O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Responder pergunta

aluisio henrique de jesus

Manutenção de Para-Ráios

Por aluisio henrique de jesus

Outras respostas (30)

Angelina Somolanji R. Oliveira
Angelina Somolanji R. Oliveira

Respondeu há mais de 1 ano

Aluisio:
No caso de dúvida sugiro chamar outra empresa idônea e solicitar esta vistoria novamente sem comentar os problemas que a outra informou. Confronte os dois resultados. Uma coisa é certa seja rápido pois sem o pará-raios funcionando corretamente o seu seguro do prédio pode não arcar com qualquer prejuízo que ocorra por causa de raio.

SAULO ZANON MEDEIROS
SAULO ZANON MEDEIROS

Respondeu há mais de 1 ano

Aluisio, sou síndico também e recebi exatamente o mesmo e-mail, sem mudar uma vírgula, da empresa bertolet. Acho muito estranho, até o número de grampos queimados é o mesmo. Qual foi o prosseguimento que o senhor deu a este assunto?

Reinaldo Guerreiro da Silva
Reinaldo Guerreiro da Silva

Respondeu há mais de 1 ano

O mesmo foi oferecido para o condomínio do qual sou síndico. Da inspeção resultou a recomendação de substituir 09 "grampos de equalização - resistências" a um idêntico custo unitário de R$ 275,30. Ainda que o serviço não tenha sido executado, recebemos a cobrança do valor total e um laudo técnico que atesta a conformidade do sistema e afirma que as correções foram realizadas.
Detalhe: o preço da peça no mercado local oscila entre vinte e trinta reais, a depender da configuração.

Jonas Knopman
Jonas Knopman

Respondeu há mais de 1 ano

Recebi o mesmo laudo da empresa que faz a manutenção do SPDA no meu prédio.

O sistema de aterramento esta com hastes com 16 resistências, 09 estão queimados, não temos estes materiais para fornecimento, entramos em contato direto com o fabricante, as resistências acopladas para recompor o sistema.

Hoje peguei os dados do edifício entrei em contato com a fábrica, o valor unitário é de r$ 275,30 x 9...2477,00 10 x 247,00 sem juros sendo a primeira para 10 de Novembro de 2017 e as outras subsequentes através do CNPJ do edifício a fabrica aprovou o crédito em 08 x sem juros no boleto.

Daniel Acylino
Daniel Acylino

Respondeu há mais de 1 ano

Recebi exatamente a mesma proposta de serviço de instalação de 9 grampos de equalização "resistências" com os mesmos preços que foram dados para as respostas anteriores, R$275,30 para os grampos e R$350,00 para a manutenção. O valor dos grampos que permanece por 4 anos! É uma estranha coincidência e estou aguardando um técnico para mostrar os tais grampos e retirá-los, pois não desejo que o condomínio pague por um serviço aparentemente desnecessário, pelo que informam as respostas anteriores.
Sou síndico não remunerado de um condomínio de apenas 5 unidades.

Ângela Du Bocage
Ângela Du Bocage

Respondeu há mais de 1 ano

Pessoal, boa tarde.
Hoje aconteceu exatamente a mesma coisa aqui no condomínio.
A empresa é a Casa dos Bombeiros. Me telefonou dizendo que tenho 18 equalizadores para trocar a R$ 275,30 cada um para pagar em 8 vezes. A pessoa que me ligou disse que eu tinha que resolver isso hoje mesmo pois meu nome vai ficar como responsável por não ter trocado os equalizadores. Me senti totalmente pressionada.
Dei uma olhada na internet pesquisando preço desse equalizador mas ainda não achei. Algum de vocês já resolveu isso?
Sabe de um lugar onde possamos comprar com preço mais em conta?

Christiane Ribeiro
Christiane Ribeiro

Respondeu há mais de 1 ano

Olá a todos! Hoje aconteceu exatamente a mesma coisa no nosso condomínio, exatamente o mesmo discurso, mesmo valor, tudo! Como pode isso?
Pedi ao engenheiro Pedro da Casa dos Bombeiros que nos mostrasse no local as tais 9 "resistências" (grampo de equalização) que estavam queimadas e ele disse que o técnico não podia ir ao local. Somente iria se fosse trocar as tais peças.
A pessoa também me ligou dizendo que eu tinha que resolver isso hoje mesmo pois meu nome ficaria como responsável no certificado da defesa civil se não trocasse as "resistências". Muita pressão para realizar a troca que é caríssima.
Disse a ele que não iria autorizar a troca e procuraria outra empresa.
Alguém tem mais informações sobre isso?

Reinaldo Guerreiro da Silva
Reinaldo Guerreiro da Silva

Respondeu há mais de 1 ano

Não há a menor dúvida de que se trata de um golpe que pelo histórico é aplicado há pelo menos quatro anos.

Patricia Rosana S. L
Patricia Rosana S. L

Respondeu há mais de 1 ano

O meu condomínio também foi vítima dessa empresa. E o golpe é o mesmo. Inventam troca de grampos de equalização "queimados' que nada mais são do que grampos que seguram cabos. Cobram o mesmo valor R$275,30 e com o mesmo "modus operandis" (compra com o CNPJ do Condomínio) direto com a "empresa fornecedora".
Solicitei orçamento para mais 3 empresas e a vistoria de manutenção é totalmente diferente. Fiquem atentos.

RIVERA LISANDRO GUIANZE
RIVERA LISANDRO GUIANZE

Respondeu há mais de 1 ano

Eu caí na mesma. Primeiro ano paguei para evitar problemas e avisei o Conselho Fiscal. Depois nunca mais, além de proibir o ingresso de qualquer pessoa sem autorização minha. Saia fora.

Anthero Santos
Anthero Santos

Respondeu há mais de 1 ano

Marcio,

Conforme pode observar, trata-se de uma "empresa" que fornece o mesmo e-mail para diversos condomínios, sempre informando o mesmo problema e o mesmo valor do item a ser reparado (não existe inflação rs).

Te aconselho a observar no laudo técnico de autovistoria predial se foi constatado a necessidade da troca deste item do sistema de para-raios.

Fabio Calderano
Fabio Calderano

Respondeu há mais de 1 ano

Aconteceu a mesma coisa comigo hoje. Por isso, estou buscando informações na internet. Contratamos a empresa Casa dos Bombeiros para fazer a vistoria, que veio no condomínio na sexta-feira. Logo no próximo dia útil (hoje, segunda), ligou alguém se identificando como engenheiro da empresa, dizendo que havia 9 dissipadores queimados, no valor total de cerca de R$ 2.400,00 para pagar em 10 vezes. Pedi para me enviarem a proposta por escrito. Ele disse que não seria possível pois não são eles que comercializam o produto. Pedi um prazo de 24 horas para dar a resposta. Novamente ele disse que não seria possível. Hoje seria o prazo final. Se eu não aceitasse, meu CPF seria responsabilizado diante dos órgãos responsáveis. Não é muita pressão? Não é muito estranho?

Anthero Santos
Anthero Santos

Respondeu há mais de 1 ano

Fabio,

Diversos síndicos já entraram em contato comigo após os meus comentários para se informarem sobre este suposto problema.

É uma empresa que não emite NF, não encaminha proposta e só envia boletos.
Engraçado que a "empresa" afirma executar um serviço e quer cobrar a pessoa física e não o CNPJ.

Se o seu condomínio já realizou a autovistoria predial e não foi constatado problemas no sistema de pára-raios pelo engenheiro que elaborou o laudo técnico, não existe motivo algum para maiores preocupações.

Carolina Alves
Carolina Alves

Respondeu há mais de 1 ano

Lamento dizer a todos, mas se trata de fato de um golpe.
O engenheiro informado via telefônica, não se trata de engenheiro. É o dono que se acha no direito de extorquir os síndicos.
As notas fiscais que eles fornecem, são feitas na própria empresa.
Esses "dissipadores" custa no máximo 2 reais.
Totalmente fantasiosa, já mudou o nome da empresa algumas vezes.
Atua, no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Fortaleza, Curitiba,Belo Horizonte e outras.

Joselito Rodrigues
Joselito Rodrigues

Respondeu há mais de 1 ano

Prezados colaboradores e Síndicos informo que consultem o CNPJ das empresas consultem eletricistas confiáveis e em ultimo caso procurem a prefeitura para ter o nome de empresas idôneas essa que disseram Casa dos Bombeiros RJ emite documentos e laudos tudo com endereço do RJ então devem pedir fiscalização e essa historia de troca disso e aquilo mesmo sem ter caído um raio sequer é motivo para desconfiança procurem os órgãos competentes para não pagarem por algo que não precisa no Condomínio,fiquem atentos.PS.

MARCUS
MARCUS

Respondeu há mais de 1 ano

Prezados,

Acabei de receber a ligação do engenheiro Pedro da Casa dos bombeiros contando a mesma história sobre troca dos dissipadores e que o mesmo é comercializados especificamente pela Defesa Civil e que o custo é de R$ 275,30 para cada unidade.
Óbvio que não aceitei, disse que ele podia colocar o meu cpf como responsável e que se fosse necessário eu mesmo iria comprar os dissipadores na Defesa Civil.
Não cai nesta fraude!!! Não use os serviços da Casa dos bombeiros!!!

Casa dos Bombeiros
Casa dos Bombeiros

Respondeu há mais de 1 ano

Respostas e esclarecimentos.
Boa tarde, Srs(a) e Srs, obrigado pelas perguntas.
Primeiro pedimos desculpas se houve algum atendimento ruim ou que não atendeu sua expectativa nossa regra interna é atender e concluir todos nossos clientes com o mesmo padrão de qualidade, trabalhamos incansavelmente para melhorar a cada dia com novas tecnologias treinamento de pessoal e tudo que estiver ao nosso alcance, não medimos esforços nem investimento para evolução empresarial trabalhamos e acreditamos nas pessoas e na nossa grande e em crescimento Família clientes amigos e colaboradores.
Nos sentimos na obrigação de esclarecer a todos os presentes neste portal bem conceituado, suas duvidas acima bem como as acusações infundadas.
Trabalhavam em nossa empresa algumas pessoas de má índole, infelizmente não podemos controlar 100% das ações das pessoas, temos todo um cuidado na hora de contratar funcionários são avaliados diversas vezes, diversos exames e testes mesmo com tudo isso existe uma margem de erro. Em tempo não fazem mais parte do nosso quadro de funcionários tinham condomínios sob sua administração e gerencia no tocante de manutenção de Para-Ráios.
Esses ex funcionárias mal intencionados copiaram parte do arquivo da empresa e estão aplicando golpes na praça tais como : ( acionamos a justiça para resolver esta situação)
1- Emitem nota fiscal em duplicidade para receberem uma parcelada no boleto e pede para o sindico assinar a outra, com a nota assinada recebem a vista e parcelado.
2- informam as datas erradas de vencimento para os síndicos, induzindo o mesmo ao erro de pagar pela sua manutenção 2 e ate 3 vezes por ano.(verifiquem suas garantias)
3 - Vendem recargas de extintores sem saber qual tipo de extintores, não descarregam os extintores para recarregarem
4- O "técnico" que executa as manutenções entra na sua casa e no seu prédio tem uma longa ficha criminal por agressão, assalto a mão armada e formação de quadrilha, foi preso algumas vezes.
Somos vitimas de uma fraude, e agora estas pessoas de carácter duvidoso estão postando coisas e se passando na maioria das postagens por síndicos administradores e etc... fazendo avaliações reclamações sem fundamento apenas com a finalidade de denegrir a imagem da nossa empresa.
Senhores os valores mencionados acima estão completamente fora de contexto, são trechos de orçamentos, afirmo com 100% de certeza que qualquer cliente tem um laudo de manutenção ou uma avaliação técnica e que deve ser checado o laudo e os materiais existentes.
Nossa empresa esta presente no mercado com o mesmo nome e CNPJ há 15 anos, sem nenhum protesto consultem.
Nossa empresa emite ART (documento obrigatório) de todas as manutenções, executa laudo de exigências do corpo de bombeiros.
Notas fiscais são enviadas automaticamente as administradoras dos condomínios basta o sindico solicitar junto a sua administradora, pois qualquer sindico e administrador sabe que sem nota fiscal nada é pago.
Srs temos orgulho e excelência no que fazemos e por estarmos dia a dia melhorando e evoluindo sempre em cumprimento com a lei e exigências normativas temos clientes em todo Brasil.
gostaria de aproveitar a oportunidade e deixar nossos contatos caso queiram mais esclarecimentos que teremos prazer em responder.
contato@casadosbombeiros.com.br (21) 2594 7794 e 4003 1509

* Informação Importante : Fiquem atentos não temos parceria ou qualquer ligação com NACIONAL PARARAIOS e as pessoas Giselle Rodrigues e Isabel Cristina não fazem mais parte do nosso quadro de funcionários.

Carlyle Duarte de Souza
Carlyle Duarte de Souza

Respondeu há mais de 1 ano

Pelo visto a empresa ainda está atuando da mesma forma mesmo após o “esclarecimento” do sócio da empresa. Solicitei orçamento para manutenção do para raio no meu condomínio. O técnico foi ao local e depois de 5 minutos de avaliação deixou um relatório informando que havia 10 dissipadores queimados. Em seguida o senhor Pedro, que se diz engenheiro, ligou informando que o custo de cada dissipador é de R$ 275,00 e que somente a empresa poderia comprar informando o CNPJ do condomínio e que a mesma iria informar ao Corpo de Bombeiros que o prédio está regular. Solicitei que informasse onde estão esses dissipadores, como foi feito a verificação e que me enviasse uma foto deste produto. Ele não enviou e falou que teria que pagar R$ 450,00 porque o técnico foi ao local examinar o para raios e iria emitir um laudo após o pagamento do serviço e troca da peça.
Solicitei a visita de outra empresa que informou que não havia problema em dissipadores e que somente havia alguns grampos de fixação que deveriam ser substituídos. Cada grampo tem um custo aproximado de R$ 20,00.
Atenção a este tipo de “empresa” que se diz qualificada para manutenção de para raios. É importante solicitar orçamento de outra empresa antes de fechar o contrato.

Marcos Pereira de Magalhães
Marcos Pereira de Magalhães

Respondeu há mais de 1 ano

Prezados,

A falta de informações por parte dos administradores atrai este tipo de empresa que insiste em explorar essa questão.
É importante ressaltar que apenas o Engenheiro Eletricista pode inspecionar e emitir o laudo sobre o sistema (SPDA) e seus subsistemas, inclusive com a emissão da ART.
Além da inspeção visual é necessária também a medição da resistência do aterramento (equipamento especifico) e da continuidade do sistema. Todas essas informações precisam constar no laudo.
O laudo é a garantia legal de que o SPDA encontra-se em perfeitas condições, garantindo a segurança das pessoas, animais e patrimônio.

Um dos sistemas inspecionados na Autovistoria é o SPDA. O Engenheiro Eletricista compõe a equipe multidisciplinar de Engenheiros e Arquitetos, mais somente ele realiza a inspeção do SPDA e dos sistemas elétricos da edificação.

Administradores, tenham cuidado ao contratarem profissionais ou empresas, procurem mais informações.
Periodicamente ministro curso sobre autovistoria para Engenheiros, Arquitetos e Síndicos. Para o Síndico o curso é de extrema importância, pois ele compreenderá as responsabilidades, necessidades e soluções, além de não ficar à mercê de "abobrinhas".

Marcus Vinicius Bittencourt Noronha
Marcus Vinicius Bittencourt Noronha

Respondeu há mais de 1 ano

Boa tarde, continuam com o mesmo golpe, casa do bombeiro nota fiscal Rio de Janeiro, o tal do Pedro vai ate o condomínio e para fazer a inspeção e na sexta feira as 16:45 liga informando que constatou 10 pontos queimados por raio, que se der curto o seguro não cobre, elevador etc, o dissipador são vendidos pela defesa civil, não pode ser adquirido em nenhum outro lugar, da para faturar em 08 x cada um custa R$ 250,00 a nota chegou no valor de R$ 3.198,00, vi o questionamento e constatei o golpe, o tal do Pedro foi no condomínio e pela azar dele o funcionário acompanhou, ficou 5 minutos tirou algumas fotos; a funcionaria da empresa Kalyne disse que estava autorizada a troca e o funcionário tinha assinado o formulário atestando que foi trocado; pedi as peças substituídas disse que eram radioativas e não poderiam ficar no condomínio, ai informei que estava no telhado com um engenheiro elétrico onde não foi constatada troca de peças, com muito custo e pressão cancelaram a nota e os boletos; a empresa vivia ligando para nos informando sob a renovação do SPDA, tem acesso ao cadastro de condominios e empresas que renovaram o PARA RAIO; GOLPE, agradeço os relatos acima graças a vcs não fui mais uma vitima, em tempos de pandemia esses picaretas não dão descanso.

Carolina Alves
Carolina Alves

Respondeu há mais de 1 ano

Incrível como a empresa Casa dos Bombeiros tem o dom de "culpar" antigos funcionários, pela sua conduta de mentir. Informando que alguns funcionários se passam por síndicos e administradores para dar uma nota baixa em questão de atendimento.

Engraçado casa dos bombeiros, vocês ainda atuam na rua Hugo Bezerra, no bairro do Engenho de Dentro? Ou Ainda continuam informando o endereço antigo da Vilela Tavares?

Já que os fatos são mentiras, vamos pesquisar um pouco do CNPJ da sua empresa no Google e veja quantos processos existem. Será que são os seus funcionários também? Processando em forma de síndicos?

Ahhh já que vocês tem o Sr Pedro. "como engenheiro" desafio colocar o número do seu SENGERJ para ser pesquisado...

Ah senhor Pedro o senhor tem respeito com os seus funcionários, ou trata eles como cachorro?

Esse suposto sócio? Vamos mais uma vez pesquisar o CNPJ?

Síndicos, tomem cuidado. Não contratem uma empresa de má índole. Empresa que engana os seus clientes. Inventando nomes para estivadores baratos.

PS: que coisa feia, querer sujar o nome da sua concorrente e do seu antigo técnico, fazendo acusações graves, informando que o técnico tem ficha criminal.

Faço o seguinte, vou entrar em contato com um amigo meu, da polícia civil e pesquisar o CPF do funcionário que vc diz ter ficha criminal.

Aí vamos ver aonde a sua reputação irá.

Luis Henrique Noguera
Luis Henrique Noguera

Respondeu há mais de 1 ano

Boa noite!

Em 2017 meu condomínio caiu nesse mesmo golpe da empresa Casa dos Bombeiros. Ano passado o atual síndico contratou a empresa CB Raio. Alguém sabe de alguma coisa a respeito dessa empresa? Pergunto isso porque eles fizeram algo bem parecido com a prática da Casa dos Bombeiros, então fiquei desconfiado.

Muito obrigado.

Raphael
Raphael

Respondeu há 9 meses

Como Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho afirmo que trata-se de um golpe que vem sendo aplicado a anos no mercado, sempre com o mesmo modo e algumas vezes chegando a coação e ameaça de processo e execução dos boletos que a empresa envia, cobrando serviços que não foram prestados e de peças que ao menos existem no sistema de SPDA.

Muito cuidado estão se apresentando com outros nomes

Casa dos Bombeiros
CB Raio
CBR

Hj fui surpreendido durante uma vistoria que eu estava executando, o técnico deles chegou se apresentando como funcionário da CBR, quando indaguei sobre o real nome da empresa ele afirmou que era Casa dos Bombeiros.


MUITO CUIDADO !!!!

Thunder Engenharia
Thunder Engenharia

Respondeu há 6 meses

Quaisquer tipo de inspeção relacionado ao SPDA, se faz necessário a elaboração do laudo ou relatório técnico informando e apontando com registros fotográficos as falhas do sistema. No laudo técnico deve conter todos os registros com as informações detalhada do sistema, apontando e citado de acordo com a norma NBR5419/2015 o motivo pela qual se faz necessário as respectivas correções.

Aconselhamos que ao contratar uma empresa para executar os procedimentos de manutenção ou inspeção se faz necessário a presença de um engenheiro eletricista, por mais que um técnico tenha o conhecimento dos procedimentos ele não está habilitado perante o CREA para executar o procedimento de inspeção. Também se faz necessário verificar se a empresa realmente possui cadastro em conjunto ao CREA da região, com um numero de registro definido da empresa e não somente do engenheiro, pois desta forma a empresa comprova a real existência de um responsável técnico da empresa.

GEOVANI
GEOVANI

Respondeu há 6 meses

Tambem passei pelo mesmo problema, troca de 10 terminais no valor de 10 x 275,00! Fizeram uma visita por 350,00 e condenaram peças de 10 reais!

Alguem recomenda uma empresa idonea?

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

7.146 Compradores
14.703 Cotações
6.000 Fornecedores
Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.