O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Pergunta

Reprovação das contas do síndico.. morador pode ser processado por danos morais?

Por JOCELIA RODIGUES
Perguntou há mais de 1 ano

Boa tarde por gentileza eu gostaria de tirar dúvidas a respeito do assunto abaixo
Tivemos uma a AGE para prestação de contas de um síndico do nosso condomínio r o edital estava bem claro :do período de novembro de 2016 a Dezembro de 2017 .a sindicância insistiu em não apresentar enviar via email relatórios financeiros e gerenciais do período de nov 16 a jun 17 sob a alegação de que ela estava em dias pagando fornecedores e o saldo bancário estava positivo
essa AGE foi suspensa no dia 30 de janeiro de 2018 por falta de elementos que comprovassem a prestação de contas do período mencionado no edital e por uma determinação unânime da Assembleia e dos Presentes

essa AGE foi remarcado agora para o dia 20 de Fevereiro de 2018 e ainda assim novamente a sindicância não apresentou o período de novembro de 2016 a junho de 2017 fazendo explanações via slides, do período que ela achava que seria pertinente: do período de Julho a março de 2018 já compreendem um período fora do edital minha pergunta é

1 ela agora enviou um comunicado na data de ontem dia 22 de fevereiro afirmando que irá tomar medidas judiciais e administrativas para Possivelmente punir aqueles moradores que rejeitaram as suas contas . É possível??

segundo a rejeição se deu por unanimidade na age por 15 votos a 14 eu pergunto por ela não ter apresentado o período de novembro de 16 a junho de 17 sendo questionado várias vezes o motivo pela ausência destes números, resultado no orcamento negativo no semestre de 17, pagto de salario a funcionaria com banco de grs negativo..etcc etcc isso não enseja numa rejeição da prestação de contas ??

terceiro o síndico e seu advogado podem processar o morador que votou contra ou seja rejeitou a prestação de conta sem que os nomes dos proprietários que votaram contra, esteja redigido na ata da Assembleia??

quarto é obrigatório na atra dizer quem votou contra e quem votou a favor ??

eu peço por gentileza que vocês respondam item a item porque a gente precisa de um embasamento jurídico até a destituição da síndica e por favor não peçam para destituir a síndica ainda porque esse processo está em andamento futuro

Agradeco

Responder esta pergunta
WhatsApp
LinkedIn

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (3)

Ordenar:

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura

Respondeu há mais de 1 ano

Boa tarde! Vamos resumir a vítima são os condôminos , vocês estão esperando o que para destitui-lo do cargo?

Fonte: 12

Assinatura: paulosrodriguesmoura@hotmail.com

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Target Administradora
Target Administradora

Respondeu há mais de 1 ano

Jocelia,

Se há elementos para destituição faça. O síndico e a atual administradora estão se fazendo de vítima.

Boa sorte

Assinatura: TARGET Administradora de Condomínios e Síndico Profissional - São Paulo, Grande ABC, Litoral e Interior - Email: contato@targetadministradora.com.br

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn
Luiz Leitão da Cunha
Luiz Leitão da Cunha

Respondeu há mais de 1 ano

Outra vez a mesma pergunta! Não há possibilidade de processo por danos morais em virtude de reprovação de contas, pois trata-se de uma questão tecnica. Não há subjetividade; ou as contas estão certas, ou estão erradas.

Assinatura: Luiz Leitão da Cunha
luizmleitao@yahoo.co.uk | www.luizmleitao.wixsite.com/sindicoprofissional | Atuação nos bairros Jardins, Pinheiros e Itaim-Bibi

Compartilhar
WhatsApp
LinkedIn

Conteúdos relacionados

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.