O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu
Convivência

Aluguel rejeitado

Enfermeira que trata COVID-19 não é aceita em condomínio

quarta-feira, 1 de julho de 2020
WhatsApp
LinkedIn

Enfermeira não é aceita em condomínio por trabalhar em área covid-19 em Parnaíba

Há dois dias morando em residência cedida por uma amiga, a enfermeira D.A.V, 23 anos, foi surpreendida ao ser expulsa de seu condomínio em Parnaíba, após trabalhar com pacientes com COVID-19. A enfermeira, que é recém-formada, não quis revelar sua identidade com medo de retaliação.

A jovem conta ao portal Cidade Verde que morava no condomínio há seis meses, dividia o apartamento com outra amiga, e que nunca atrasou o aluguel. Ela tentou renovar o contrato, mas não foi aceito.

"Nunca tive problema de pagar o aluguel  e tenho certeza que a síndica não vai me alugar porque estou trabalhando com pacientes com a COVID-19. Pedi um tempo para encontrar outro lugar e ela só me deu um dia", contou a enfermeira.

Ela informou que trabalha 40 horas por dia no Heda (Hospital Estadual Dirceu Arcoverde), a família é do Ceará e que há cinco anos mora em Parnaíba.

"Fiquei muito triste, chateada. Acredito que é falta de empatia. Vim para ajudar, claro que estou sendo remunerada, é meu trabalho, sou de outra cidade, isolei de minha família, estou adotando todos os cuidados e ela não se importou. É muita falta de solidariedade", disse.

A enfermeira disse ainda que está na casa de uma amiga enquanto resolver o problema da moradia. Ela disse que assumiu o aluguel e a síndica a tratou super bem.

"Foi outro tratamento, me sentir acolhida", disse. A enfermeira não quis revelar o nome do condomínio e disse que não iria acionar a justiça porque quer 'sossego' para concentrar no seu trabalho.

Fonte: http://www.jornaldaparnaiba.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...