O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

COMO É A CONTAGEM DOS 2/3 NECESSÁRIOS PARA SE ALTERAR A CONVENÇÃO EM RELAÇÃO AOS INADIMPLENTES.

Por RODRIGO ALBUQUERQUE DE MAGALHÃES
Perguntou há mais de 1 ano

O CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO EM QUE MORO POSSUI 92 UNIDADES. HÁ 10 UNIDADES INADIMPLENTES. A CONTAGEM DOS 2/3 PARA ALTERAÇÃO DA CONVENÇÃO DEVE TER POR BASE O TOTAL DE 92 UNIDADES OU PODE-SE TOMAR POR BASE AS UNIDADES APTAS A VOTAR (ADIMPLENTES: 82). NO PRIMEIRO CASO SERIA NECESSÁRIOSO VOTO DE 62 UNIDADES PARA ALTERAR A CONVENÇÃO, NO SEGUNDO, APENAS DE 55. E AÍ?

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (3)

Ordenar:

Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Respondeu há mais de 1 ano

A lei diz muito claramente que mudança de convenção exige voto favorável de 2/3 DOS CONDÔMINOS. E como ninguém deixa de ser condômino só porque está inadimplente, temos que você precisa de 62 condôminos para mudar a convenção.

E a lei diz muito claramente que só participa e vota quem está adimplente: portanto procure esses 62 votos entre os adimplentes.

Daqui a pouco terão pessoas aqui do fórum tentando provar, por A + B que você pode buscar o quórum apenas entre os adimplentes. Então para o "tira teima" vá ao cartório de registro de imóveis. Eles te dirão que sem as 62 assinaturas nada feito, ok?

Abraços

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Comentou há mais de 1 ano

Marisa,

Quem será que vai discordar de você? Todas as pessoas que conhecem o básico de administração condominial sabe que os inadimplentes só votam em um única situação: se o quórum exigido for unanimidade.

Discordo sim quando você diz que os 2/3 devem ser procurados entre os adimplentes. Na minha humilde opinião, os 2/3 é do total de proprietários e desse total, tem que ter os 2/3. No caso em análise, 62 proprietários adimplentes. E não é preciso 62 assinaturas e sim 62 proprietários presentes. Concorda ou não?

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Compliance Sindico Profissional
Compliance Sindico Profissional

Respondeu há mais de 1 ano

Rodrigo,

É isso mesmo, necessário 62 votos.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Ver todos os comentários (1)
Marisa Marta Sanchez
Marisa Marta Sanchez

Comentou há mais de 1 ano

UFA!!! Encontrei um que me apoia. Daqui a pouco começa o "risca faca", você vai ver só!

Abraços

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Maria Telma Falcão de Carvalho
Maria Telma Falcão de Carvalho

Respondeu há mais de 1 ano

Rodrigo,

O código civil pede 2/3 dos proprietários e como na implantação do condomínio quando ainda não tem inadimplentes é exigido 2/3 dos proprietários adimplentes, considerando que inadimplentes não participam e nem votam em assembleia, há não ser nos casos em que seja exigida unanimidade.

Como você precisa exatamente de 62 proprietários para alteração da convenção, e como são 92 unidades menos 10 inadimplentes, você tem mais que o numero suficiente para votar a alteração.

Na minha opinião, pelo curso que fiz, 2/3 dos proprietários tem que dizer sim à essa alteração.

Você tem que considerar 2/3w do total dos proprietários, sendo que não podem participar nenhum inadimplente .

Podem ser utilizadas também procurações, dos moradores que não podem comparecer.

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.