O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
Monica Souza

Devemos pagar prestador de serviço com problema na obra e acionar na justiça depois?

Por Monica Souza
25 dias

Boa noite, sou presidente do conselho e estamos concluindo uma obra na portaria. Em uma chuva recente parte do forro novo caiu, a empresa que instalou o forro alega que o problema é da empresa que fez a cobertura.

Enfim, ambas foram notificadas, mas jogam uma p outra a responsabilidade.

Ainda temos valores a serem pagos a empresa que colocou os forros.

O síndico diz q o melhor é pagar e acionar na justiça depois, os membros do conselho querem segurar o pagamento até q seja resolvido o forro. mas ele alega que isto é ilegal.

Como proceder?

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (6)

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez respondeu
25 dias

Calote nunca é uma boa ideia. Vocês iniciarem o processo e depositarem em juízo o valor devido é diferente. Porém o advogado da empresa de forros vai pedir reconvenção porque é evidente que se chover em um forro esse forro vai ser danificado. Telhas seguram chuva, forros não.

Ressalto que quem pode analisar a situação com propriedade é quem tem acesso aos contratos e à situação concreta porque evidente que se quem pôs o forro danificou o telhado a situação muda. Mas o conselho continua o mesmo. Depósito judicial do valor devido.

Gestora de Imóveis - Graduada Universidade CESUMAR. Pós Graduada SENAC. Mediação e Arbitragem TASP.
mari.marta_imoveis@hotmail.com

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura respondeu
25 dias

Bom dia ! Só que eles vão alegar que houve evento natural daí só a justiça pode se posicionar ,fica via parecer técnico afirmar isso.

Cuidado com o pagamento depois os valores a serem pegos podem serem altos.

Fonte: 12

paulorodrbiguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Monica Souza
Monica Souza respondeu
25 dias

Obrigada Marisa e Paulo pelas respostas, já deu uma clareada!

Só mais uma questão: podemos ao menos tirar do pagamento o valor que foi avaliado pela própria prestadora do serviço como necessário para refazer o serviço?

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez respondeu
25 dias

Melhor não Monica; qualquer coisa fora do contratado iniciem processo judicial, ok? Porque por enquanto você nem sabe quem é o responsável pelos danos.

Por acaso o pessoal que colocou o forro danificou o teto?

Gestora de Imóveis - Graduada Universidade CESUMAR. Pós Graduada SENAC. Mediação e Arbitragem TASP.
mari.marta_imoveis@hotmail.com

Luiz Leitão da Cunha
Luiz Leitão da Cunha respondeu
25 dias

Depositem o valor em juizo. Dependendo da situação do condominio, é possivel até pedir justiça gratuita; já vi sentenças deferindo o beneficio para condominios.

Da proxima vez, façam contratos com retenção contratual de 5% para pagamento somente 30 dias após a conclusão e aprovação dos serviços.

Luiz Leitão da Cunha | Atuação em São Paulo, nos bairros Jardins, Pinheiros, Bela Vista, Higienópolis, Paraíso e Itaim-Bibi.
https://luizleitaosindicoprofissional.wordpress.com
Colunista da revista Direcional Condominios

Monica Souza
Monica Souza respondeu
25 dias

Obrigada Marisa e Luiz, as respostas ajudaram muito!

Vou levar estas questões aos demais conselheiros e síndico, já que a decisão deve ser coletiva!

Mas com certeza Luiz adotaremos nos novos contratos uma cláusula de percentual de pagamento após a entrega da obra!!

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

111.294 Compradores
347.818 Cotações
2.769 Fornecedores

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...