O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
Henrique Andrade

Vizinho de cima barulhento. O que eu posso fazer para levá-los à justiça? Eu sou o síndico.

Por Henrique Andrade
8 anos

Eu sou o síndico do condomínio em que moramos, no entanto, eu e minha família estamos sofrendo há um ano com o vizinho do apto de cima que faz barulhos durante o dia e também a noite quando estamos dormindo (ligam chuveiro barulhento 23h30, salto alto o dia todo, pelo incrível que pareça as vezes as crianças andam de skate de dia, dentre outros.). O que eu, como síndico, posso fazer? Já tentamos conversar, mas não adianta nada e o problema é que o barulho só atinge a nós do apto debaixo.

O que eu deveria juntar de provas, e quais tipo de provas necessito para entrar com uma ação contra eles? Já vi algumas pessoas falarem que fizeram registros no Caderno de Reclamações, no entanto, eu sou o síndico nesse caso. Está impossível conviver com a falta de respeito deles. Chegamos até comprar uma casa em outro lugar, mas desistimos de fazer a mudança e agora vamos vender a casa. Outro ponto é que em nosso apartamento fica um clima de tensão e baixo astral horrível que prejudica até nossa relação familiar, fora alguns remédios que temos que tomar.

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Conteúdos relacionados

Respostas (21)

Ordenar:

Eduardo Blasques Martins
Eduardo Blasques Martins respondeu
8 anos

Henrique, você não tem subsíndico ou conselho fiscal? Caso tenha, já experimentou chamar alguém como testemunha no momento do ocorrido, através disto podem adverti-los verbalmente, notificá-los por escrito e depois, em caso de não resolver pode multá-los. O importante, é que não faça isso sozinho. Quanto a levá-los na justiça esquece, a questão deve ser resolvida de forma mais rápida administrativamente.
Um abraço.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Henrique Andrade
Henrique Andrade respondeu
8 anos

Eduardo, muito obrigado pelas informações. Gostaria de tirar outra dúvida. Pensei neste caso de justiça, pois faz tempo que tentamos resolver na conversa mas não adiantou e inclusive a pessoa do apto de cima já agrediu minha esposa. Na época fizemos corpo de delito e BO, mas não demos prosseguimento no processo penal com receio de represália e já prescreveu. Sei que podemos entrar com uma ação civil contra eles em até cinco anos.
Caso o subsíndico não queira testemunhar isso, pois quer evitar problemas com ele, eu poderia usar como testemunha um outro vizinho do prédio a fim de multá-los depois? Abraço.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho

Prezado Henrique,

Voce já experimentou advertir e depois multar??? multar tants vezes quantas forem as reincidencias? A sua convenção ou regimento interno deve disciplinar sobre essa questão.

Quando a pessoa perturba o sossego da familia, voc~es podem fazer um BO, contar em que condições emocionais estão e dar continuidade após o BO e ir para o forum a questão, mas acredito que com as multas deva resolver.
Não se mude, pelo contrário, faça com que eles se mudem já que não conseguem conviver em comunidade.
Boa sorte.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
César Oliveira
César Oliveira respondeu
8 anos

Olá Henrique, se encontrar solução me comunique, luto com o mesmo problema há 17 (DEZESSETE) anos sem a menor possibilidade de conseguir resolver. Só arrumo incomodação.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Henrique Andrade
Henrique Andrade respondeu
8 anos

Obrigado pelas recomendações pessoal. Vou tentar algo para acabar com esse incômodo de vez, pois a situação já está insustentável. Então César, caso eu consiga algo pode ter certeza que irei postar aqui no site, a fim de que outras pessoas não passem pelo que eu e minha família estamos passando. Abraços!

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
victor carvalho
victor carvalho respondeu
8 anos

EU TENHO O MESMO PROBLEMA EM MEU PREDIO COM UM MORADOR QUE SE ACHA DONO DO MUNDO, NOSSA ATITUDE FOI A SEGUINTE , RECLAMEI COM O SINDICO ELE MANDOU UM CARTA DE ADVERTENCIA PARA O MORADOR QUE NEM LIGOU, COMO ELE TORNOU A PERTUBAR O SINDICO JA MANDOU MULTA PARA O PERTUBADOR , ELE NÃO LIGOU, FUI ORIENTADO A CHAMAR A POLICIA E REGISTRAR UM BOLETIM DE OCORRENCIA , COM ISSO TOMAR MEDIDAS JUDICIAL, PODE DEMORAR MAS ELE VAI TER QUE SE EXPLICAR NA JUSTIÇA. JUNTE VARIAS PROVAS QTO MAIS MELHOR . O SINDICO DO PREDIO TEM OBRIGAÇÃO DE MULTA-LO TANTO QTO FOR NECESSARIO . ELE PODE NÃO PAGAR MAS UM DIA QDO FOR VENDER O APTO ELE TERA QUE PAGAR. NÃO DEIXE DE REGISTAR O BOLETIM DE OCORRENCIA , POIS SO ASSIM VC TERA UMA FORMA LEGAL DE RESOVER SEU PROBLEMA.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Henrique Andrade
Henrique Andrade respondeu
8 anos

Cara Maria Telma,

Obrigado pela ajuda, no entanto, ainda tenho uma dúvida. Como eu sou o síndico eu precisaria ou do subsíndico ou do conselho fiscal para testemunhar e conseguir advertir e multar o vizinho barulhento. Eu poderia utilizar de outra testemunha (um outro vizinho do prédio) em vez do subsíndico e conselho fiscal? Aguardo.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Eduardo Blasques Martins
Eduardo Blasques Martins respondeu
8 anos

Olá Henrique, você tem todo direito de recorrer a justiça, entretanto será um processo mais demorado mas já que houve até agressão é um caminho considerável. No entanto você deve ter cuidado de não alegarem perseguição movida por interesse pessoal. Quanto a ter um vizinho como testemunha claro que é válido, principalmente se ele concordar em fazer uma reclamação por escrito, alegando também se sentir lezado. Amigo, administrativamente você terá mais êxito., mas não pense em se mudar por conta disto. Se ele for inquilino, notifique o proprietário do apartamento a respeito dos fatos, agora, caso ele seja proprietário, leve o caso à Assembléia Geral, com o relato de uma testemunha e poderão decidir multá-lo, com um quórum específico de 3/4 , até um quintuplo do valor do condomínio, conforme artigo 1336 §2° e 1337, e reincindindo poderá ser multado em até o décuplo do valor, isso decido em Assembléia, conforme artigo 1337 parágrafo único, todos do código civil. Amigo, boa sorte. Um abraço.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
victor carvalho
victor carvalho respondeu
8 anos

Vc tem que ter testemunha, qdo ocorrer o barulho procure chamar um vizinho ou ate o conselho para verem o ocorrido e entar sempre que for falar com ele va acompanhado do porteiro ou zelador ou ate o vizinho , procure gravar as ofensas , pois tudo isso vai ser muito bom no processo. O ideal e vc chamar uma viatura e pedir pra eles te acompanharem, faça sempre um boletim de ocorrencia . Sei que vc e o sindico mas antes de tudo e morador tambem , peça para o conselho tentar conversar com ele sem a sua presença e adverti-lo das multas que ira tomar se continuar a pertubar. Converse com o vizinho de cima do dele do lado , para ver o que eles falam. Um cara desses provavelmente deve cometer outras
situações que desrepeitem as regras do condominio, e so ficar de olho .

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Jussara Cunha
Jussara Cunha respondeu
8 anos

Henrique,
Qual o motivo do medo do morador?
Agrediu tua esposa e nem o processo vcs deram seguimento? Se meu marido tivesse um pavor desses de um vizinho eu pensaria em mudar - trata-se de um caso de risco de morte - ou meu marido é um covardão! Aliás, o meu eu tenho até que segurar pois costuma dizer que a briga começará qdo ele levantar do chão!

Grave o barulho - qualquer celeluar tem vídeo. E meta advertência.
Reincidiu? 1a. Multa.
Reincindiu de novo? 2a. Multa onde 2a. multa = 2 valores condominiais.
Reincindiu de novo: 3a. Multa onde 3a. multa = 3 valores condominiais.

Após a 3a. multa já inicia o processo de caracterizá-lo como condômino antisocial.

Na justiça entre no JEC por pertubação de sossego e peça os danos morais e materiais se houver.

As provas serão as gravações vídeos, os testemunhos, etc.

Se o barulho for devido a agressões, violência, chame 190.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
ruhan victor pereira da silva

Henrique sei que já faz tempo seu comentáriio, desde que comprei meu apartamento a quase 3 anos venho tendo este tido de aboorrecimento, confesso que já morei em outros aparatmentos e nunca tive este tipo de problema, nosso predio é de 4 apartamento e o meu é o sobsolo, e não usa toda a área do aparatemento de cima, desde o inicio conversamos sobre barulhos, logo nos primeiros meses acordei com varrida de vassoura cedo da manhã , coisa que nunca me incomodou em outras moradias , mas não o tipo de piso deles e a forma que varrem, chegamos dar até uma vassoura de pêlo para empregada, mas com o passar do tempo tudo voltou a se repetir, e pior, pisadas mas fortes o que não acontecia antes, o que pertuba até quem está acordando. Eles tem uma senhora de idade e sempre alegam a outros moradores quando se acham incomodados , mas também convivo com uma pessoa com problema de insônia, o que já foi conversado com todos os moradores do prédio, mas ultimamantente tenho sofrido com o meu ralcionamento devido a estes transtornos, já pensei em sair daqui, sou o síndico e não sei como resolver já que o prédio não tem uma legislação, tenho evitado de fazer até reuniões para evitar o embate pessoal. Hoje tivemos problemas logo cedo, estou de férias e senti na pele o que acontece durante o sono. É muito chata essa situação, isso falo por mim, e os outros condôminos têm outros tipos de reclamções que não o fazem porque não têm coragem de se expor.Preciso de ajuda para poder enfrentar este problema!Espero que o seu já tenha sido resolvido, pois endendo o quanto é estressante conviver assim!

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Debora Simao dos Santos
Debora Simao dos Santos respondeu
7 anos

Estou sofrendo a mesma coisa. Reclamei várias vezes e não adiantou. A vizinha me ligou e disse, tenho uma filha de 2 anos saudável, não vou viver acuada na minha pópria casa.
Acontece que eu também tenho uma filha saudável, graças a Deus, mas não permito que ela corra dentro de casa, nem pule, nem arraste móvel desde que ela era pequena. Nós mudamos para esse apto ela t inha apenas 10 meses e hoje tem 7 anos.
Falei com a síndica que me disse que se ela fosse minha vizinha, ela abriria um BO contra mim, pois eu estou cerceando o direito de ir e vir da moradora acima e que também me processaria!!!!! Eu estou indignada. Quero saber se EU posso abrir um BO ou mandar alguma coisa jurídica, apenas solicitando que haja respeito e que ela lembre que existe uma família que mora no andar debaixo. Assim, como eu respeito o morador abaixo do meu apto. Estou indignada e impotente. Aguardo alguma luz. obrigada

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
victor carvalho
victor carvalho respondeu
7 anos

junte algumas pessoas do seu condominio para serem testemunhas contra ele no processo , reuna provas , grave os barulhos , qto mais provas tiver melhor. , agora se o barulho pertuba so vc fica complicado vc vai ter que provar o incomodo ,converse com seus conselheiros e peça para o seu sub-sindico intermediar uma conversa com vc ele eos conselheiros , explique a situação a pessoa , se for uma pessoa civilizada , vai mudar e melhorar , boa sorte.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Debora Simao dos Santos
Debora Simao dos Santos respondeu
7 anos

Victor, o barulho só incomoda a mim, pois a criança corre e parece um gigante. A própria síndica disse que ela abriria um B.O. contra mim!!!! O gerente do condomínio ouve minha reclamação, mas não faz nada. Ainda não escrevi no livro do prédio. Vou fazer isso, mas já tenho a síndica contra mim. Ela mesmo disse que abriria uma ação penal contra mim por cercear o direito de ir e vir. Parece que eu não tenho direito de dizer que esse barulho me atormenta. Agradeço pelas dicas.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Natali Mei de Andrade
Natali Mei de Andrade respondeu
6 anos

Olá Henrique como vai? Bom, te digo caro amigo, que compartilhamos do mesmo sofrimento e te digo que te entendo como ninguém e sei exatamente o que você passa!!! E como você disse os únicos que sofrem somos nós que moramos em baixo de pessoas mal educadas, ninguém agüenta mais aqui!!! É tensão dia e noite nunca conseguimos relaxar, ter paz e sossego raramente temos quando elas saem!!! Nem direito de dormir temos! Conseguimos dormir só depois das 2h da manhã. É muito revoltante e irritante conviver com essas pessoas sem educação e bom senso. Isso afeta até meu psicológico, porque fico muito estressada, é uma verdadeira tortura psicológica nossos ouvidos ficam cada vez mais sensíveis e intolerantes a barulhos..
Para alguns deve parecer exagero, frescura, mas só quem passa na pele enfrenta e agüenta barulhos todos os dias sabe como é uma tortura!!!! Eu e minha mãe sofremos durante 3 anos em um conjunto de casas germinadas com barulho de tv altíssima, gritos, pessoas falando alto em horários inapropriados, pessoas cantando (ou melhor gritando), salto alto, bater de portas e não suportando mais a situação pensamos: vamos mudar para um apartamento, porque lá não sofreremos com barulho, qualquer coisa seremos amparadas pelo regulamento interno, síndico etc. Porque nós já moramos em apto e não tivemos problema nenhum!!! AI QUE ESTÁVAMOS COMPLETAMENTE EQUIVOCADAS...alugamos um apartamento aqui em SP a mais ou menos 2 anos e desde então sofremos com os vizinhos barulhentos e mal educados que moram em cima de nós. No início achávamos que moravam crianças por conta de tanto barulho. Confirmamos com o porteiro e síndico, moram apenas uma mulher e duas filhas em torno dos 20 anos. E essa mulher mesmo com toda sua falta de educação era a sub-síndica. Reclamamos milhares de vezes mas elas não se importam e continuam fazendo barulho aliás, fazem mais ainda depois que reclamo..Antes eu acreditava que existia uma colocação de panos quentes por ela ser sub-síndica mas agora ela não é mais mas existe uma proteção do mesmo jeito porque o síndico é amigo delas...Acho que ela por ser proprietária, moradora a anos e ainda por cima na época sub-síndica, e ser amiga do síndico achava e acha que pode fazer o que quer, que manda no prédio..E simplesmente não se importa se está incomodando alguém, se a pessoa precisa dormir cedo para trabalhar, estudar..A situação foi se agravando cada vez mais e está insustentável e insuportável, passam de todos os limites..TODOS OS DIAS arrastam móveis o dia inteiro até 1 da manhã ou mais, batem portas até 2h da manhã, derrubam coisas pesadas de madrugada, andam pelo apartamento até 2h da manhã sem chinelo ou de salto o que faz um barulho terrível aqui em baixo e ninguém consegue dormir, ou assistir um filme, uma novela jantar em paz..sou obrigada a ouvir a televisão bem alta para ?camuflar o barulho? e me concentrar na novela ou filme..o que no fim acaba incomodando outros vizinhos, sei que não é justo, quero resolver a situação mas não sei como e não depende de mim!!! É um verdadeiro inferno!!! Já tentamos falar com o síndico e o mesmo diz não acreditar que elas fazem esses barulho pois todas trabalham e que o barulho deve vir de outro lugar, que não podemos levar tudo a ferro e fogo..
Já pensamos em chamar ele aqui no momento do barulho principalmente de madrugada mas ele só atende o interfone até as 22:00. Em um episódio fui acordada as 4h da manhã com barulhos de gritos, saltos e coisas caindo, reclamei com o porteiro e novamente nada adiantou, fiz uma anotação no livro e de nada adiantou..Em outra época eu ouvia uma tv alta as 3,4h da manhã e imaginei que fosse de lá, subia pelas escadas e ia até o hall delas e constatava que a tv alta era realmente de lá, e quando eu reclamava com o porteiro elas mandavam ele ligar aqui para dizer que eu não posso ficar subindo no hall delas..ou seja, se acham donas do prédio e acham que podem fazer o que quiserem!!! Em outro episódio meu cachorro estava latindo na sacada de DIA e a vizinha do lado delas (que é amiga delas também) estava na sacada e disse que ia chamar a sociedade protetora dos animais e que se eu me incomodava com a tv dela ela também se incomodava com meu cachorro, e ficou fazendo barulho para ele ficar quieto..PELO AMOR DE DEUS, ERA DE DIA!!!! Meu cachorro quase não late, e nunca late de noite após as 20:00 porque não quero atrapalhar o sono de ninguém!!! A lei de silêncio aqui só vale para mim!!! Para a situação ficar mais chata elas nos ajudaram em um momento que precisávamos, minha mãe passou mal de madrugada e nós não dirigimos e nesse horário não tinha mais táxi, chamamos o SAMU que demorou muito e enquanto esperávamos na portaria o porteiro nos avisou que elas tinham acabado de chegar e sem opções tivemos que pedir ajuda para elas nos levarem até o hospital, o que ficou uma situação horrível, depois desse episódio tentamos tolerar o barulho, mas em uma sexta feira estava tentando assistir um filme e com tanto barulho fui obrigada a aumentar a tv e essa sub-síndica interfonou aqui reclamando do volume da tv e que eu tinha que abaixar, mas eu disse que não abaixaria se não parassem com o barulho..ou seja, nesse condomínio existe um preconceito comigo, uma diferença, a lei vale só para mim? Eu realmente não entendo porque uma pessoa que faz tanto barulho mora em apartamento e não se importa de estar incomodando o outra pessoa..como é difícil viver em paz hoje em dia, morei em muitas casas e nunca tive problema com barulhos mas nesse apartamento que moro e na última casa que morei não tive sorte, só encontrei pessoas mal educadas..é revoltante pagar quase R$ 600,00 de condomínio e ter que suportar esse inferno sendo que todo apartamento tem leis e limites de barulho após as 22:00. Sei que os apartamentos mais novos tem um péssimo isolamento acústico, mas as pessoas não colaboram e não tem respeito!!!! É muito difícil...se você Henrique puder de alguma forma me auxiliar eu agradeço, desculpe o desabafo e o prolongamento mas é bom falar com alguém que passa pelo mesmo problema, muita gente não entende porque não passa pelo mesmo transtorno!! O pior é ter que depender da boa vontade e educação de outra pessoa!!!! Mas te desejo sorte amigo!!!! Que Deus nos ajude a enfrentar e resolver a situação...

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Leonardo Soares
Leonardo Soares respondeu
4 anos

Pois é...
Esse tipo de problema, talvez seja o pior e mais comum em condomínios.
Muitos dos que sofrem com isso dizem que o condomínio tem que intervir e acham um absurdo quando os síndicos não resolvem o problema.
Por outro lado, muitos síndicos dizem que se o barulho só incomoda um apto mas não incomoda o coletivo, então o morador prejudicado é quem deve tomar providências (BO, Justiça etc). E tem outra: muitos regulamentos pedem testemunhas para que a multa seja aplicada!!!

AMIGOS: QUEM ESTÁ CERTO? ATÉ ONDE O SÍNDICO PODE AGIR? QUANDO SÓ UM MORADOR É PREJUDICADO ELE É QUEM DEVE ACIONAR BO OU JUSTIÇA?

Fonte: opinião

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Joaquina Dias
Maria Joaquina Dias respondeu
3 anos

Henrique Andrade, você pode e deve chamar qualquer vizinho para ser sua testemunha. Quanto mais idônea for a pessoa melhor pra você. Se vc leva sub sindico fica tudo na administração, ele pode alegar uma panelinha formada para prejudica-lo. VC pode gravar com seu celular os barulhos, chamar o vizinho para escutar e testemunhar e vá multando, um hora ele vai parar ou mudar... Infelizmente Brasileiro só muda de atitude quando a coisa doí no bolso.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Juli Dias
Juli Dias respondeu
1 ano

Cancela o CPF desses individuos! Os meus tbm sao assim.Parecem um monte de cavalos.E o pior é que os proprietarios nao tomam nenhuna posicao.Sao da mesma raça ruim.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Lucas Oliveira Martins
Lucas Oliveira Martins respondeu
1 ano

Henrique, boa noite.

Você conseguiu resolver seu problema? Estou com o mesmo problema há 2 anos de meio, mas não sou o síndico. Já cansei de registrar em livro diversos problemas: barulho excedente dentro e fora de horário "permitido", churrasco na área de serviço (onde não pode-se usar nenhum tipo de aparelho que não seja elétrico ou a gás - sim, ele usa carvão), faz barulho, sapateia, salto alto, som alto, batuque, enfim... de tudo. Procuro pelo meu síndico, mas ele orienta somente a fazer a reclamação no livro para que daí eles tomem providências (que de fato eu não sei se estão tomando). Já fiz até BO por perturbação de sossego.
Enfim, pensei em ir a Justiça como você mesmo colocou aqui.

Lucas Oliveira Martins

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
THIAGO CARDOSO CARNEIRO
THIAGO CARDOSO CARNEIRO respondeu
9 meses

Já se perguntou se o problema é com eles e não com vcs??? Será que não estão se estressando tanto por um problema tão simples??? Compre um tampão e durma tranquilo... pq em todos os casos que tenho recebido queixa o problema não é fo morador de cima e sim do morador de baixo que é extremamente sensível ao barulho alheio... devemos respeitar os direitos indivíduais e lge garanto que se o barulho fosse absurdo mesmo não era só você o incomodado... deveria ter mais pessoas incomodadas também não é verdade????

Thiago Cardoso Carneiro
Síndico do Prédio

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Jéssica Duarte
Jéssica Duarte respondeu
6 meses

Bom dia! Moro em um prédio no qual os vizinhos vem fazendo barulhos todos os dias, fora do horário permitido. Tentamos conversar, mas a situação não se resolveu. O vizinho falou que continuaria jogando bomba, soltando pipa a hora que quiser pq o apartamento é dele e ele faz o que quer(palavras do próprio). Detalhe: Esse vizinho nunca vai em nenhuma reunião, rasga os papéis e não lê os documentos do condomínio. Relatamos a situação para o síndico (várias vezes) , ele falou que seria testemunha, caso precisasse. Só que na última reunião o vizinho resolveu aparecer, gravou todo mundo (sem autorização) e humilhou a minha mãe, não deixou ela se defender e todos que estavam presentes na reunião, não defenderam ou deixaram ela falar antes dele sair. Além disso, no vídeo que ele fez, perguntou se alguém tinha problema com ele, falou sobre obra que está fazendo (que inclusive fez em dias que não pode, tipo no domingo), evidenciou a obra e sendo que o problema principal são eles fazendo barulho fora do horário permitido. Relatamos novamente tudo ao sindico, mas nenhuma atitude de multa ou outros foi tomada, eles continuam fazendo barulho após do horário e inclusive por causa disso, precisei dormir na sala e mesmo assim, os barulhos continuaram até às 1:00 hrs da manhã. Moro com meus pais, um deles já teve AVC e não pode ficar se estressando a toa e toda a situação está afetando muito! Já prestamos queixa na delegacia e tudo. Qual ação vocês acham que deveria ser tomada? Obrigada!

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...