O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Raquel MARIA DE fREITAS FONTES

crime contra a honra e dano moral

Por Raquel MARIA DE fREITAS FONTES
Perguntou há mais de 1 ano

Em Assembleia houve representação por procurações que foram consideradas ilegais, por não estarem com a data do dia da assembleia. Dando a entender que as mesmas eram usadas em todas as AGO.
Estavam com firma reconhecida e eram especificas par aquele ano. Causou um grande desconforto, pois deu a entender que as procurações eram fraudulentas. Houve crime de calúnia? Cabe danos morais? O condômino colocou em duvida a autenticidade das procurações, não houve clima para explicações, ficando a imagem da síndica denegrida.

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (6)

Ordenar:

Aderson José de Oliveira
Aderson José de Oliveira

Respondeu há mais de 1 ano

Raquel, antes de mais nada, você precisa ver o que diz a sua convenção sobre as procurações, a maioria delas, não pede reconhecimento de firma, tampouco estipulam a validade das mesmas, ok

Assinatura: Aderson José
Sorocaba-sp

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Compliance Sindico Profissional
Compliance Sindico Profissional

Respondeu há mais de 1 ano

Raquel,

Tá muito confuso hein!! Qual era a pauta da AGE? Toda procuração especifica o fim quando outorgada ao procurador. Vc sabe a finalidade das procurações outorgadas? Pelo seu relato, então, a AGE foi encerrada sem votação de item algum, é isso? Como não ocorreu AGE, e, portanto, não teve votação, então não há que se falar em calunia e muito menos em danos morais, certo?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Angelina Somolanji R. Oliveira
Angelina Somolanji R. Oliveira

Respondeu há mais de 1 ano


raquel:
Danos morais porque? As pessoas não gostaram de ter procurações sem especificar data da assembleia. Não vejo tanto problema nisto. As procurações não precisam ser especificas para aquela data da assembleia mas convenhamos que procurações ilimitadas para todo ano não é uma boa opção. Deste modo realmente as pessoas se sentem incomodadas. Em próxima AGO tente conseguir procurações para a data da reunião e especifica para quais assuntos. Ninguém deve ter procuração ilimitada e para o ano todo.Esta é a minha opinião.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Jose Alberto da C. Cordeiro
Jose Alberto da C. Cordeiro

Respondeu há mais de 1 ano

Oi Raquel

As procurações deveriam estar datadas, portanto entendo que as mesmas não são válidas.
Caso as procurações sejam invalidadas o que ocorreria na assembleia, o quê foi aprovado?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
nilo de araujo borges junior (advo)
nilo de araujo borges junior (advo)

Respondeu há mais de 1 ano

Crime contra a honra em assembleia de condomínio ? os ânimos estão exaltados, todos falam. deveria haver curso para Presidente de Assembleia. Só podendo presidir pessoa aprovada no curso. é lamentável o que pessoas que assumem a presidência não sabem o que fazer numa assembleia. POr isso vira essa balburdia. Mas nenhum Juiz vai condenar quem quer que seja se as discussões foram acerca de procurações, cada um defendendo com ardor o seu ponto de vista. O judiciário tem coisas mais importantes pra cuidar. .Deixem as celas das cadeias para os Petroleiros e Mensaleiros. ,

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
duarte
duarte

Respondeu há mais de 1 ano

prezada Raquel o sindico ele que tem que ver se as atas estão corretas ou não minha convenção e obrigatório esta reconhecido firma damos morais porq se for falcificaçao isso e crime fui.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.