O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

sindico pode ter restrições no nome? e a parte bancaria como funciona no caso cnpj do cond

Por fabio fernandes pacheco
Perguntou há mais de 1 ano

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (5)

Ordenar:

Olá Fábio; examinando a Convenção do Condomínio do local onde resido, sobre o fato do síndico ter alguma restrição no nome (restrições na praça), não menciona impedimento p/exercer a função nesse caso, mas creio que o síndico responda juridicamente pelo condomínio e que em situações de ações judiciais por parte de algum credor ou prejudicado, que envolvem dívidas ou obrigações a pagar, há casos que o síndico fica com os seus bens envolvidos, e ele já tendo alguma restrição na praça, há o risco de NÃO existir alguma garantia que possa honrar a questão financeira. Digo isso porque no prédio onde moro, o ex-síndico foi objeto de uma ação dos moradores p/devolver o que havia pego indevidamente e todo o seu patrimônio existente, foi arrolado no processo; ele perdeu a causa e teve que indenizar o prédio; mas o nome dele estava limpo na praça - sobre a parte bancária, através da imobiliária que nos presta esse serviço, colocamos cobrança bancária, que é com o CNPJ da imobiliária, já que no nosso caso, quase nunca há fundos suficientes p/honrar as contas a serem pagas. O risco a meu ver quando você coloca o CNPJ do seu condomínio e a administração de débitos e créditos é direto com o seu CNPJ, se você não tiver arrecadado o suficiente, como vai pagar a conta de água, salário dos funcionários e etc??? Ressalto que por causa de alguns que não pagam em dia, isso compromete bastante a honradez de alguns compromissos, daí a necessidade de se avaliar, no caso de cobrança bancária, qual o CNPJ que vocês devam colocar p/realizar a cobrança: o cnpj da imobiliária (que já possui cobrança cadastrada em banco) ou o condomínio ter vida própira?? A imobiliária que trabalhamos, NÃO se opôs a fazer a cobrança com o nome deles, e tudo o que recebem do banco através de relatórios de cobrança, é repassado o demonstrativo p/verificarmos e conferirmos os lançamentos com os balancetes.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Eduardo Gimenez Junior
Eduardo Gimenez Junior

Respondeu há mais de 1 ano

O sindico não pode ter restrições no nome, mesmo porque é ele quem vai assinar os cheques e movimentar a conta bancária do condominio.Acredito que o Banco va consultar o CPF do sindico na hora de autoriza-lo a movimentar a conta.Como confiar em uma pessoa que não poed manter o proprio nome limpo, nem deveria ser eleito sindico.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Compliance Sindico Profissional
Compliance Sindico Profissional

Respondeu há mais de 1 ano

Fabio,

Entendo que não poderá ter restrição no nome, pois é um empecilho no momento que for abrir e movimentar a conta do condomínio junto ao banco.,

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
angel ramon quintana
angel ramon quintana

Respondeu há mais de 1 ano

pode, a conta e do condomínio não dele ,agora entendo que se tem o nome sujo bom administrador não a de ser

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Sim Fábio, síndico pode ter restrições no nome. Isso não afeta a parte bancária, já que a conta do condomínio é movimentada pelo CNPJ do condomínio e não pelo CPF do síndico,

Fui

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.