O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Piauí e Maranhão

Por causa de terremoto, Bombeiros dão dicas de procedimentos

Publicado em: segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Corpo de Bombeiros está em alerta e dá dicas de segurança em caso de Terremoto

O major Egídio Leite, comandante do Corpo de Bombeiros, afirmou que a corporação está em situação de alerta para qualquer possibilidade de um novo tremor em Teresina (PI). Na terça-feira (03), foi registrado um terremoto de magnitude 4.7 na capital, e alguns prédios foram esvaziados.

“Os oficiais do corpo de bombeiros estudam esse tipo de fenômeno, sabemos as características do nosso relevo e as previdências a serem tomadas. Nesse momento, gostaríamos de pedir calma à população, todo um trabalho está sendo realizado em prédios que apresentaram algum tipo de dano na sua estrutura para que diante das condições apresentadas nesses locais, possa ser tomada uma decisão para que os trabalhos sejam restabelecidos, caso se entenda que não há risco de desabamento”, disse o major Egídio Leite.

O oficial ressaltou que a medida inicial, casa haja outro tremor na cidade, é que as pessoas desocupem os prédios.

Além disso, se algum popular perceber que em determinado local apareceram rachaduras que possivelmente estejam relacionadas ao abalo sísmico, é aconselhável entrar em contato com a corporação pelo número funcional 193, para uma eventual vistoria de segurança.

“Muitas pessoas ligaram para a corporação para saber quais providências tomar e imediatamente a medida adotada foi o esvaziamento dos prédios, pois não sabíamos o que estava acontecendo, nem as consequências, ou se outros temores poderiam ocorrer novamente. A equipe de engenheiros da corporação já está realizando vistorias em alguns prédios, principalmente nos que apareceram rachaduras. Se não houve danos visíveis, aparentemente não há risco para preocupação, mas quem quiser ter a devida segurança, incluindo prédios residenciais, fazendo uma vistoria preliminar seria interessante para que se possa ter uma margem de segurança”, alertou.  

A forma mais segura é sair pelas escadas do edifício, pois é importante evitar os elevadores por conta da possibilidade de uma queda de energia.

“A princípio, é aconselhável sair do local pela escada, porque pode ocorrer um colapso de energia e o elevador não funcionar. Então, o alerta do corpo de bombeiros é que não se coloque objetos obstruindo as câmaras que dão acesso a escada de segurança. Em outros locais que vivenciam esses eventos de forma constante, há outros procedimentos como acomodações, posicionamentos adequados quando são tremores em escalas mais elevadas. Os prédios novos de Teresina possuem o que há de mais moderno na segurança contra incêndios e pânico”, afirmou.

Entenda o caso

A secretaria de Defesa Civil afirmou no inicio da tarde desta terça-feira (3) que uma acomodação de terras causou o terremoto sentido em parte do Piauí e Maranhão.

O coordenador da Defesa Civil, Vitorino Tavares, confirmou ainda que o epicentro foi no município de Vargem Grande, no Maranhão, e determinou a evacuação dos prédios até que seja feita uma vistoria.

O fato aconteceu às 9h43. O tremor foi sentido em diversos pontos da capital piauiense.

Na sede dos Correios, localizado no centro de Teresina, os funcionários deixaram o prédio temendo que ele desabasse.

Nos prédios da Secretaria do Meio Ambiente, na Delegacia do Trabalho, Secretaria de Fazenda, Aeroporto de Teresina, no prédio do Credshop, Ccom, ATI, CGE e Oi, todos os locais foram evacuados.

O Governo do Estado enviou uma nota afirmando que, em decorrência do tremor de terra, o governador Wellington Dias acionou o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e fez contato com a Secretaria Nacional de Defesa Civil.

 

 

Fonte: https://www.portalaz.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...