O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Apartamentos interditados

Prédio está desde o Natal fechado pela Defesa Civil, em São Paulo

Publicado em: quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Moradores seguem fora de prédio que teve muro desabado no Natal

Acidente na madrugada de 24 de dezembro atingiu apartamento e garagem. Condomínio na Zona Sul de SP tem unidades interditadas após 9 meses.
 
Nove meses se passaram e ainda tem morador que não pode entrar em casa na Vila das Mercês, na Zona Sul da Capital. O muro de um prédio desabou no ano passado, na véspera do Natal. Ninguém se machucou, mas muita gente precisou sair de casa e até hoje não voltou, segundo reportagem do SPTV. Por ordem da defesa civil os seis apartamentos que ficam ao lado do muro foram interditados.
 
O incidente aconteceu na madrugada de 24 de dezembro do ano passado. Os moradores foram acordados com um estrondo. O muro do condomínio desabou sobre o pátio, atingindo sete carros que estavam nas vagas de garagem e um apartamento.
 
A reconstrução só começou sete meses depois, em julho. O síndico disse que era preciso primeiro reformar as casas e os prédios que ficam ao redor do edifício.
 
“Existe uma burocracia, uma norma. Eu não poderia chegar aqui e dizer que vou reformar o prédio com o muro dentro do apartamento. Não tem lógica. Não posso demolir o muro se essa casa estava oca”, afirma o síndico Fernando Brege.
 
O morador Josivaldo Silva de Lima teve de mudar de casa e hoje gasta quase R$ 2 mil com aluguel, prestação de apartamento, condomínio e despesas com a reforma .Ele diz que não recebe apoio da seguradora do banco que financia o apartamento.
 
“Eu não tenho assistência de ninguém todos os gastos eu estou bancando”, afirma.
 
Independente do tempo, a reforma tem que ser feita com muito cuidado. O entulho que desabou impede que mais terra desça para o pátio do condomínio evitando uma nova tragédia.
 
A seguradora disse que vai indenizar proporcionalmente ao número de segurados. Enquanto isso, vai assumir as prestações dos imóveis interditados vencidas desde o desabamento. A subprefeitura do Ipiranga já liberou alguns imóveis que foram reformados. O síndico disse que pediu a desinterdição de todos e que a subprefeitura já fez a vistoria. As unidades devem ser liberadas em breve.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...