O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
Leonardo

COVID-19: Quadras de tênis devem mesmo ser interditadas nos condomínios como forma de prevenção?

Por Leonardo
65 dias

Essa é uma questão difícil: no momento nosso prédio possui uma academia, uma quadra poliesportiva e uma quadra exclusivamente destinada a prática de tênis. Todas as áreas comuns foram interditadas, como medida prevent. Meu questionamento, apesar de concordar com a interdição da academia, piscina, parques, quadras poliesport. e praticamente todas as áreas comuns é: não poderia, a quadra de tênis por se tratar de um esporte jogado por apenas duas pessoas a uma distância de cerca de 30 metros, ser poupada? Sou médico, e não há como duas pessoas a uma distância de 30 metros que não entrem em contato com nenhum objeto que possa ser um fomite de transmissão correr algum risco de adquirir, ou espalhar a doença, caso infec. assint. Queria saber como estão procedendo nos cond. com q. De tênis

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (7)

Geraldo Majella da Silva
Geraldo Majella da Silva respondeu
65 dias

Leonardo - O Sindico só poderá interditar caso exista uma ordem governamental e parece que o Dória já impôs esta norma, só restando a você respeita-la. 0k

Fonte: Pessoal

Geraldo Majella da Silva

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura respondeu
65 dias

Boa noite! Muita onda sobre o assunto daí todos estão com medo,mas em área privada não há legalidade na interdição, exceto se houvesse aprovado em assembleia.

Em 2017 a violência,o trânsito e acidentes de trabalho levou mais de 105 mil a óbito , alguém divulgou 0,01 do que está sendo do vírus?.

Fonte: 12

paulorodrbiguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez respondeu
64 dias

O decreto do Dória não atinge condomínios, ok? Portanto o síndico não tem autoridade para, isoladamente, fechar nada. Passo-o para você. Note que no artigo 4º fica RECOMENDADO que a circulação de pessoas no âmbito do Estado de São Paulo se limite às necessidades imediatas de alimentação, cuidados de saúde e exercícios de atividades essenciais.

Então se o governador não tem autoridade para interferir nas áreas comuns do condomínio não é o síndico que a terá.

https://www.saopaulo.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/decreto-quarentena.pdf


Gestora de Imóveis - Graduada Universidade CESUMAR. Pós Graduada SENAC. Mediação e Arbitragem TASP.
contato: mari.marta_imoveis@hotmail.com

jorge hugo alves de azevedo
jorge hugo alves de azevedo respondeu
64 dias

A bola de tênis jogada por duas pessoas em algum momento essa bola para na mão de um e essa bola que volta pode parar na mão do outro.Nesse instante se algum deles passar a mão na boca,no nariz ou nos olhos não pode contaminar?

eço

Pedro Mota
Pedro Mota respondeu
64 dias

Jorge Hugo Alves de Azevedo, pode sim!

Paulo Rodrigues de Moura, o problema do Coronavírus é que ele não é um vírus com alta letalidade. Ele não mata muito (percentualmente falando), mas gera complicações suficientemente graves para submeter pessoas a internamento - inclusive de UTI.
O grande perigo é, por conta da grande taxa de transmissão, o número absoluto de casos extrapolar a nossa capacidade de absorção nas unidades de saúde, o que ocasionaria um colapso do Sistema de Saúde, e muitas pessoas morreriam - a maioria por afecções "do cotidiano", como Infarto, AVC, acidentes de trânsito... por não terem leitos disponíveis.
Subestimar a pandemia é algo muito perigoso.
As medidas são drásticas, mas necessárias.

Inclusive as recomendações de especialistas do sindiconet e de outros portais especializados em Condomínios estão sendo no sentido de fechar as áreas comuns para atividades de lazer neste período de calamidade.

Luiz Leitão da Cunha
Luiz Leitão da Cunha respondeu
60 dias

Concordo com você, as quadras mencionadas não precisam ser interditadas, já que são sempre apenas 2 jogadores situados a distancias prudentes.

Luiz Leitão da Cunha | Atuação em São Paulo, nos bairros Jardins, Pinheiros, Bela Vista, Paraíso e Itaim-Bibi.
https://luizleitaosindicoprofissional.wordpress.com
Colunista da revista Direcional Condominios

Marcos Honório
Marcos Honório respondeu
13 dias

Bom dia.

Embora no estado de São Paulo tenha orientação do governo estadual de não funcionamento dos clubes e das academias, como advogado entendo que essa orientação não se aplica aos condomínios e as associações de moradores e de bairros fechados. Justifico.
Se as áreas comuns dos condomínios e das associações de moradores e de bairros fechados não são públicas e sim considerados particulares e restrita aos moradores, o uso de máscaras em áreas comuns, das pistas de caminhadas nos condomínios horizontais e das quadras de tênis etc só podem ser decididas e regulamentadas por meio de uma assembléia de moradores, só esses têm competência para decidirem e regulamentarem a questão. Entendo que, sob pena de abuso e arbitrariedade, não pode o síndico ou responsável decidir sobre esse assunto sem colocar o tema para discussão em assembléia.
Temos que usar o bom senso.
Ao meu ver , em tempos de oandemia do coronavirus não vejo problemas em se permitir o uso das quadras de tênis de campo pois o risco de contágio nesse tipo de esporte, como no ciclismo, além de restrito é mínimo ou zero, devido a distância grande entre os jogadores/praticantes, mesmo em duplas.
Entendo também que o uso de máscaras para caminhadas devem ser opcional, não obrigatórias, quando as áreas de caminhadas são ao ar livre, de pouca circulação e as distancias entre os moradores seja acima de dois metros, normalmente nos condomínio horizontais.

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

111.294 Compradores
347.818 Cotações
2.769 Fornecedores

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...