.000 Fornecedores
Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.