O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Como podemos obrigar uma síndica a respeitar o que está em ata e que foi definido por maioria?

Por Ana Lúcia Vieira de Andrade
Perguntou há mais de 1 ano

Na última Assembleia Geral Extrarordinária, ficou definido por votação de maioria simples que o atual zelador seria demitido. A síndica, contudo, resolveu enviar um documento aos condôminos no qual ela afirma que dará uma segunda chance ao funcionário. Como podemos obrigá-la a respeitar o que consta em ata como decisão da maioria simples?

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (2)

Ordenar:

Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Ana Lucia,

Uma das funções que são só da sindica é dcontratar, distratar, demitior e admitir. Não sei porque ela levou o caso para a AGE, pois ela e s´po ela pode decidir se o funcionário será demitido. É uma das poucas coisas que o sindico faz sem pedir permissão.

Qual o motivo de vocês quererem que o zelador seja demitido?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
E. Rui Franco
E. Rui Franco

Respondeu há mais de 1 ano

Ana , o zelador é funcionário subordinado ao Síndico, e ele decide o que fazer. Por que alguns querem que ele seja demitido ? Ele agride, xinga, desrespeita mulheres, crianças, ou será que ele não faz serviços particulares ?
Não nos revelou o porque e sim o resultado. Já perguntaram ao Sindico porque ?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.