O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Inadimplência

Cinco perguntas

Especialista responde dúvidas sobre inadimplência em condomínios

Publicado em: terça-feira, 28 de agosto de 2012

Cinco perguntas para... José Roberto Iampolsky, administrador de condomínios

  1. A taxa de inadimplência em condomínios está mais alta? Por quê? Existe uma tendência no aumento e são vários fatores que contribuem para isso. Podemos citar, por exemplo, a redução da multa por atraso de 20% para apenas 2%.  
  2. Quais medidas o condomínio pode tomar contra moradores inadimplentes? Recomendamos aos síndicos que conheçam os inadimplentes e que façam uma campanha de recuperação de créditos no próprio condomínio.  
  3. Quais medidas os condomínios não podem tomar? São proibidas as medidas restritivas, como proibir o uso da piscina, quadra, áreas comuns, desligar o botão do elevador no andar do inadimplente, enfim, tudo que possa trazer uma situação de cobrança caracterizada como vexatória.  
  4. Como o morador deve agir quando não consegue pagar o condomínio? Deve procurar rapidamente o síndico e a administradora. É importante também manter canal de comunicação aberto, evitando passar uma imagem que está fugindo da cobrança.  
  5. Como o condomínio pode prevenir a inadimplência? Mantendo um canal direto de negociação com os condôminos. A transparência nas despesas pode mostrar que se todos pagarem em dia, o custo será menor.

Fonte: http://www.estadao.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...