O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×

Pergunta

WhatsApp
LinkedIn
MARIALBA MARETTI

Reforma em garagem

Por MARIALBA MARETTI
34 dias

Bom dia!

Resido em um prédio que está se adequando as normas dos bombeiros e por isso necessita colocar uma porta corta fogo na garagem. Porém, a colocação desta porta irá avançar na área comum de circulação dos carros 1 metro e 20cm, tal avanço ficará na frente da minha garagem, o que me impedirá de fazer manobra e utilizar minha vaga, já que possuo uma SUV grande. O síndico quer eu troque de vaga com meu marido q aluga uma outra vaga. No entanto gostaria de saber se o condominio pode realizar uma obra que me impeça de ter um determinado carro, sendo que há 17 anos morando nesse edifício e sendo proprietária teria o direito de ter o carro q eu consiga e que caiba em minha garagem. Não é mesmo?

Responder esta pergunta

Aviso: O portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo ou mensagens veiculados nesse espaço.


Respostas (13)

JOSE LOPES GOMES
JOSE LOPES GOMES respondeu
34 dias

Marialba - o uso da garagem está limitado a fração ideal constante da escritura. Assim, entendo que o Sindico vai ter que atender uma orientação de autoridade, no caso bombeiro. NÃO atendendo o pedido, com certeza, NÃO vão receber o AVCB que é exigência legal. Independe de quórum, no caso de OBRAS DETERMINADAS POR AUTORIDADE PUBLICA, código civil art. 1341, § 1º.
Assim, converse com o Sindico e peça para ver se o Engenheiro possa fazer um projeto que não prejudique sua manobra.

José Lopes (lopesjg@uol.om.br)- Consultoria em RH/DP e Sindico Profissional. Gestão e Assessoria em analise de prestação de contas e operação.

Geraldo Majella da Silva
Geraldo Majella da Silva respondeu
34 dias

Marialba - O principal você não informou. A vaga é de sua propriedade e tem escritura pública ou a vaga que você usa por 17 anos é parte comum do seu condomínio? 0k

Fonte: Pessoal

Geraldo Majella da Silva

MARIALBA MARETTI
MARIALBA MARETTI respondeu
34 dias

Respondendo: a vaga é minha tenho a escritura

Paulo Rodrigues de Moura
Paulo Rodrigues de Moura respondeu
34 dias

Bom dia! Acontece que quando não há espaço físico os Bombeiros entendem, só precisa de parecer técnico , isso já aconteceu em um condomínio que presto serviço.
Por ter um gerador que alimenta 100% das áreas comuns e privadas eles pediram que fizesse um fechamento de alvenaria ,mas não tem espaço físico então foi feito um relatório técnico onde consta as regras construtivas ( Cód de Obras e Edificações COE com o que eles estavam pedindo ficou claro que não era possível a construção.

Fonte: 12

paulorodrbiguesmoura@hotmail.com
(11) 98440-4093

Geraldo Majella da Silva
Geraldo Majella da Silva respondeu
33 dias

Marialba - Se esta obra impede de você utilizar a sua vaga, acione o condomínio na Justiça. Talvez, esta abertura de porta, poderia ter sido para dentro do corretor e não para dentro da garagem. As opiniões aqui podem e devem divergir, porque não estamos vendo, apenas opinando encima do que escreve. 0k

Fonte: Pessoal

Geraldo Majella da Silva

Compliance Sindico Profissional

Vc quer ser orientada envio um post omisso?

Compliance Sindico Profissional
carvalho32valmir@gmail.com
Atende: grande São Paulo e Interior.

Rui Gouveia da Silva
Rui Gouveia da Silva respondeu
32 dias

Na minha opinião se a garagem é sua, está registrada em seu nome, não poderão invadir. Síndico e técnicos deverão encontrar outra solução.

Aguiar Mattos Engenharia
Aguiar Mattos Engenharia respondeu
32 dias

Se para se adequar a lei a saída é essa, o síndico DEVE realizar essas alterações. Agradeça por ter um síndico comprometido assim.

Yusuf Arquitetura
Yusuf Arquitetura respondeu
32 dias

Marilba!

Se a vaga é sua escritura individual, paga o IPTU da vaga, área da sua vaga não pode ser alterada.
Mesmo sendo necessário para o bombeiro, o Síndico arruma outro local ou a vaga com a mesma área que tem na documentação. Vaga de Propriedade única não se altera.

Fonte: yusufarquitetura@gmail.com

Cleide Yusuf-Arquiteta

Eliasar Pereira Eduardo
Eliasar Pereira Eduardo respondeu
32 dias

Marialba, bom dia. Essa obra é uma exigência do corpo de bombeiros, portanto, não há nada que você possa fazer, o ideal é sim você trocar a vaga.

Eduardo Novaes Arquitetura
Eduardo Novaes Arquitetura respondeu
31 dias

Bom dia Marialba,
Para responder sua pergunta de forma mais precisa, precisaria ver o local e avaliar a situação.
Preliminarmente posso dizer que o projeto de segurança, considera a abertura da porta, livre de vagas ou circulação, não pode impactar em outros locais de circulação. A rota de fuga deve obrigatoriamente ser livre.
Espero ter ajudado

Arq. Eduardo Novaes
EDUARDO NOVAES ARQUITETURA E URBANISMO LTDA.
eduardo@eduardonovaes.com.br
www.eduardonovaes.com.br
WhatsApp: (11)99196-8839

PBR - Perícias de Engenharia Civil

A EXIGÊNCIA DO CORPO DE BOMBEIROS DEVE SER CUMPRIDA. SUGIRO QUE COM BOM SENSO ESTUDEM, ANALISEM E ARRUMEM A MELHOR SOLUÇÃO COLETIVA.

Alpha Reformas Prediais
Alpha Reformas Prediais respondeu
29 dias

Como foi uma autoridade que fez a exigência da porta corta fogo, na minha opinião tem de haver um bom senso para resolver a situação.
Mais você tem todo direito de usar a sua vaga.

Wagner Franco
Alpha Reformas Prediais Ltda
Tel. (31) 9 8300-8300

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

110.748 Compradores
346.199 Cotações
2.784 Fornecedores

Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...