Economia d'água

Recursos usados para economizar água

Sistemas e intervenções que ajudam a reduzir o consumo d´água em condomínios

Por Mariana Ribeiro Desimone

sexta-feira, 19 de novembro de 2010


Hoje em dia, o que não falta é tecnologia e outros aparatos para ajudar a diminuir o consumo de água no condomínio. O uso desses artifícios, porém, deve estar intimamente ligado a adoção de procedimentos de economia de água, como não tomar banhos muito demorados, só usar a máquina de lavar roupas em sua capacidade total, etc.

Abaixo, algumas sugestões que podem reduzir os gastos no seu edifício:

1) Inspeções de rotina contra vazamentos

A melhor medida profilática para a economia de água é a vistoria periódica de todas as válvulas e torneiras do edifício. Assim, a cada seis meses, a medida deve ser botada em pauta e votada em assembleia.

No ato da vistoria, o técnico identificará se há desperdício de água devido aos vazamentos, e se estes devem ser arrumados pelo condomínio ou pelas unidades, individualmente. Se o problema for gerado pelo mau uso dos equipamentos, então é o condômino quem deve arcar com as despesas.

Inspeções periódicas contra vazamentos em todo o condomínio também podem e devem ser feitas pelo zelador.

Vale sempre combinar com os moradores antes que o zelador irá passar pelas unidades para verificar se há focos de vazamento, mantendo todos, assim, a par da situação

2) Individualização dos hidrômetros

Essa é, sem dúvida, a principal medida para economizar água em condomínio. Uma vez que cada um paga o que consome em sua unidade, esse é o maior fator de motivação para  uma diminuição no uso da água.

No sistema tradicional, o condomínio rateia o gasto total de água entre os moradores.

O custo do investimento na individualização dos hidrômetros vem caindo sistematicamente nos últimos anos. Vale a pena fazer um orçamento para o seu edifício e calcular em quanto tempo haverá um retorno do investimento.

3) Redutores de vazão

4) Troca de vasos sanitários

5) Reaproveitamento da água da chuva

6) Reuso da água

7) Aquecedores

8) Eliminador de ar

Serviço

Fontes consultadas: Hubert Gebara, vice-presidente de condomínios do Secovi-SP e colunista do SíndicoNet, Alexandre Furlan, diretor do Instituto Muda, Vania Dal Maso, gerente de condomínios da administradora Itambé, Instituto Trata