O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Inadimplência

Arrecadações extras

Veja como o síndico pode evitá-las, mesmo com alta inadimplência

Publicado em: quinta-feira, 8 de março de 2012

Síndicos podem evitar acúmulo de dívidas com despesas inesperadas

O número de ações contra quem não paga o condomínio aumentou no início deste ano. Saiba o que os síndicos podem fazer para evitar que os moradores se apertem com despesas extras.
 
As despesas do condomínio não param nem esperam, por isso quem deixa de pagar a taxa mensal joga um peso nas costas dos outros moradores.
 
“Aquele que estão pagando em dia, estão pagando sua água, luz, empregados”, diz Hubert Gebara, sindicato da habitação. 
 
Em 2008, a lei passou a permitir que os devedores de condomínio fossem protestados, o que significa cobrança judicial, nome sujo na praça. Essas ameaças diminuíram muito o problema, mas em janeiro deste ano, o número de ações de cobrança cresceu 53,36% em São Paulo, em relação ao mês anterior. 
 
O presidente do sindicato das administradoras de condomínios acredita que despesas demais e falta de planejamento fizeram muita gente deixar de pagar o condomínio.
 
“Não há nada pior para proprietário ou inquilino do que ter uma arrecadação extraordinária não prevista. Então o certo é ter um fundo de reserva, uma previsão para o 13º e também uma previsão para obras emergenciais”. 
 
A síndica Raquel Weigert Behr já teve que cobrar devedores na Justiça, mas conseguiu reduzir a inadimplência implantando uma gestão transparente e participativa, com reuniões mensais e muita conversa. 
 
Os síndicos já perceberam que mais gente deixa de pagar o condomínio quando há rateios, aquelas cobranças de despesas extras, por isso não deixe que um problema pequeno e barato do prédio, vire um problemão que custe caro, resolva. “Além de ter uma elasticidade para negociar com as empresas, a gente também tem mais tempo de recolhimento”, explica Raquel. 

Fonte: http://www.vnews.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...