O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
Claudia Lúcia Cardoso de Souza

Funcionário que não está conseguindo chegar no condomínio para trabalhar, pode ser descontado do sal

Por Claudia Lúcia Cardoso de Souza
65 dias

Funcionário do condomínio que mora longe e não consegue chegar pode ser descontado do salário?

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (9)

Luiz Leitão da Cunha
Luiz Leitão da Cunha respondeu
65 dias

Se o funcionario não consegue chegar ao trabalho por falta de condução, não seria aconselhavel descontar essa falta. Eel não foi porque não pôde, e não porque não quis.

Luiz Leitão da Cunha | Atuação em São Paulo, nos bairros Jardins, Pinheiros, Bela Vista, Paraíso e Itaim-Bibi.
https://luizleitaosindicoprofissional.wordpress.com
Colunista da revista Direcional Condominios

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura respondeu
65 dias

Boa tarde! Pelo o que sabemos quem recebe sem trabalhar é a maior parte da classe política, que tem a semana composta de 2 ou 3 dias úteis.

Fonte: 12

paulorodrbiguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez respondeu
65 dias

Claudia e realmente não tem condução no Rio de Janeiro?

Gestora de Imóveis - Graduada Universidade CESUMAR. Pós Graduada SENAC. Mediação e Arbitragem TASP.
contato: mari.marta_imoveis@hotmail.com

LAR.app - Administradora de Condomínios

Olá, Claudia!

Se o funcionário do condomínio não está chegando no horário pois mora longe, o mais recomendado é tentar flexibilizar o horário do mesmo, seja substituindo o turno, ou mudando o horário das 8h às 17h, para 9 às 18h. Antes de descontar, busque entender a situação e chegar a um acordo.

Espero ter ajudado! :)

LAR.app - Administradora de Condomínios
contato@lar.app
www.lar.app

Derek
Derek respondeu
65 dias

Claudia, não há na legislação trabalhista nenhuma norma que regule a justificativa para se ausentar do trabalho em função da inviabilização da locomoção de maneira que eu acredito ser possível vocês entrarem em um acordo que beneficie ambos os lados. Ao invés de descontar o salário você pode fazer um acordo para que o funcionário compense essas faltas assim fica bom para todo mundo.

Lincoln Silva
Lincoln Silva respondeu
65 dias

Efetivamente se ele mora em outro município limítrofe ao Rio de Janeiro, fatalmente não poderá chegar ao condomínio por causa das barreiras impostas pelo Governo do Estado por ocasião do COVID-19, que só permite o transporte intermunicipal para trabalhadores de serviços essenciais (não incluído os serviços prestados ao condomínio).

Desta forma, entendo que não pode ser descontado os valores pela sua falta, que está justificada.

Se houver desconto, há até a possibilidade do empregado reclamar na Justiça do Trabalho até uma possível rescisão indireta.

Lincoln Silva
Advogado e Síndico Profissional

Geraldo Majella da Silva
Geraldo Majella da Silva respondeu
65 dias

Claudia - Você tem que verificar a realidade de seu funcionário antes de proceder o desconto do dia não trabalhado, até porque, hoje 27 estava previsto pelas empresa a greve.
Em minha opinião as Empresas estão abusando do momento e querendo tirar vantagens com sempre. No final da história o povo é o pato da vez. 0k

Fonte: Pessoal

Geraldo Majella da Silva

Gilmar Marçal da Rosa
Gilmar Marçal da Rosa respondeu
65 dias

Oi Cláudia!
Esse momento é atípico, portanto, é bom ter bom senso.
Um abraço!

MARÇAL - Síndico Profissionalmente - (Porto Alegre - RS)
E-mail: marcal627@gmail.com - Tel.(51) 991098649
Bacharel em Administração de Empresa

Anthero Santos
Anthero Santos respondeu
61 dias

Claudia,

Aqui no RJ o transporte público por trem e metro funciona normalmente, existindo dificuldades em ônibus e BRT.

Caso o funcionário não consiga se deslocar ao trabalho no condomínio, é mais aconselhável colocá-lo de férias por 20 ou 30 dias e evitar complicações trabalhistas por desconto dos dias não trabalhados devido a quarentena.

Caso prefira entrar em contato diretamente, segue o meu contato:
Anthero Santos
Engenheiro Civil Perito
21 99104-2366
eng.antherosantos@gmail.com

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

111.294 Compradores
347.818 Cotações
2.769 Fornecedores

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...