O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

CARLOS ALBERTO MONTEIRO

Bom dia ! A síndica do condomínio onde moro diz que está atualizando cadastro dos condôminos e pede

Por CARLOS ALBERTO MONTEIRO
Perguntou há mais de 1 ano

Sou obrigado a informar meu CPF, telefone da minha esposa, nome da minha cachorra, telefone de uma pessoa próxima em caso de emergência, nome da empregada e quantos dias por semana ela trabalha no meu apto ? Eu não pretendo passar essas informações. Já tive problemas com vazamento de minhas informações pessoais e penso na segurança de minha família. Posso me negar a passar esses dados ?

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (4)

Ordenar:

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

Não passe, então. Os dados do proprietário ela consegue facílimo no cartório de registro de imóveis.

E se correspondências forem devolvidas porque ela não consegue saber quem realmente mora na unidade, ou se você infartar no elevador e ela não tiver como avisar sua esposa azar o seu.

Aliás que avisar a um parente caso outro parente sofra um infortúnio nem é função da síndica, mera boa vontade fazer essa gentileza.

E sinceramente: só não entendi porque ela quer o nome da sua cachorra.

Assinatura: Gestora de Imóveis - Graduada Universidade CESUMAR. Pós Graduada SENAC. Mediação e Arbitragem TASP.
contato: mari.marta_imoveis@hotmail.com

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Sophistic Gestão Condominial
Sophistic Gestão Condominial

Respondeu há mais de 1 ano

Suas informações básicas para atualização do cadastro do condomínio ela pode obter sem ter que solicitar a você. Pelo que dá para entender ela está tentando montar um cadastro com objetivos diversos, inclusive o de poder prestar um atendimento aos condôminos em casos emergenciais | vazamento de água na unidade; um acidente com morador ou com a colaboradora do lar, etc.... Especificamente quanto as informações sobre a sua colaboradora do lar, me parece estar mais ligado a questões de segurança e nesse caso entendo que ela pode pedir sim.

Assinatura: Roberto Gomes - Síndico Profissional

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
LIDDERAR Consultoria
LIDDERAR Consultoria

Respondeu há mais de 1 ano

Carlos,
Eu sei que muito chato essa solicitação de dados, e todos ficam com duvidas e receios de fornecer principalmente o CPF, o mas você precisa entender que você reside em condomínio e nele ha varias regas a ser cumpridas e responsabilidade que o sindico tem do bem estar coletivo.
Acho que você deva fornecer as informações sim.

Segue o link abaixo, onde você poderá tirar suas duvidas referente a (Lei 13.709/2018) foi sancionada
https://lidderarconsultoria.com.br/2019/09/18/lei-geral-de-protecao-de-dados-pessoais-e-condominio/

Assinatura: Julio Alves - Sindico Profissional
Suporte Técnico, Grande São Paulo, Baixada Santista, Interior/SP.
atendimento@lidderarconsultoria.com.br
https://lidderarconsultoria.com.br/consultoria-condominio/

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Fernando Capo - Síndico Profissional
Fernando Capo - Síndico Profissional

Respondeu há mais de 1 ano

Você pode negar a passar dados pessoais, porem o ideal é que fossem fornecidos, pois por diversos motivos, o síndico necessita de tais informações, lembrando que a guarda das informações é responsabilidade do síndico.

Assinatura: Fernando Capo - Síndico Profissional
capofernando@uol.com.br

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.