Série Especialistas

Porteiro que dorme durante seu turno dá justa causa?

Situação deve caracterizar falta grave para com o trabalho e segurança do condomínio

Por Mariana Ribeiro Desimone

sexta-feira, 17 de agosto de 2018


Portaria de condomínio é algo que deve estar sempre bem guardada. Mas e se o profissional responsável pelo cuidado da entrada e saída do condomínio se entregar ao sono durante o período da noite?

Que esse tipo de postura deixa o condomínio fragilizado não há dúvida. Com isso, fica a pergunta: é possível demitir, por justa causa, um porteiro que é flagrado dormindo durante seu turno de trabalho?

A resposta para essa questão, quem oferece, é o advogado especialista em condomínios Zulmar Koerich. Confira:

Saiba mais