O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
Eliane de Azevedo

Convenção do Prédio (minuta) que até hoje que foi elaborada e não registrada

Por Eliane de Azevedo
10 meses

Em 10/11/14, foi aberto um preceito com a convenção do prédio que o síndico não poderia ser eleito mais de 2 anos e que ele só poderia levar 3 procurações e não 30 como ele estava levando e que só se poderia ser eleito síndico proprietário do prédio, houve uma grande discussão não houve nenhum acordo e foi remarcada uma nova reunião para nova discussão. Em 24/11/14, foi efetuada uma nova assembléia, onde o síndico levou uma advogada que apresentou um parecer, enfim, como não tínhamos nenhum advogado na hora, não conseguimos discutir com a mesma e até a presenta data não conseguimos ter acesso ao parecer da advogada o qual o a administradora afirma que o livro foi entregue ao síndico e o mesmo perdeu o livro no condomínio. A partir do que a advogada falou, não deu tempo de ter uma discussão com ela partira: eleição do síndico, onde o mesmo leva mais de 30 procurações, onde são conferidas pela Presidente da mesa que sempre é a Vice Presidente dele ou alguém que apoia o mesmo, passa os olhos e dá um OK, não faz um verificação minuciosa. O qual qualquer pessoa que for se candidatar não tem nenhuma chance, pois o horário da assembléia é sempre no horário das 17:00h com segunda chamada as 17:30h na sede da Administradora no centro da Cidade, inviabilizando que os condôminos compareçam a reunião, onde a presença dos mesmos não ultrapassa a 11 pessoas e a cada ano vem caindo exorbitantemente, nesta extraordinária o mesmo levou todas as pessoas que o apoiaram para ter um quorum maior de pessoas. Depois de tentarmos colocarmos um outro grupo para ser síndico do prédio, o mesmo síndico venceu e está no poder a mais de 20 anos. Depois partimos para o item b: Previsão orçamentária, onde são discutido os valores dos gastos e previsões para o ano seguinte e o aumento do condomínio. Após essa discussão veio o item c (Assuntos Gerais): nos restando novamente oportunidade para falar sobre a convenção do prédio o que não havia sido feito, pois fomos informados pelo Represente da Administração que o momento seria agora. Este assunto não foi mencionado em pauta, mas foi lançado em "Assuntos Gerais" na ata da Assembleia Geral Extraordinária o seguinte texto: "Foi amplamente mencionado e assembleia a necessidade da administração interna promover a elaboração de uma minuta de convenção com a finalidade de criar um documento que seja devidamente aprovado com o quorum qualificado necessário em assembléia e devidamente registrado no RGI", fomo informados pela a administradora via correspondência, que seguindo instruções do síndico que é ineficaz um deliberação nascida de assuntos gerais, extinto fundamento para o ausente contestar as decisões tomadas. Queríamos somente providências para que o síndico marcasse a data para que os condomínios se unissem para elaborar a minuta ou validar a que está pronta atualizando alguns pontos e colher a assinatura para registrar e tonar uma convenção do prédio que até o presente não temos. Como deveremos agir mediante ao acima exposto? Qual a solução que vocês nos orientam a tomar?

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (3)

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura respondeu
9 meses

Bom dia! O que a advogada falou ou deixou de falar não tem importância,o que importa em Convenção é que a mesma tenha como referência as leis.

Está claro meu ponto de vista ao opinar sobre alguém da adm síndico, sub ou alguém do conselho em ser presidente ou secretariar a assembleia, deveria ser alguém que não faça parte da administração interna , transparência é muito importante em condomínio.

Vocês precisam voltar a discutir a questão da Convenção novamente, como não oficializado nada na ocasião , vocês podem rever algo, seria importante ter uma consultoria jurídica, não se justifica alguém fazer de tudo para se manter no condomínio ( sindicância) por tanto tempo , é hora de mudar.

Fonte: 12

paulorodriguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Osni - PROCOND
Osni - PROCOND respondeu
9 meses

Sra. Eliana, boa tarde! São muitas as perguntas e são outras tantas que preciso fazer para lhe dar uma orientação. Com e permissão do administradores do site quero me colocar à sua disposição para trocarmos algumas informações via WhatsApp, lembrando, desde já, que por uma questão de ética NÃO cobro absolutamente nada para essa ajuda e muito menos fica criada qualquer obrigação entre eu e a senhora (não estou aqui para fazer captação de clientes o que é antiético e desrespeitoso).

WWW.PROCOND.COM.BR
Assessoria, Consultoria, Sindico e Administração Condominial
contato@procond.com.br - www.procond.com.br
(13) 98119-9999

Gilmar Marçal da Rosa
Gilmar Marçal da Rosa respondeu
9 meses

OI ELIANE!
PELO SEU RELATO, ENQUANTO NÃO HOUVER A CONVENÇÃO, LIMITANDO CERTAS QUESTÕES, ESTÁ CORRETA OS PROCEDIMENTOS DO SÍNDICO, COM AS INÚMERAS PROCURAÇÕES, OS DIVERSOS MANDATOS, ETC... TUDO REFERENDADO PELA SUA ASSEMBLEIA E DE FORMA INCOSTENTAVEL.
AGORA QUANTO A SUA CONVENÇÃO, NADA GARANTE QUE TERÁ AS SEUS ANSEIOS ATENDIDOS JÁ QUE ENVOLVE DISCUSSÃO COM NO MÍNIMO 2/3?
UM ABRAÇO!

MARÇAL - Síndico Profissional - (Porto Alegre - RS)
E-mail: marcal627@gmail.com - Tel.(51) 986366900
Bacharel em Administração de Empresa

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

111.294 Compradores
347.818 Cotações
2.773 Fornecedores

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...