O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Cristina Magalhães Barcelos

De quem é a responsabilidade pela manutenção do relógio de luz? Do morador ou do Condomínio?

Por Cristina Magalhães Barcelos
Perguntou há mais de 1 ano

Boa tarde,
Peço, por favor, que me oriente sobre a minha dúvida: dois apartamentos ficaram sem luz aqui no Condomínio. Foi chamada a Light e o técnico disse que precisava fazer o ajuste dos parafusos que ligam os fios nos disjuntores e de um conector, tipo um parafuso, que estavam frouxos. O técnico da Light disse que isso é responsabilidade do morador, de quem tem o cpf no relógio e que se deve chamar um técnico credenciado para fazer o serviço de manutenção.
Em vista do que aconteceu, fiz um comunicado aos moradores pedindo que fizessem a manutenção, porém alguns dizem que não farão porque isso é de responsabilidade da Light e outros dizem que a responsabilidade é do Condomínio.
A Light não emite nenhum documento dizendo que é necessária a manutenção. Como devo proceder para convencer os moradores a fazerem a manutenção? E de quem realmente é a reponsabilidade, já que houve um curto circuito no fio do relógio do morador chegando a queimar até o painel (que é de madeira) que segura o relógio dentro do PC de luz?
Desde já agradeço.
Cristina.

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (6)

Ordenar:

Isabel Cristina Manara
Isabel Cristina Manara

Respondeu há mais de 1 ano

Cada unidade tem seu relógio ( CPF) os proprietários são responsáveis pela manutenção.

Se não o fizer , e ocorrer algum sinistro por falta desta manutenção ( que agora através de seu comunicado todos estão ciente), eles terão que arcar com as despesas e com os possiveis danos a terceiros ( no caso o painel de madeira)

Chamamos de MANUTENÇÃO PREVENTIVA , que sempre tem menor custo que a CORRETIVA.

Na próxima assembleia, coloque o assunto e pauta .

Abraços


Assinatura: JOÃO CARLOS SOBRAL
SINDICO PROFISSIONAL

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Paulo Miller
Paulo Miller

Respondeu há mais de 1 ano

O relógio é exclusivo para a unidade e o proprietário desta é que é responsável.

Condomínio não se mete em "relógio de luz" de apartamento.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Elias Hastenraiter
Elias Hastenraiter

Respondeu há mais de 1 ano

Toda e qualquer unidade é responsavel por seu relogio

Assinatura: Elias Hastenraiter - Não basta só interpretar o mundo, é preciso também transforma-lo.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Luisa Dias
Luisa Dias

Respondeu há mais de 1 ano

E A LIGAÇÃO DA ENERGIA AO RELÓGIO?

Assinatura: Marisa Marta você chegou bem na ferida, realmente quando o sindico tem a confiança dos demais, parece que quem está errada é a gente. OBRIGADO POR VOC

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Luisa Dias
Luisa Dias

Respondeu há mais de 1 ano

Pessoal, e quando dentro do apartamento o eletricista não encontra o NEUTRO. Sendo um prédio de 12 unidades, de quem é a responsabilidade de disponibilizar o neutro para dentro do apartamento?

Assinatura: Marisa Marta você chegou bem na ferida, realmente quando o sindico tem a confiança dos demais, parece que quem está errada é a gente. OBRIGADO POR VOC

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Paulo Miller
Paulo Miller

Respondeu há mais de 1 ano

O próprio dono do apartamento. A ligação da unidade com seu respectivo marcador é fora da responsabilidade do condomínio.

Fonte: eu

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.