O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
Rodrigo Vergili

Como é feita a divisão por economias da SABESP?

Por Rodrigo Vergili
13 dias

Na especificação do meu condomínio, somos 60 apartamentos, mais a residência funcional do zelador. Condomínio antigo, água não individualizada. Na conta da SABESP, estão computadas “61 res + 0 com + 0 ind + 0 pub”.

Hoje, li na reportagem do SíndicoNet “Com o cadastro de economias, esse valor é dividido pelo número de unidades mais a unidade da área comum”.
www.sindiconet.com.br/informese/cadastro-por-economia-sabesp-gestao-ambiental-economia-dagua

A personalidade jurídica do Condomínio poderia ser considerada mais uma “economia”? Como é no condomínio de vocês?

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (8)

Argos GP
Argos GP respondeu
13 dias

Boa noite!

Eu entendo que está correto as 61 economias, pois são 60 unidades mais a área comum (a casa do zelador está na área comum), nos nossos condomínios (não individualizados) são assim.

Atenciosamente,
Felipe Lobo
Síndico profissional na Argos GP - Síndicos Profissionais
Sócio diretor na CoWorkGroup - Ferramentas e espaços compartilhados para síndicos profissionais
Contatos: (11) 3881-9954 / (11) 98122-6231 / atendimento@argosgp.com.br

Rodrigo Vergili
Rodrigo Vergili respondeu
13 dias

Argos, boa noite,

Entendia da mesma forma, porém o Decreto 41.446/1996 que regulamenta o assunto (http://site.sabesp.com.br/uploads/file/clientes_servicos/decreto_estadual%2041446_pdf.pdf) em seu art. 3º, diz o seguinte:

“§ 1.o - Para os efeitos deste Regulamento, considera-se economia todo o prédio, ou divisão independente de prédio, caracterizada como unidade autônoma residencial para efeito de cadastramento e/ou cobrança, identificável e/ou comprovável na forma definida pela SABESP em norma apropriada.
§ 2.o - Nas ligações em prédios com unidades residenciais e unidades não residenciais o número de economias considerado será igual ao número de residências acrescido de uma economia.
§ 3.o - As unidades de zeladoria, em ligações não residenciais sempre integrarão a economia principal, não comportando tarifa diferenciada.”

Portanto, o apartamento do zelador integra a economia principal, apenas para “ligações não residenciais”. No meu entendimento, em edifícios residenciais, poderia constituir-se numa economia separada.

Atte,
Rodrigo Vergili
Síndico Cond. Ed. Monte Haramon

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura respondeu
13 dias

Boa noite! O mais usual é o valor ser inserido na cota condominial seguindo o critério definido na Convenção.

Fonte: 12

paulorodrbiguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Rodrigo Vergili
Rodrigo Vergili respondeu
13 dias

Paulo, meu questionamento foi sobre o cálculo adotado pela SABESP, não sobre o rateio da despesa.

Atte,
Rodrigo Vergili
Síndico Cond. Ed. Monte Haramon

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura respondeu
13 dias

Todos os cálculos são conforme o consumo, muda apenas de classe social exemplo de zero a 10 m³ taxa mínima depois tem valor do consumo mais o valor d'água residual que é na mesma proporção ,se a conta veio R$ 4 mil Reais 2 é sobre a água potável e a outra parte sobre a residual.

Fonte: 12

paulorodrbiguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Rodrigo Vergili
Rodrigo Vergili respondeu
13 dias

Condomínio com 60 apartamentos + apartamento funcional, são consideradas 61 economias ou 62? A unidade funcional está incorporada à economia principal?

Atte,
Rodrigo Vergili
Síndico Cond. Ed. Monte Haramon

Geraldo Majella da Silva
Geraldo Majella da Silva respondeu
13 dias

Rodrigo - O Condomínio e suas partes comuns, são considerados mais uma "economia" e o apto do zelador está incluído nesta "economia", porque é uma parte comum do condomínio.
Existem edificações, sem o apto do zelador, portanto, não se baseia esta "economia" no apto do zelador, mas sim nas partes comuns do condomínio. 0k

Fonte: Pessoal

Geraldo Majella da Silva

Imagine Sustentável
Imagine Sustentável respondeu
12 dias

Bom dia! A divisão feita pela Sabesp é a que tenho visto em diversos condomínios, tanto de São Paulo (Sabesp), como em Santo André (Semasa), é como no seu condomínio. Para a criação de mais uma economia, teria que ser criado uma nova unidade dentro do condomínio.

Olavo A. Oliveira - Eficiência na Redução do Consumo de Água (11)98527-7257 contato@imagineisso.com
http://imagineisso.com Grande ABC(SP) e Região Criciuma(SC)

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

109.178 Compradores
341.384 Cotações
2.788 Fornecedores

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...