O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Responder pergunta

Claudia Ramos

FALTA DAS NOTAS FISCAIS E ESCLARECIMENTOS DOS SERVIÇOS PRESTADOS NAS PASTAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

Por Claudia Ramos

Outras respostas (6)

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura

Respondeu há mais de 1 ano

Boa tarde! Resolva logo o problema 1/4 de assinaturas para convocar uma assembleia e destitui-lo do cargo,pois está criando um passivo tributário para o condomínio

Zardetto Administração Condominial
Zardetto Administração Condominial

Respondeu há mais de 1 ano

Boa tarde!



A solução é reunir 1/4 de assinaturas e convocar assembleia para destituição do síndico e eleição de novo síndico para o restante do mandato.
Providenciem a resolução do problema o quanto antes para que não tenham que pagar a mais depois.

Boa sorte

Raphael
Raphael

Respondeu há mais de 1 ano

Cláudia, o melhor é levar isso ao conhecimento do Conselho, caso você não seja um membro do mesmo, documentar essas observações num e-mail ou até mesmo carta registrada e tratar em assembleia, antes de promover uma denúncia. O condomínio de vocês conta com os serviços de uma administradora condominial ou CONTADOR? Só não permita que toda essa questão tributária e legal, passe muito desses 03 meses que você menciona, sem uma pronta solução! Boa sorte e precisando de auxílio adicional, sou do RJ e fique à vontade em fazer contato por e-mail.

Anthero Santos
Anthero Santos

Respondeu há mais de 1 ano

laudia,

A denuncia na prefeitura pode não ser interessante para o condomínio.

Se a empresa prestadora dos serviços não emitir as NFs e/ou não pagar os impostos devidos, o condomínio pode ser obrigado a pagar como interveniente e contratante da empresa em questão.

Se o síndico não apresenta as notas fiscais e esclarecimentos, reuna-se com os conselheiros afim de cobrá-los que seja cumpridas tais determinações.

Se persistir esse problema, junte-se aos demais condôminos e convoque uma assembléia para a destituição do síndico.

Anônimo
Anônimo

Respondeu há mais de 1 ano

Sra. Cláudia,

Bom dia,

Denunciar o co domínio à prefeita é agir contra si mesma, pois a senhora é condômina e acabaria arcando com as consequências das penalidades impostas ao condomínio.

O melhor caminho é reunir assinaturas de 1./4 dos condôminos e convocar uma assembléia destituído o síndico e elegendo outro síndico. Caso este caminho seja difícil, contrate um advogado para ajuizar umaacao de prestação de contas contra o síndico.

Este é o procedimento que tenho adotado com sucesso em situações como esta.

**Minha resposta não é um parecer jurídico, baseia-se nos dados fornecidos em sua pergunta e pode ser alterada havendo fatos não citados ou não detalhados.

Um abraço,

******** (São Paulo e RIO DE JANEIRO)
ADVOGADO, administrador de condomínios e síndico profissional
Especialista em Direito Imobiliário e de Condomínios (15 anos de experiência)
*WHASTAPP (11) 99398-4151 das 09h às 19h*
https://www.instagram.com/luc008/
http://www.facebook.com/juridicoluciano


“No Brasil, cultura e inteligência são coisas para depois da aposentadoria.”
Olavo de Carvalho

LUCIANO REIS
LUCIANO REIS

Respondeu há mais de 1 ano

Bom dia Claudia,

O melhor é consultar um advogado para te orientar sobre isso.

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

7.146 Compradores
14.703 Cotações
6.000 Fornecedores
Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.