O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Obrigações

Altura máxima

Em Teresina (PI), edifícios podem ter, no máximo, 45 metros

Publicado em: terça-feira, 19 de junho de 2012

 Teresina só pode construir prédio com até 11 andares

A resolução que limita os prédios a 45 metros de altura afeta a construção de novos edifícios
 
Uma resolução do Comar (Comando Aéreo Regional) ameaça promover uma mudança radical no processo de verticalização de Teresina ao limitar a 11 andares a altura dos prédios na capital piauiense. Assinada há cerca de três meses pelo comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, a resolução estabelece em 45 metros a altura máxima dos prédios construídos em um raio de cinco quilômetros do Aeroporto Petrônio Portela, localizado na zona Norte de Teresina.
 
O Comar é uma divisão da Força Aérea Brasileira, responsável, junto com a Infraero (Empresa de Infraestrutura Aeroportuária), pelas ações de administração e segurança dos aeroportos. Está dividido em cinco regiões - o Piauí está na jurisdição do Comar II, sediado em Recife (PE). A portaria do órgão reflete uma tendência da Aeronáutica em impor mais rigor às regras de segurança e de controle nas imediações dos aeroportos no país.
 
Como o Aeroporto de Teresina está localizado praticamente no centro da cidade, tende a ser mais afetado com o rigor dessas decisões. A resolução que limita os prédios a 45 metros de altura - o equivalente a 11 andares - afeta diretamente as construções de novos edifícios em toda a região central e zona Norte, e na maior parte das zonas Sul e Leste de Teresina. A decisão do Comar não ameaça as construções já edificadas, mas o secretário municipal de Planejamento, João Alberto Monteiro, diz que, se a portaria for seguida, serão atingidos todos os projetos de edifícios em praticamente toda a cidade.
 
"Essas novas construções de prédios de apartamentos do centro até a avenida Presidente Kennedy, na zona Leste, por exemplo, terão de ser modificadas", alerta ele.
 
Das margens do rio Poti até a avenida Kennedy se concentram bairros como Fátima, Jockey, Planalto, Horto Florestal e Ininga, a região que mais se desenvolve na capital e onde se localiza a maioria dos projetos de construção de novos arranha-céus e conjuntos de prédios de apartamentos, com média de 60 metros de altura - ou 20 andares.
 
João Alberto explica que os 45 metros a que se refere a portaria são em relação ao nível do aeroporto, e não em relação ao solo ou ao nível do mar. Como o aeroporto se localiza num vale, próximo ao encontro de dois rios (Parnaíba e Poti), ou seja, numa área baixa da cidade, a medida alcança uma extensão maior - daí porque ela pode chegar à avenida Kennedy, a uma distância de aproximadamente dez quilômetros do Aeroporto Petrônio Portela.   
 

Fonte: http://180graus.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...