O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Responder pergunta

Jackson R. Silva

Registrar mentiras no livro de ocorrências é calúnia, cabe processo?

Por Jackson R. Silva

Outras respostas (8)

Kleber Gonçalves de Almeida
Kleber Gonçalves de Almeida

Respondeu há mais de 1 ano

Boa tarde Prezado Jackson,

Que situação rídicula.

Faça o seguinte, avise para este engraçadinho que, seu nome não é digno para ficar na boca de pessoas como está.

Falou, escreveu, vai ter que provar.

Se quiser levar a situação à diante, entre com ação por calúnia e difamação.

Abraços - Kleber - SP

Angelina Somolanji R. Oliveira
Angelina Somolanji R. Oliveira

Respondeu há mais de 1 ano

Jackson:
Processo até cabe mas acho que não vale a pena.
O melhor é ignorar este tipo de gente.

Angela Merici Grzybowski
Angela Merici Grzybowski

Respondeu há mais de 1 ano

Jackson, não acho que seja algo que se deva levar à frente na justiça, vai gerar mais problemas entre vocês dois.
O que eu faria é pedir que o morador prove sua reclamação, o que não conseguirá, então deverá registrar uma retração na Livro de Reclamaçôes retirando o que escreveu anteriormente.
Se não o fizer, leve o caso à assembleia e diga que irá entrar com processo contra o morador às custas do condomínio, afinal, foi caluniado em função do cargo de síndico.
Se possível, deveria ter um critério básico para poder ser condômino: ser adulto.
Que "criancice".
Boa sorte.

ANTONIO CARLOS EVANGELISTA
ANTONIO CARLOS EVANGELISTA

Respondeu há mais de 1 ano

Com certeza, inclusive tem o documento por escrito e assinado que serve como prova judicial.

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Oi Jackson

Calunia seria imputar a alguem uma conduta criminosa; ainda que você tivesse realizado toda a reconstrução da sua unidade no domingo, isso não seria crime.Ok? Difamação talvez. Mas...

No máximo escreva no livro que tal fato não aconteceu e deixa quieto, o caso não vale a dor de cabeça que você terá.

Abraços

Jackson R. Silva
Jackson R. Silva

Respondeu há mais de 1 ano

O problema se agravou, hoje fui informado pelo funcionário do condomínio que levou a advertência que o mesmo me mandou o seguinte recado: Diga ao Síndico que eu sou advogado de bandido, pergunta se ele nao tem medo de ser assaltado e levar um tiro?

Fui até o Distrito Policial acompanhado do funcionário e registrei um Boletim de Ocorrência o Delegado disse que em 15 de fefereiro de 2012 irá tomar uma providência, meu amigo policial mandou eu colocar um revolver e o BO no porta luvas do carro e mostrar para o policial em caso de blitz e mandar ligar pra ele.
Acho normal considerando que estou em Manaus.

Osni - Assembleia.Click
Osni - Assembleia.Click

Respondeu há mais de 1 ano

Jackson. Veja o que escreveu " meu amigo policial mandou eu colocar um revolver e o BO no porta luvas do carro e mostrar para o policial em caso de blitz e mandar ligar pra ele.".. Se a coisa - como você mesmo descreve - acontece aí em Manaus (que mais parece terra sem lei), então a coisa só vai piorar. Se não houver uma conversa civilizada vai tudo pro Datena!

Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Jackson,
Se ele nao tiver como provar, o que4 não deve poder, então entre com prcesso por calunia e difamação. Se ele falou só para voce, não há testemunhas, então não vale a pena. Mantenha a advertencia, pois ele transgrediu as normas.

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

7.146 Compradores
14.703 Cotações
6.000 Fornecedores
Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.