O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Existe a obrigatoriedade de instalação de para-raio em predios de até 04 andares ?

Por Antonia Iracy Ferreira
Perguntou há mais de 1 ano

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (5)

Ordenar:

francisco freitas mendes
francisco freitas mendes

Respondeu há mais de 1 ano

Sim, voce podera ter problemas com o seguro do edificio, caso não faça o AVCB e o sistema de para-raio.

Francisco

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Não necessariamente.

Eu mesma não precisei colocar. Depende do entorno e os bombeiros avaliam a necessidade ou não do para-raio antes de concedere o AVCB.

Axé

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Antonia,

Qualquer prédio deve ter para raios, principalmente no Estado de SP que pe o esstado que cai mais raios no Brasil. Se não tver para raios e voces sofrerem uma descarga muito forte, pode danificar todos os eletronicos dos aptos. elevador, e voces terão um grande prejuizo.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Comentou há mais de 1 ano

Então Telma prédio de até cinco andares nem é obrigatório ter elevador. Eu também achava que precisaria de para-raio mas os bombeiros disseram que não, que como os meus vizinhos sao mais altos o para-raios no nosso caso seria desnecessário.

Só estou postando a informação porque eu também achei interessante. E bom, claro, uma despesa a menos.

Beijo

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
César Oliveira
César Oliveira

Respondeu há mais de 1 ano

Olá, o critério para a instalação ou não de para-raios depende de vários fatores, não somente do número de pavimentos, dê uma olhada na norma NBR 5419, existe um cálculo.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Jader Vinícius Nascimento Pinto
Jader Vinícius Nascimento Pinto

Respondeu há 13 dias

Infelizmente tenho visto muita gente falar besteira em relação à isso, principalmente falando "a partir de tantos metros tem que ter para-raios". Não existe nada definido sobre isso, existem os cálculos do Gerenciamento de Risco que realmente vão dizer a necessidade. Dependendo do caso, um prédio de 2 andares pode precisar, dependendo do caso, um prédio de 5 andares pode não precisar, mas isso não quer dizer que não possa ter, o que, de qualquer forma, é recomendado. Cada caso deve ser avaliado criteriosamente de forma específica e individual.

Vamos lá: existem duas coisas que ditam especificamente a necessidade ou não do SPDA
- Notas Técnicas do Corpo de Bombeiros (varia por estados, cada um com as exigências próprias)
- ABNT NBR 5419-2:2015 (caderno nº 2) - Gerenciamento de risco
O corpo de bombeiros pode exigir SPDA mesmo que a NBR5419, que trata especificamente sobre isso não exija. No caso do estado de São Paulo, o corpo de bombeiros pede pra seguir aos requisitos da norma.

A ABNT NBR 5419-2:2015 solicita que, para cada edificação, seja efetuados os cálculos (Análise/Gerenciamento deRisco) para saber se existe ou não a necessidade de um sistema de Para-raios na edificação, os principais (mas não únicos) parâmetros utilizados são: dimensões (a altura geralmente exerce a maior influência), proteção contra incêndio, tipo de edificação, evacuação, condições do entorno, índice de raios da cidade.
Cada caso é um caso, caso precisem, estou à disposição para efetuar esta avaliação de risco c/ ART.

Assinatura:
Eng. Eletricista - Especializado em SPDA (Para-raios)
(12)97410-2693 contato@jadernascimento.com.br
www.jadernascimento.com.br/spda-para-raios

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.