Instalações elétricas

Economia de energia

Consumo controlado evita impacto maior nas contas do condomínio

Por Mariana Ribeiro Desimone

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015


O ano de 2015 começou caro: em muitos locais, a água está sendo sobretaxada – como já era esperado desde o ano passado -, e agora houve também outra surpresa: o aumento da conta de luz.

O acréscimo à conta já aconteceu – e vai ocorrer por mais duas vezes, apenas esse ano. O estimado é que a energia deve ficar 45% mais cara só em 2015.

E como o "peso" da conta de luz no orçamento do condomínio varia entre 4% e 10%, aproximadamente, é quase impossível que não haja impacto nas contas do condomínio. O cálculo dos especialistas ouvidos pelo SíndicoNet é que o aumento possa ser de 10% a 17% na taxa condominial - dependendo, é claro, do quanto a mais de água e energia o condomínio consuma.

E para lhe ajudar a minimizar esse impacto, listamos algumas medidas de baixo, médio e alto investimento para diminuir a sua conta de energia ou melhorar a eficiência energética do seu condomínio. Veja:

Baixo investimento:

- Conheça os mais diversos tipos de lâmpadas

- Saiba mais sobre sensores e minuterias

- Dicas para economizar energia no elevador

- Veja como economizar na iluminação de ambientes

Médio investimento:

- Veja como implementar LEDs no seu condomínios - Empresas de projetos e fornecedoras de LED, aqui  

- Saiba mais sobre como melhorar a iluminação na garagem

Alto investimento

- Informe-se sobre a modernização e troca de elevadores - Empresas de modernização de elevadores, aqui

- Saiba mais sobre Energia Reativa Excedente

 

Monte uma campanha de conscientização

Além de lhe auxiliar com as dicas acima, também queremos que você consiga ajudar os moradores do seu condomínio a fazerem um uso mais consciente da energia. Para tanto, elaboramos um cartaz com dicas que economia nas residências para ser afixado nas áreas comuns do seu condomínio! Veja e baixe aqui

Fontes consultadas: conteúdo SíndicoNet, José Roberto Iampolsky, diretor da administradora Paris, Gabriel de Souza, diretor da administradora Prop Starter, NIlton Savieto, síndico profissional, Marcelo Kahn, sócio da HK capacitor, empresa especializada em economia de energia