O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Responder pergunta

VIVIANE

Barulho excessivo

Por VIVIANE

Outras respostas (1)

OLA VIVIANE

Provocando ou não procurando impedir barulho produzido por poluição sonoras mesmo
Para quem acredita que há também um limite horário legal - 22 horas! - para se usar (e abusar) do barulho, é bom saber que essa barreira não existe por lei, pois mesmo durante o dia o excesso de decibéis não pode ultrapassar o limite suportável de sossego da população.
Segundo postura municipal de muitas capitais essa barreira de som vai até 70 decibéis.

Se achar por bem, pode gravar e, se possível, filmar o ato irregular para levá-lo documentalmente com registro de hora ao conhecimento do síndico e advogados.

Tudo anotado também no Livro de Ocorrências do condomínio para o interessado poder recorrer à Justiça contra o mentor de intranquilidades e barulhos que, em caso extremo, não aceite sequer intervenção do síndico. Nestes casos há o Juizado Especial Cível que prescinde de advogado para demandas de até 20 salários mínimos com soluções possivelmente inferiores a seis meses.

uma dica: que muitos tem decorrido como uma solução , é obrigar através do regimento interno, obrigando o condôminos, se adequar a moradia dele para ensaios sonoros, como se faz em um estúdios, colocando barreiras de som, do qual impede a saída do som de dentro pra fora , para não atrapalhar a vida social dos outros condôminos, assim ficando mais fácil para decorrer na ordem judicial advertências e multas, ate mesmo proibição de ensaios, caso não se encaixe do perfil de estúdios, para ensaios

ESPERO TER AJUDADO

Ranking do Mês

Usuários que mais respondem as perguntas

Pontuação
Entenda como funciona
Ranking geral

Faça suas cotações agora:

7.146 Compradores
14.703 Cotações
6.000 Fornecedores
Aviso importante:

As recomendações contidas nesta seção são realizadas pelos próprios usuários do Portal SíndicoNet, que não revisa nem controla as respostas apresentadas. Desta forma, o Portal SíndicoNet não assume nenhuma responsabilidade, a qualquer título, pela correção ou exatidão das respostas apresentadas, que são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Neste sentido, o Portal SíndicoNet não se responsabiliza por nenhum dano, a qualquer título, decorrente da utilização das recomendações contidas nesta seção. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.