O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Combate à dengue

Condomínios em Bauru se mobilizam na luta contra o mosquito

Publicado em: segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Condomínio amplia combate à proliferação da dengue

Villaggio 2 faz nova ação para eliminar criadouros e conscientizar seus moradores
 
Moradores do Villaggio 2, em Bauru, também estão em alerta contra a dengue. Além de fiscalizar água acumulada em bromélias dos jardins e nos canteiros de obras, a administração do condomínio passou a oferecer o nebulizador, adquirido em março de 2015, para os vizinhos Villaggio 1, Villaggio 3 e Spazio Verde. Os Villaggios, inclusive, tiveram índice de infestação do Aedes aegypti de 5,1%, sendo que o limite preconizado pelo Ministério da Saúde é de apenas 1%.
 
Segundo o diretor administrativo do Villaggio 2, Marcelo Rasi, o condomínio começou a se mobilizar contra a dengue desde o ano passado, quando o zelador deu a ideia de adquirir um equipamento de nebulização.
 
“Aplicamos em locais comuns e colocamos uma faixa na entrada do Villaggio para avisar os moradores que também podemos nebulizar suas residências”, explica.
 
Além disso, o condomínio fiscaliza água acumulada em bromélias dos jardins dos moradores e nos canteiros de obras. Contudo, após a reportagem publicada pelo JC no último dia 29, Marcelo decidiu tomar novas atitudes. “Não adianta fazer a nebulização só em nosso condomínio, sendo que temos outros vizinhos”, justifica. Diante disso, o Villaggio 2 passou a oferecer o equipamento para o Villaggio 1, o Villaggio 3 e o Spazio Verde.
 
Marcelo reforça que concederá o nebulizador, desde que os demais condomínios custeiem o tempo de trabalho do funcionário que utilizará o aparelho e o produto propriamente dito.
 
“Já acionamos a Divisão de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde para nos orientar sobre os cuidados que devemos tomar e disparamos e-mail para todos os moradores que fazem parte do comitê em prol da duplicação da avenida Affonso José Aiello”, acrescenta.
 

Outras ações

 
Conforme o JC noticiou, os moradores do Residencial Lago Sul, local onde o índice de infestação por larvas do Aedes aegypti também atingiu níveis alarmantes, decidiram se mobilizar para combater o mosquito. Entre as atividades a serem realizadas estão a conscientização de adultos e crianças sobre a importância da eliminação dos criadouros.
 
A intenção é convocar um técnico especializado para ministrar uma palestra já no início de janeiro, oportunidade em que deverá ser ensinada a confecção de armadilhas caseiras contra o Aedes, as chamadas mosquitéricas, feitas com garrafa pet e microtule. O grupo se empenhará, ainda, para encontrar um profissional capacitado que possa monitorar periodicamente o condomínio e identificar criadouros nas 323 residências e 103 casas em construção.
 

Multiplicação

Entre as regiões com maior nível de proliferação de larvas, com criadouros em 4,2% a 5,9% das casas visitadas, estão bairros populosos, como o Núcleo Mary Dota, Bela Vista e Octávio Rasi, além das zonas nobres da cidade, como as que abrangem o Jardim Estoril e os residenciais Villaggio e Lago Sul.
 
Nas regiões do Mary Dota, Bela Vista e Octávio Rasi, os criadouros foram encontrados, principalmente, em pneus e materiais recicláveis, depositados nos quintais dos imóveis. Já nas áreas com moradores de maior poder aquisitivo, o problema foi detectado em plantas, especialmente, bromélias, bem como em piscinas e aparelhos de ar condicionado.

Fonte: http://www.jcnet.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...